ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

Barbosa: “Nunca pertenci a esse mundo da política”

O ex-ministro do STF, Joaquim Barbosa, voltou a rechaçar a possibilidade de se candidatar à Presidência da República.

Alegando “não pertencer ao mundo da política” e não saber “nem por onde começar”, o ex-ministro, que ganhou popularidade durante o julgamento do mensalão, disse que seria “trucidado” por seus adversários em uma eventual disputa. “Acho que eu seria trucidado pelos eventuais concorrentes porque uma pessoa como eu, que fala o que pensa, que é livre por natureza, não se adapta a esse mundo. Eles se uniriam todos para me tirar do jogo, eu sou muito realista. Eu nem cogito”.
O ministro disse acreditar que a reforma política que está sendo discutida pela Câmara é preliminar. “Provavelmente o Senado vai fazer uma boa limpeza. O Senado é composto de pessoas mais experientes, é um número menor (de membros), são ex-governadores, pessoas de larga experiência”, disse Barbosa, segundo o qual “a Câmara está em ebulição, votando aos tropeços”. “Alguma coisa pode ser corrigida ainda na Câmara, mas o Senado poderá corrigir ainda muita coisa. O Senado foi feito para isso”, argumentou.
Ao deixar o salão onde proferiu palestra sobre combate à corrupção na zona sul de São Paulo, Joaquim Barbosa se recusou a responder sobre o processo de escolha de seu sucessor, Edson Fachin - que tomou posse ontem (16). “Sobre o Supremo eu não tenho nada a dizer. Eu estou fora, meu amigo”, disse. Questionado se este era o motivo do seu não comparecimento à cerimônia de posse de Fachin, Barbosa rechaçou. “Não. Eu não fui porque tinha um compromisso aqui” (AE).

Mais Lidas

Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/storage/0/5e/4e/jornalempresasenegoc/public_html/modules/mod_sp_facebook/mod_sp_facebook.php on line 84

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171