ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

A saída para a economia é “voltar ao começo”, diz Conceição Tavares

Para o Brasil sair da recessão, é preciso recuperar a esperança, com uma aliança ampla com diversos setores da sociedade, para além de uma “aliança de esquerda”.

E o único caminho é uma política de substituição de importações. A análise foi feita pela economista Maria da Conceição Tavares, professora emérita da UFRJ, em raro discurso após receber, aos 85 anos, uma homenagem em seminário no Rio.
“Hoje é fundamental recuperar a esperança porque a conjuntura está muito adversa”, disse Maria da Conceição, que foi ovacionada de pé pela plateia. A economista não crê na possibilidade de um projeto de desenvolvimento econômico com inserção internacional do País. Mesmo com o câmbio mais favorável, o fim do superciclo de commodities e a desaceleração do crescimento da China, que por sua vez mantém seu esforço exportador, são obstáculos difíceis de transpor.
Por isso, a saída para a economia nacional é “voltar ao começo”. “Temos de fazer, por um lado, por razões de conjuntura internacional e interna, um esforço de substituição de importações outra vez e fazer um Estado social de bem estar, porque esse curso dos últimos dez anos não pode ser interrompido”, disse Maria da Conceição, ressaltando que é possível manter políticas de distribuição de renda com a substituição das importações e com investimentos em infraestrutura.
Para essa saída dar certo, a professora defendeu uma reforma do Estado e uma ampla aliança entre partidos progressistas, intelectuais, representantes da sociedade civil e empresariado em busca de esperança, assim como foi no movimento das Diretas Já. O lema do PMDB na época da redemocratização era “mudança e esperança”, lembrou a economista. “Precisamos de um trabalho político e paciente e de inteligência estratégica. Espero que isso ocorra antes de eu morrer. Não gostaria de morrer com a situação tão ruim como está, porque aí já é demais”, afirmou Maria da Conceição (AE).

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171