ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

América contribui para segurança alimentar mundial

Os países das américas do Sul, Central e do Norte contribuíram, de forma decisiva, para a construção de um novo padrão alimentar mundial, afirmou ontem (21) a ministra da Agricultura, Kátia Abreu, durante a 18ª Reunião Ordinária da Junta Interamericana de Agricultura, na cidade de Playa del Carmen, no México.

A ministra lembrou o papel da Embrapa no aumento da produtividade nacional e na transferência de experiência para outros países, ao destacar a necessidade de criação de um grupo de trabalho para harmonizar regras sanitárias e fitossanitárias entre os países americanos.
Na reunião dos ministros de Agricultura dos 34 países-membros do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura, Kátia disse que quando famílias se reúnem à mesa, em qualquer parte do mundo, têm muito a agradecer aos povos das américas. “Tomate, batata, feijão, mandioca, algumas das mais saborosas frutas, o milho, todos esses alimentos têm papel central em nossa história, em nossa cultura. Eles estão presentes no dia a dia de bilhões de pessoas em todo o planeta.”
Kátia acrescentou que a prosperidade da agricultura na América tem contribuído para redução da fome e da extrema pobreza. Os embarques agrícolas do continente somaram US$ 441 bilhões em 2014, representando 39% das exportações mundiais do setor no período. Dentre os dez maiores países produtores, o Brasil registrou na última década o maior ganho de produtividade, tendo crescido 3,36% em média por ano (ABr).

Mais Lidas

Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/storage/0/5e/4e/jornalempresasenegoc/public_html/modules/mod_sp_facebook/mod_sp_facebook.php on line 84

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171