ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

Cunha: “governo cria crise desnecessária” com novo partido

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha, afirmou que o governo criou uma nova crise desnecessária com a articulação da criação do Partido Liberal, que possibilitaria a migração de deputados do PMDB para a nova legenda.

Segundo ele, a raiz da crise política atual está na tentativa de criar partidos políticos, que ele chama de artificiais, para tirar deputados e senadores dos partidos convencionais para formar uma nova base política.
“Isso foi palco de grande debate no primeiro semestre, foi palco de grandes brigas. Nós, inclusive, aprovamos uma nova lei sobre criação de partidos políticos. Nós reagimos aqui várias vezes com virulência com relação a esse tema”, lembra Cunha. “Então voltar a esse tema, a ponto que atrapalhe a sanção da lei para as eleições do ano que vem, e o governo estar de novo concordando com o artificialismo de criar um partido para canibalizar a base, isso significa o seguinte: eles não aprenderam nada com a crise política. Continuam errando igualzinho”, criticou.
Nesta sexta-feira (2), termina o prazo para que os candidatos às eleições de 2016 se filiem aos partidos, quando faltará exatamente um ano para as eleições municipais. O presidente da Câmara afirma que não pode haver indefinições sobre as regras do processo eleitoral nesta semana e defende que o Senado vote a PEC da Reforma Política. “Seja para aprovar, para rejeitar, total ou parcialmente, mas deveria fazê-lo. Esse assunto tem que ser esgotado. Aqui nós fizemos todo esforço possível, independentemente de quem ganhou ou perdeu”, ressaltou (Ag.Câmara).

Mais Lidas

Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/storage/0/5e/4e/jornalempresasenegoc/public_html/modules/mod_sp_facebook/mod_sp_facebook.php on line 84

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171