ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

Doria promete despoluir Rio Pinheiros até 2022

O governador de São Paulo, João Doria, reafirmou ontem (5), no Dia Mundial do Meio Ambiente, o compromisso da administração estadual na despoluição completa do Rio Pinheiros até dezembro de 2022, incluindo as margens recuperadas.

Os testes com dois barcos coletores de resíduos flutuantes, os chamados Ecoboats, começaram ontem, à altura da Usina Traição, perto da Ponte Ary Torres. As embarcações com 4 toneladas vão operar por 30 dias sem custo para a administração.
Se a tecnologia for aprovada, será avaliada a possibilidade de aquisição dos barcos. Segundo o governador, o espaço onde está a Usina Traição – que passará a se chamar Usina São Paulo – será concedido ao setor privado em 2021. O projeto de concessão será apresentado no próximo ano. “Uma parte dos recursos para a despoluição do rio é do Estado, colocada em orçamento, outra parte é de recursos privados, a partir da concessão de algumas áreas para exploração do transporte turístico de passageiros aqui no Rio Pinheiros”.
Doria disse que a usina continuará funcionando, mas os demais espaços se tornarão públicos, utilizados para lazer e entretenimento, com cafés e restaurantes. “A dimensão desse espaço e sua localização poderá transformar a usina em um Puerto Madero paulistano” (ABr).

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171