ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

Operação Jiboia prendeu 44 membros do PCC

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e a Polícia Militar de São Paulo prenderam, na sexta-feira (3), 44 membros do Primeiro Comando da Capital (PCC).

Segundo o major Emerson Massera, 11 deles foram presos em flagrante e 33 em cumprimento a mandados de prisão. Os presos responderão por crimes de tráfico de entorpecentes, posse de armas e posse de drogas para o tráfico.
A operação recebeu o nome de Jiboia, pois o objetivo é “estrangular” a organização criminosa, disse o major. A ação ocorreu em cinco grandes regiões do estado: na capital e nas regiões de Sorocaba, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto e em Santos. A operação contou com 504 policiais militares, 121 viaturas, três aeronaves e 11 cães.
Foram cumpridos 77 mandados de busca e apreensão, que resultaram na apreensão de R$ 1 milhão em dinheiro. “Temos, até o momento, nove quilos de drogas, entre maconha e cocaína, e seis armas apreendidas. Mas esses números devem sofrer atualização porque a contabilização de tudo o que foi apreendido ainda está sendo feita”, informou o major.
Segundo o promotor de Justiça Mário Sarrubbo, a investigação apontou que uma célula do PCC monitorava agentes públicos para possíveis ataques. “A célula fazia levantamentos acerca do dia a dia de autoridades, o que, em princípio, indica que talvez estivessem cogitando algum tipo de atentado ou algo assim”, acrescentou (ABr).

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171