ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

Paulo Guedes: o modelo econômico ‘é ruim’, se esgotou

O ministro da Economia, Paulo Guedes, defendeu a reforma da Previdência e a redução da máquina pública no 18o Fórum Empresarial do Lide, realizado na cidade de Campos do Jordão.

Guedes foi aplaudido pelos empresários presentes ao evento. Segundo o ministro, a reforma da Previdência é tema prioritário do governo federal. “O modelo econômico é ruim, se esgotou. Temos que reformar. O diagnóstico é esse. Em torno disso, costuramos o nosso programa”, disse.
Desde o regime militar, o governo lida com o descontrole de gastos, conforme Guedes, o que resultou no déficit do sistema previdenciário público. Para ele, é necessária a redução da intervenção do Estado na economia. “Hoje, é melhor o empresário ir à Brasília pedir algo, do que mergulhar na competição”, disse. “A economia com muita intervenção do Estado perde a dinâmica de crescimento, corrompe as práticas”, acrescentou.
A segunda prioridade do governo na área econômica é a privatização de estatais. O objetivo é fazer o balanço das gestões. “As estatais, descapitalizadas, se transformaram em locais de aparelhamento, um problema para a classe política”, argumentou. Guedes também comentou a audiência, na última quarta-feira (3), na CCJ da Câmara para discussão sobre a reforma da Previdência, quando entrou em debate com parlamentares da oposição e se desentendeu com o deputado Zeca Dirceu (PT-PR).
“Se as principais lideranças do país estão comprometidas com a reforma [da Previdência], eu vou temer o quê? Perder a paciência depois de seis, sete horas? E me cansar com certo desrespeito, com quem me desrespeitou? Rumores. Acontece”, afirmou (ABr).

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171