ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

Para Haddad, 'legalização das milícias' é o próximo passo

Candidato derrotado à Presidência da República, o petista Fernando Haddad usou o Twitter para criticar o presidente Jair Bolsonaro em relação à flexibilização da posse de armas defendida pelo presidente.

“A legalização das milícias é o próximo passo. Há um projeto de Bolsonaro sobre o tema”, criticou Haddad. Ontem (15), Bolsonaro assinou decreto que altera regras para facilitar a posse de armas de fogo.
O petista não fez referência a nenhum projeto específico de Bolsonaro e emendou a crítica ao presidente, dizendo que a segurança pública é um direito assegurado pelo Estado moderno. Haddad escreveu que “a liberação de armas nos remete à pré-modernidade”, o que levaria “à privatização desse serviço público”.
Em 2008, em entrevista à BBC, Bolsonaro, que era deputado federal pelo Rio de Janeiro, sinalizou legitimar a ação de milicianos. “As milícias oferecem segurança e, desta forma, conseguem manter a ordem e a disciplina nas comunidades. O governo deveria apoiá-las, já que não consegue combater os traficantes de drogas. E, talvez, no futuro, deveria legalizá-las”, afirmou. Em 2018, Bolsonaro disse ao O Globo que as milícias “acabaram se desvirtuando” quando começam a cobrar “gatonet” e gás (AE).

Mais Lidas

Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/storage/0/5e/4e/jornalempresasenegoc/public_html/modules/mod_sp_facebook/mod_sp_facebook.php on line 84

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171