ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

Jungmann chama de "tragédia" mortes em Milagres

O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, classificou como uma “tragédia” a morte de seis pessoas feitas reféns por criminosos que tentaram assaltar duas agências bancárias na cidade de Milagres (CE), a cerca de 60 km de Juazeiro do Norte, na madrugada de sexta-feira (7).

Segundo o ministro, episódios como este reforçam a necessidade de os serviços de inteligência das forças de segurança federais e estaduais atuarem em conjunto.

“O Ceará vem reduzindo os índices de violência, mas tragédias como esta, infelizmente, acontecem. Na medida em que possamos nos antecipar e evitar, pouparemos vidas”, disse Jungmann ao participar, em Fortaleza, da inauguração da regional nordestina do Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública (Ciispr-NE).

Pelo menos 12 pessoas morreram durante a troca de tiros entre policiais militares e criminosos que se preparavam para assaltar duas agências bancárias que funcionam na região central do município de cerca de 28 mil habitantes, localizado na região do Cariri cearense. Segundo a Secretaria estadual de Segurança Pública, seis dos mortos são suspeitos de participar da ação criminosa.

As outras seis pessoas que morreram foram feitas reféns pelos bandidos. Cinco delas, incluindo duas crianças, pertenciam a uma mesma família de Pernambuco. A família foi surpreendida pelos bandidos ao passar, de carro, por uma rodovia próxima, quando retornavam de Juazeiro do Norte. “O que aconteceu hoje reforça a importância do Centro Integrado de Inteligência para que possamos ter informações em tempo real, fornecidas pelos serviços de inteligência dos nove estados nordestinos”, disse Costa (Abr).

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171