ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

S&P: é preciso ‘aprovar rapidamente’ reformas impopulares

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, precisa “aprovar rapidamente” reformas cruciais e impopulares para reverter a tendência negativa nas contas fiscais brasileiras, alertou ontem (3),  a agência de classificação de risco S&P Global Ratings.

“O novo governo terá desafios importantes em transformar a retórica de campanha em reformas reais”, afirma relatório que prevê crescimento de 2,4% para o PIB em 2019 e de 2,5% no ano seguinte.
“Vamos monitorar se haverá mudanças significativas na política econômica”, ressalta o documento, destacando que a eleição reduziu apenas “parcialmente” as incertezas na economia brasileira. A agência vê os bancos brasileiros “bem posicionados” para fornecer recursos a empresas que queiram voltar a investir. Com isso, a previsão é que o crédito cresça 10% em 2019, pondo fim a vários anos de expansão muito fraca no mercado de empréstimos.
A previsão é que o crédito nos bancos privados siga crescendo mais do que nos públicos, ressalta o documento. Apesar da expectativa de melhora do crédito, a S&P alerta que as instituições financeiras podem ter que enfrentar um ano de volatilidade, principalmente por conta das incertezas sobre os rumos da política monetária nos Estados Unidos, zona do euro e Japão e do relacionamento comercial entre China e Washington (AE).

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171