Os matadores da produtividade

Claudio Zanutim (*)

Você já se perguntou qual o impacto do tempo em sua vida? Como funciona a distribuição do seu tempo para sua família, seu emprego, seus relacionamentos, seu lazer, espiritualidade, finanças e sua saúde? 

Você faz parte daquele grupo de pessoas que acreditam que 24 horas por dia não são suficientes?

Se sua resposta ficar embargada e você perceber que não tem mais tempo de qualidade com sua família, que mal passa tempo com seus filhos e que a sua saúde está indo para as cucunhas por falta de cuidado. E que além de tudo isso, ao analisar seus relacionamentos e carreira, você enxerga a sua vida completamente desorganizada, atarefada e até mesmo procrastinada, então nós temos problemas! 

Entretanto, não criemos pânico. Eu sei como resolver a falta de tempo em sua vida, acompanhe. 

A maior justificativa para cada negligência que temos nas diversas áreas da vida é sempre a mesma; a tal falta de tempo. Frases como: “não fui à academia porque não tive tempo”, “não organizei aquela papelada entulhada da minha mesa porque não tive tempo”, “eu não brinco com meus filhos porque não tenho tempo, afinal de contas eu preciso trabalhar”, “não me alimento bem porque não tenho tempo de ir ao supermercado” e por aí vai…

Mas, eu creio que isto também esteja relacionado com incapacidade de dizer não para um monte de tarefas e pessoas que entram em nosso caminho e pelo acúmulo de coisas para fazer que são circunstanciais.

Elas não estão mentindo quando dizem que não têm tempo para os filhos, para o cônjuge, trabalho, espiritualidade, saúde, e etc. Entretanto, ainda assim, elas são as maiores responsáveis pela falta e esperdício de tempo, e o motivo é bem simples, elas estão focando seu tempo em atividades irrelevantes que roubam dela o tempo de qualidade e energia com aquilo que realmente importa. Olha só!

Você sabia que existem diversos matadores da produtividade espalhados por todos os cantos? Recentemente uma pesquisa da CareerBuilder, um dos sites de emprego mais visitados nos Estados Unidos, mostrou que matamos nossa produtividade e dispensamos energias em situações que não trarão resultados.

Perdemos tempo em mensagens e celulares, grupos de WhatsApp, e-mails, notícias falsas, mídias sociais (no caso do Instagram , você pode verificar o tempo de navegação no seu perfil), pausa para fumar,  colega de trabalho que passa para conversar, fofocas, internet, trânsito,  conteúdo adulto, jogos on-line, mensagem pessoal, previsão do tempo entre outras atividades.

Outro fator que acaba em uma bola de neve gigante é a procrastinação. Pronunciar está palavra, acaba por trazer certo incomodo não é mesmo? Ninguém gosta de admitir que é uma pessoa procrastinadora. 

Se nós não adiássemos tanto as tarefas que são desagradáveis, que trazem certo medo do fracasso, atividades que estão extremamente desorganizadas ou que são enormes, que levam tempo para resolver e que supostamente podem trazer mudanças, nós seriamos verdadeiros colecionadores de conquistas.

Como evitar ser um matador da produtividade?

Imagine você sendo uma pessoa produtiva, de alto desempenho e que consegue atingir suas metas? Este é o sonho de qualquer um, não é mesmo? 

A fim de que isso aconteça em sua vida, você verá neste texto, que algumas mudanças de comportamento podem otimizar o seu tempo e fazer com que você possa aproveitá-lo melhor, levando em conta que ele passa e não volta mais.

 1.     Reconheça e aceite a futilidade da procrastinação

A premissa para evitar a perda de tempo e conseguir realizar todas aquelas atividades que te levarão a um status de realização e conquistas, inicia-se por admitir que a procrastinação é fútil e que talvez ela faça parte de sua rotina.

Corremos para continuar correndo, e depois corremos para o trabalho, para casa e corremos para os compromissos e corremos por uma vida toda. Claro que, nesse meio tempo, deixamos para “o amanhã” muitas coisas que poderíamos fazer hoje. 

Por isso admitir que somos “postergadores natos” é essencial para a cura desse estilo de vida matador.

2.   Divida grandes tarefas em etapas; Modelo Jack

  É comum encontrar profissionais adiadores quando o assunto em questão é; resolver tarefas que são consideradas difíceis, enormes (demandam tempo) ou que estão muito desorganizadas.

  Tarefas enormes, difíceis e embaraçosas sempre trazem sensações de desmotivação, mas se você executá-las por partes, tudo ficará mais fácil. John Maxwhell, que em minha opinião singela, é um dos maiores escritores sobre o tema  tem uma teoria extraordinária para acabar com grandes tarefas, a regra dos cinco. 

  A regra dos cinco tem a finalidade de identificar as cinco coisas mais importantes do seu dia e então executá-las.  

Execute por etapas, e quando menos perceber você terá realizado tudo.

3. Quando se sentir desanimado procure exercitar-se, respirar fundo e relaxar;

 Uma das práticas mais comuns para aliviar toda desmotivação na hora de realizar é a meditação plena da atenção, uma prática que não envolve religião ou espiritualidade, mas respiração. Nela você estará observando e treinando sua respiração de forma com que todo seu corpo reaja melhor contra a procrastinação que surge no dia a dia.

Os exercícios físicos no geral melhoraram a respiração e também são bem vindos para todos aqueles que anseiam eliminar o desânimo e a desmotivação.

4. Intercale tarefas desagradáveis e agradáveis.

  Se você já frequentou uma academia, certamente notou como os exercícios pesados e leves caminham juntos. O personal trainer não aplica dois treinos pesados em dias consecutivos, mas intercala para que você atinja seus objetivos e não se sinta esgotado levando ao abandono do treino.

  O mesmo ocorre com as atividades desagradáveis e agradáveis. Se pudéssemos fazer somente aquilo que gostamos seria tudo mais fácil, concorda? Todavia, na realidade não é bem assim que funciona, e mesmo que estejamos com uma pilha de papéis para organizar (tarefa desagradável) devemos executá-la sem titubear. No dia seguinte você pode se dar ao luxo de realizar uma tarefa mais simpática e assim sucessivamente.

A vida só é possível se você se concentrar em uma tarefa por vez “(Buda).

E por fim, pense nas vantagens. Seu objetivo é se tornar uma pessoa com performance maximizada? Então chegou a hora de mudar seu midset e seu padrão de comportamento para entender e aproveitar melhor o tempo Kairós que lhe oferecido agora.

Antes de finalizar o conteúdo desta semana, gostaria de deixar a frase do cantor Lulu Santo: Tempo. É tão pouco o nosso tempo.

Desejo a você uma mudança de mentalidade, e que você seja uma pessoa que alcance suas metas porque decidiu (escolheu) ser um campeão e fazer do seu tempo, um tempo de qualidade.

Beijo no coração.

(*) É Membro dos Empreendedores Compulsivos, Palestrante e Trainner Internacional. Mais 150 mil pessoas treinadas. Auxilia empresas e pessoas na maximização da performance em vendas e no atingimento de objetivos e metas. Autor de 7 livros, 3 e-books e dez artigos acadêmicos, é reconhecido nos meios empresarial, acadêmico e popular, principalmente com o Best Seller: Como Construir Objetivos e Metas Atingíveis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap