Chegou a vez de concretizar suas metas e se aproximar de seus sonhos

Renato Martinelli (*)

Toda virada de ano acontece um fenômeno recorrente: as promessas de Reveillon. Quem aqui já fez uma lista de metas para realizar no ano que se inicia? Eu já fiz várias vezes, e você?

Cuidar da saúde, fazer exercícios, se alimentar melhor, cuidar das finanças, pagar as dívidas e economizar são as metas mais comuns. De acordo com periódico científico The Personality and Social Psychology Bulletin, cerca de 55% das pessoas colocam esses desejos na sua lista de objetivos para o ano seguinte. No lado profissional, ganhar um salário maior, mudar de emprego, virar líder ou receber uma promoção e crescer na carreira também são parte desse contexto. Alguma dessas metas está na sua lista deste ano?

Traçar metas é a parte fácil, desafiador é alcançá-las. Por acaso você já realizou todas as metas que colocou para si mesmo? Em um estudo feito pela Universidade de Scranton, apenas 8% das pessoas atingem suas metas de Ano-Novo, enquanto que aproximadamente 80% das pessoas não cumprem seus objetivos. Por isso, temos reflexões para pensarmos juntos e mudar essa estatística:

  • Como você define suas metas?
  • Qual é o tamanho do seu desafio?
  • Quais competências você tem ou precisa para realizar seus objetivos?
  • Quais comportamentos devem ser mantidos ou alterados para atingir as metas?

Como sou especialista da área organizacional, trabalho com desenvolvimento humano e crescimento profissional, meu exemplo será relacionado a esse contexto. 

Imagine uma pessoa que colocou como meta para 2022 receber uma promoção e passar a ter um cargo de liderança. Penso ser um ótimo objetivo, trabalho para ajudar milhares de pessoas a alcançar essa meta, mas como, por onde começar? Vamos resgatar as reflexões para elaborar o caminho para transformar a meta em resultados concretos.

Definição de Metas

Como você define o seu objetivo de carreira? O desejo de tornar-se líder pode ser legítimo, mas precisa ser específico e mensurável. Alcançar um cargo de liderança na mesma área de atuação profissional ou em outra área? Para qual nível de liderança você gostaria de receber a promoção, para supervisão, coordenação, gerência? E em quanto tempo você acredita que consegue atingir sua meta, até o final do 1o semestre, até o final do ano?

Tamanho do seu desafio

Já ouvi que sonhar grande e sonhar pequeno dá o mesmo trabalho, você também? Só que alcançar o sonho grande ou pequeno dá trabalhos diferentes. Muitas metas não são atingidas porque são irreais e geram muita frustração quando não são realizadas. Mas o tamanho da meta é definida por você. O objetivo que você estabeleceu é real e possível? Sair de um cargo de analista para uma posição de gerência pode ser viável, mas em um tempo maior do que 12 meses. Ou a meta pode ser mais próxima da real, pensar em uma atuação no nível de supervisão, que talvez seja possível de se concretizar até o próximo Reveillon.

Competências atuais e necessárias

Qual é a sua realidade hoje, em relação ao seu nível de competências técnicas e comportamentais? Você tem as habilidades necessárias para atuar profissionalmente no cargo que você deseja ou precisa se desenvolver mais para estar apto ao próximo nível de carreira? Como professor de MBA, já tive oportunidade de falar com muitos alunos e alunos, que começaram o curso pensando em receber uma promoção, mas o curso ou o título por si não são garantia de sucesso. É preciso entender seus pontos fortes, seus pontos de melhoria e seus pontos cegos – aqueles que temos e não percebemos. Invista no seu autodesenvolvimento e priorize o aprendizado de competências que são importantes para você e para seu próximo passo de carreira.

Comportamentos a serem mantidos e alterados

Conheço muitos profissionais bem competentes, mas talento não é suficiente. Pessoas com determinação, disciplina, inteligência emocional e outras competências percebidas em atitudes vencedoras fazem mais diferença do que somente as habilidades. Por isso, antes de querer ser líder, aja como se já estivesse na posição. Não se trata de lei da atração, é pelo comportamento no dia a dia que você constroi sua jornada profissional. Aproveite e tenha humildade de perceber quais comportamentos precisa mudar. Autoreflexão e feedbacks podem te ajudar nesse processo.

Mesmo que você faça tudo isso e mais, não há garantias de que você alcançará seus objetivos. Contudo, no que depender de você e do que estiver ao seu alcance, você terá feito muito mais do que os 80% que não atingem suas metas porque não seguem em frente com as ações que levarão aos objetivos. Agora, se você não mudar o que precisa, o ano novo será igual ao anterior. Então, que você tenha o firme compromisso com você mesmo para priorizar suas ações e atitudes para alcançar seus sonhos. 

Feliz Você Novo em 2022!

(*) É membro dos Empreendedores Compulsivos, Trainer de Comunicação, Propósito e Performance, e tem como foco ajudar pessoas a desenvolverem competências de comunicação para potencializar engajamento e resultados com equipes e clientes.  Possui mais de 20 anos de carreira, agrega experiências e conhecimentos em empresas nos setores de Agronegócio, Automobilístico, Alimentos e Bebidas, Comércio, Construção, Farmacêutico e Químico, Financeiro e Seguros, Papel e Celulose, TI e Telecom, Varejo. É especialista em temas relacionados à Comunicação, Liderança, Gestão de Equipes de Alto Desempenho e Gestão de Conflitos, Vendas, Negociação e Articulação de Soluções.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap