A importância de criar senhas seguras

Você confia que a internet é totalmente segura? Acha importante utilizar critérios mais severos na hora de escolher suas senhas na internet? Então, por que utiliza a mesma senha em diversos sites?

gerar-senha-segura-2 temsproario

Gustavo Boyde (*)

A maioria das pessoas utiliza a mesma senha e isso é um risco, visto que uma vez que alguém descobre a senha de um site, pode ganhar acesso automaticamente a diversos outros. Nem todos os sites têm o mesmo nível de segurança e alguns estão bastante expostos a ataques de hackers. Até mesmo alguns considerados bastante seguros já sofreram com o roubo de informações dos usuários e cada dia aparecem novos casos.

Há diversas medidas preventivas para tornar seus acessos online mais seguros, entre elas o uso de um gerenciador de senhas, que está se tornando fundamental. O gerenciador de senha administra em um console central todos os seus acessos, podendo inclusive criar senhas secretas sem que nem mesmo você conheça. Afinal, haja criatividade para gerar senhas longas, complexas e únicas. Se formos só depender da memória ou de uma anotação em um pedaço de papel essas senhas podem ser esquecidas, perdidas ou até mesmo roubadas.

Outra falha que muitas vezes não nos damos conta é que se alguém tem acesso ao nosso e-mail pode simplesmente entrar em um site e clicar em “esqueci a senha” e através do e-mail acessar praticamente qualquer outro site. E, se não tiver a senha e nem acesso ao meu e-mail estou seguro? Ainda existe o risco das perguntas de segurança, como qual é nome do seu primeiro animal de estimação. Quão segura você acredita que é essa resposta? A arquitetura social está aí para comprovar que em um bate papo com o proprietário da conta essas informações são facilmente obtidas.

Senhas exclusivas em todas as suas contas on-line garantem que, se uma delas vazar, dificultará a ação de hackers, mas ele continuará com o acesso obtido. Uma possibilidade para estar protegido sempre são os aplicativos para dupla autenticação, cada vez que alguém tenta acessar uma senha online sua ele manda um aviso na tela do seu celular confirmando se é você mesmo. Dessa forma mesmo que alguém descubra suas senhas, não poderá acessar suas contas sem que elas sejam antes liberadas pelo seu celular.

É importante levar em consideração que a vida digital das pessoas está cada vez mais na nuvem e, por consequência, abrange inúmeros dispositivos pessoais e profissionais, aumentando cada vez mais os riscos. Uma pesquisa encomendada pela LastPass e realizada pela Lab42 com 2 mil adultos, afirma que 91% dos entrevistados dizem saber que há riscos inerentes associados à reutilização de senhas, no entanto 61% continuam usando senhas iguais ou similares sem se preocupar com a segurança.

Muitas dessas soluções de segurança são gratuitas, a exemplo do LastPass, ferramenta mais popular no mundo no gerenciamento de senhas e que também oferece aplicativo para dupla autenticação. Não existe mais desculpa para ficar exposto a ataques de hackers ou correr risco com pessoas má intencionadas.

(*) É o responsável pelo Marketing da LogMeIn para América Latina, empresa norte-americana de suporte remoto.

Ustore abre 12 vagas para centro tecnológico

A Ustore, empresa brasileira de software para infraestrutura de computação em nuvem, abre 12 vagas no centro tecnológico de Recife para desenvolvedores de soluções em nuvem. Os candidatos devem estar cursando ou ser formado em Ciência da Computação, Engenharia da Computação, Sistema de informação ou ter formação de programador de sistemas.
A Ustore nasceu no Porto Digital e mantém em sua essência executivos e profissionais doutorados em Ciência da Computação e Segurança de Sistemas com larga experiência no mercado de tecnologia da informação e comunicação (TIC). Essa bagagem contribui para que os seus colaboradores e profissionais que atuam em todas as filias da companhia adquiram experiência técnica e de negócios na criação de arquiteturas em nuvem, além de participar em projetos de relevância para os clientes. “Todos os nossos profissionais adquirem experiência na criação de soluções em nuvem, aplicando as mesmas tecnologias que suportam os serviços em arquiteturas de nuvens de grandes corporações globais. Além disso, terão desafios reais em um segmento onde poucas empresas nacionais desenvolvem software”, explica Rodrigo Assad, Chief Nerd Officer (CNO) da Ustore.
As soluções Ustore possibilitam tornar a infraestrutura das corporações totalmente programável de forma segura e distribuída, viabilizando a implementação de um datacenter 100% virtual e oferta de serviços abrangentes de acordo com a análise das necessidades dos clientes por meio de consultoria e profissional especializado.
Projeções das consultorias IDC e Gartner sinalizam que o mercado de computação em nuvem deverá crescer a patamares de 20% ao ano. A demanda por talentos com habilidades nas várias tecnologias que suportam esse segmento do mercado continuará em alta.
A Ustore busca profissionais que queiram fazer a diferença e trabalhar em projetos de soluções complexas de “core technology” para atender às demandas do mercado corporativo e do setor público. Os profissionais devem ser formados ou estar cursando Ciência da Computação, Engenharia da Computação ou Sistema de Informações. Os interessados devem enviar currículo para O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo..">O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo..


O CRESCIMENTO E OS DESAFIOS DO E-COMMERCE NA AMÉRICA LATINACinco razões para adotar a gestão eletrônica de seus documentos

ged repromaq temsproario

O acúmulo de documentos nas empresas, com pastas empoeiradas, e folhas que se desintegraram dos fichários ainda é uma realidade no universo corporativo. Por conta disso, tornam-se cada vez mais necessários os serviços que incorporam a gestão documental, transformando alugueis e m² de ambientes desorganizados em gigabytes, prontos para serem acessados virtualmente.
Mas ainda existem barreiras que as empresas enfrentam na hora de adotar esse tipo de organização, a principal delas é a falta de conhecimento sobre como ganhar produtividade, segurança e reduzir custos. Confira porque vale a pena investir nesta solução:

1. Ganhos de produtividade
Com informações digitalizadas as pessoas ficam mais focadas nas atividades produtivas, evitando o desperdício de tempo com a localização e organização dos documentos e informações. Além disso, os processos são desenhados de acordo com as necessidades de cada cliente, minimizando o impacto causado com as mudanças.

2. Processos otimizados
As áreas de RH, jurídica, fiscal, financeira e outros setores que trabalham com informações contidas nos documentos da empresa são imediatamente beneficiadas, porque seus documentos são considerados “vivos”, com alto volume de consultas ou atualizações, como por exemplo: prontuários Médicos, prontuários de RH, etc.

3. Redução de custos
As empresas de grande, médio e pequeno porte podem se beneficiar desse tipo de armazenamento de diversas formas. Dentre elas, podemos destacar a redução de custos com o número de pessoas envolvidas na gestão documental e com o espaço de armazenagem. Dedicar espaços físicos para a guarda de documentos aumenta os custos com aluguel e prejudica diretamente o Ebtida (Earnings Before Interest, Taxes, Depreciation and Amortization) – importante indicador financeiro, que representa o quanto uma empresa gera de recursos por meio de suas atividades operacionais, sem contar impostos e outros efeitos financeiros.

4. Mitigação de riscos
Mitigar riscos, termo cada vez mais usado no mundo corporativo, significa ter cuidado em relação a algo que pode ser prejudicial. A gestão automatizada centraliza o processo documental, envolvendo maior controle e segurança, além de ser mais assertiva. Dessa forma, é possível evitar acessos indevidos, perda de informações valiosas e os danos em arquivos que podem resultar em possíveis penalizações por parte dos órgãos reguladores.

5. Informações mais seguras
A gestão eletrônica resguarda informações importantes, inclusive de serem extraviadas. A organização documental realizada manualmente pode comprometer os dados com o histórico da empresa. Muitas vezes essas informações são usadas para comprovar a idoneidade de um ato ou avaliar a performance de um período, ajudando na tomada de decisões.

(Fonte: Inon Neves é vice-presidente da Access, segunda maior empresa do mundo no segmento de gestão de documentos e informações, presente nos Estados Unidos, Brasil, Costa Rica, Panamá e Trinidade e Tobago).

Os perigos do “mantenha-me conectado”

Juarez Araújo (*)

Por que não devemos clicar nesse botão para não correr riscos indesejáveis

Você sabe por que os sites de Internet (especialmente os de redes sociais) mantêm um “check-box” pedindo pra você MANTER-SE CONECTADO na hora em que você faz o seu login? Não é somente pela facilidade de você não ter de colocar o usuário e as senhas todas as vezes que entrar no site. Parece muito cômodo não ter que fazer isso e é realmente o que eles querem que você pense.
Na verdade essa enorme facilidade está atrelada à captura de seus dados de navegação, costumes de compras, redes sociais visitadas, posts, pesquisas, localização e uma infinidade de dados que não percebemos estar disponibilizando. Os sites que possuem esse mecanismo estão coletando todos esses dados sem que você perceba, porque na verdade você deu a eles essa autorização. No momento em que você clicou no check-box autorizando MANTER-SE CONECTADO a captura dos dados já começou.
Mas aí você pode se perguntar: mas eu não autorizei a coleta de dados, eu simplesmente pedi para “manter-me conectado”. Não é verdade. Em todos esses sites existe um TERMO DE ACEITE em que é dito, com todas as palavras, que os seus dados poderão ser utilizados por eles. Quando você instala um desses aplicativos em seu smartphone ou em seu tablet, esse “termo de aceite” vem logo como primeira página e certamente você clica em EU ACEITO. Após isso você (e todos) que provavelmente não leram o “termo de aceite”, aceitou que seus dados sejam capturados e que sejam utilizados. Uma simples e inocente permissão de “mantenha-me conectado” disponibiliza toda essa infinidade de dados.
Uma das maneiras de se proteger dessa coleta é não clicar para se manter conectado quando for entrar no aplicativo. Sempre que precisar utilizá-lo, coloque seu usuário e senha (como você faz no seu Internet Banking), será muito mais seguro e evitará pelo menos uma coleta vasta dos seus dados.
Uma medida importante é: se fizer login no seu navegador com alguma conta, sempre que for sair dele, não clique simplesmente na tecla FECHAR (que é representada pelo “X” no canto superior direito da tela). Faça logoff, saia do aplicativo ou do navegador para que seus dados fiquem pelo menos não tão expostos.
Outra dica importante é não manter históricos em seus navegadores, eles são exatamente o que as empresas procuram para lhe fazer ofertas e tudo mais. Configure o seu navegador para que apague os históricos e o que chamamos de COOKIES, que são os rastros deixados por eles na sua utilização. Essa dica vale também para todos os aplicativos como uma forma de proteger seus dados de navegação, costumes de compra, etc., principalmente para aqueles aplicativos em que você teve que deixar o número do seu cartão de crédito e dados de cobrança.
Não é muito agradável ter que colocar usuário e senhas todas as vezes que formos utilizar esses aplicativos e navegadores, mas é uma forma de proteger-se. Lembre-se sempre: utilize todos os demais aplicativos e navegadores, como se fossem o seu INTERNET BANKING, sempre faça log off e limpe todos os seus dados de navegação e cookies. Afinal, imagine se os seus dados de navegação e costumes caem em mãos erradas.

(*) É diretor comercial da DBACorp (www.dbacorp.com.br).

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Outras Matérias sobre Tecnologia

 

Mais Lidas