ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

4 passos essenciais para empresas adotarem a transformação digital

Consultoria de transformação digital ensina o que é necessário para que empresas de todos os setores consigam obter sucesso em meio ao momento atual

digital-transformation temproario

 

Não há como negar: a transformação digital é um processo iminente e necessário. Para que empresas de todos os segmentos e tamanhos possam estar preparadas para esse momento, a Sciensa, consultoria de transformação digital, lista os quatro passos essenciais para começar esse processo.

Veja abaixo as principais dicas:

1. Comece sempre pelo planejamento
Algo que acontece com frequência em tentativas de transformação digital é o desperdício de dinheiro no investimento em tecnologia. Isso acontece, principalmente, pela falta de um levantamento da situação atual da empresa, de uma definição bem clara de seus objetivos e pela falta de foco na hora de investir.
De acordo com a companhia, é necessário pensar com cautela nessa etapa e tratar a transformação digital como qualquer projeto que já realizou dentro da empresa, pensando de forma estruturada em respostas para questões como: “O que a companhia pretende com a mudança desse mindset?” “Quais serão as etapas para um processo rápido, seguro e eficiente?” e “Como medir o sucesso dessa transformação?”.
Felipe Oliveira, CEO da Sciensa, explica que essas perguntas precisam ser respondidas antes de começar qualquer iniciativa. “Atualmente, falamos muito em OKRs, e é para esse lado que novas linhas de negócio têm que seguir. Um bom exemplo disso é listar quantas novas contas são abertas mensalmente em uma instituição financeira ou quantos novos pedidos são gerados por mês em um e-commerce”, afirma.

2. Inclua toda a empresa na discussão
A transformação digital é uma mudança completa não só na forma como a empresa enxerga o mercado, mas em como ela opera com base em tecnologia. Por isso, engajar colaboradores é fundamental, com transparência desde o planejamento até à execução das estratégias.
“Convide todos a darem sugestões e opiniões. Além de conseguir insights importantes de quem produz diretamente o sucesso da empresa, essa é uma oportunidade forma de criar uma cultura de inovação em todos os profissionais. Uma empresa movida a ideias disruptivas já tem muita vantagem para o futuro do mercado”, destaca Oliveira.

3. Invista na autonomia de cada
departamento
Nesse contexto, a companhia recomenda dar autonomia para os grupos trabalharem – o que significa que todo o mindset do boarding executivo tem que ser repensado.
“Hoje, as empresas são organizadas no modelo piramidal inverso, visto que os CEOs acabam lidando com muitas demandas e não conseguem realmente trabalhar em muitas verticais distintas. Quando esse modelo é quebrado e fluxos de negócio são estabelecidos, o board executivo se vê como investidor de fato e empodera esses grupos para que eles atinjam o melhor desempenho”, recomenda Oliveira.

4. Convoque empresas parceiras para te ajudar nesse processo
O processo de transformação digital é necessário, mas pode se tornar complexo ou até ineficiente quando é feito por conta própria. Executar todas as tarefas –planejamento, treinamento, execução, adaptação e inovação – de forma totalmente autônoma pode se tornar um verdadeiro desafio.
“A vantagem de uma empresa parceira nesse sentido é contar com um framework denso e que funciona de verdade, capaz de identificar os níveis de maturidade de uma companhia e contar com um roll out de trabalho desenhado de acordo com esse levantamento”, explica Oliveira.

 
Outras Matérias sobre Tecnologia

 

Mais Lidas

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171