Ofereça o seu melhor

Pedro Paulo era o mais novo trainee em uma empresa de logística

Durante o seu primeiro mês de trabalho ele conheceu as diferentes áreas da organização, estava com muito entusiasmo. Quando questionado por amigos para qual cargo ele foi contratado, a resposta era: “Não sei, por enquanto estou conhecendo a empresa. O meu gestor é gerente de marketing, estou terminando economia e fiz administração. Então posso ir para o financeiro, planejamento, análise, mas não tenho ideia do que vou fazer.”

No mês seguinte, o gestor lhe entregou uma função: reconhecer os limites e oportunidades para melhorar a produção. Ele ficou feliz, mas com dúvidas na abordagem. Antes de iniciar o serviço ele perguntou ao gestor qual seria o passo a passo. A resposta surpreendeu: “Se eu te entregar um roteiro ou formato poderia perder a chance de conhecer a sua impressão. Apresente o seu melhor.”

Atencioso, Pedro Paulo fez muitas anotações e reconheceu lacunas, obstáculos e oportunidades, mas não tinha ideia de como apresentar os registros que fez ao gestor. O cenário da organização não era dos mais favoráveis. Por conta das dúvidas de como entregar o que produziu, ele foi conversar com sua madrinha, que era diretora de um banco.

Ela lhe deu uma sugestão: “Crie um olhar positivo sobre as partes, mas principalmente sobre o processo; também acredito que incluir algumas perguntas a favor da reflexão do seu gestor podem ajudar.” Depois de organizar os dados ele foi para a reunião de entrega, a qual descrevo a seguir:
Gestor - E então quais são os resultados?

eduardo vitale

Eduardo Vitale
Comunicólogo, desenha e conduz processos colaborativos - O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. - www.iande.net

PP - Fatos e comentários:
• O software de controle de estoque é bom, mas só isso não é o suficiente para que a empresa alcance uma melhor performance.

• Os profissionais de empacotamento são eficientes. O gerente da área, recém-chegado na empresa não esta com uma boa relação com os seus liderados.
• O atendimento comercial é forte, o limite do grupo está na competição interna.
• Observei que os funcionários em geral cumprem o horário, por outro lado muitos não expressam alegria e alguns trabalham de cara fechada.
• A liderança de contabilidade é excelente, mas acredito que as metas podem ser mais ousadas.
• Existe uma intensa interação entre áreas de comunicação e marketing com foco no resultado. Uma boa produção e o estresse são incompatíveis.

PP - Perguntas:

• Qual o grau de adequação dos operadores em relação ao cargo que ocupam?
• Como ocorre o diálogo entre as diferentes áreas e cargos na empresa?
• Quando escutamos as necessidades de desenvolvimento pessoal de cada um?
• Como criar condições para gerar colaboração em contextos competitivos?
• Existe algum tipo de processo para mapear soluções no aspecto do desperdício e a otimização de recursos? Como descentralizar o acesso a informação?
• Como promover a inteligência coletiva e a coresponsabilidade?

Gestor – Estou muito surpreso. Você foi além da sua área de formação, suas contribuições são importantes. Algo mais?

PP – Também criei um descritivo por área. Uma situação me impactou este mês, escutei um dos líderes resmungar: “Só pepino esta semana, um problema atrás do outro.”
• Uma das funções do líder não é cuidar dos problemas?
• Como terminam as reuniões convocadas?

Gestor – Vamos nos relacionar bem. Se prepare, amanhã acontecerá uma reunião

com a equipe para você apresentar o descritivo por área, e este mês ainda vamos desenhar boas estratégias juntos.

“Ofereça o seu melhor e o universo irá te contemplar com pessoas de propósito e muita inspiração. A sustentação de uma jornada consciente esta sempre relacionada com aquele que se entrega para sua composição. - Eduardo Vitale”

banner iande



banner js

Para anunciar nesta coluna ligue (11) 3106-4171 e fale com Lilian Mancuso