Livros em Revista 10 a 12/03/2018

pressa temproario

Pressa de Ser Feliz

Matheus Rocha – Planeta – Jornalista ansioso, abre seu coração e repositório de páginas escritas em forma de diário. Seu terceiro livro. Realmente, suas páginas denotam uma nítida e voraz busca da felicidade. Quem não? Apesar de muito jovem, demonstra um teor literário elogiável. Apesar de declarar-se notório ansioso, não trata apenas de existencialismos tracionadores para baixo. Ao contrário, visa palmilhar uma trajetória requintada, plena. Interessante!

vacinar temproarioVacinar, Sim ou Não?: Um guia fundamental

Gabriel Oselka - Guido Carlos Levi – Monica Levi – MG –  Uma importante obra referencial, que tem a finalidade – e a cumpre – esclarecedora quanto à necessidade da imunização. Por incrível que possa parecer, muitas pessoas e algumas entidades representativas, obstaculizam a prática vacinal. Repleta de fatos e fotos, a obra ganha um corpo indubitável a cada página. Deve ser lido por pais, professores, religiosos, jovens, enfim por toda nossa vasta sociedade. Muito útil.

viva temproarioViva este Livro!

Camila Piva – Ciranda Cultural – Uma proposta diferente para uma auto análise e uma ferramenta para propor a si mesmo, metas de vida a curta e médio prazo. De maneira seriamente lúdica, são apresentadas 60 ações, com absoluta interatividade do leitor. Gostoso de ler, fazer e principalmente pensar. Com muita sensibilidade e respeito, o leitor levará um “chacoalhão “, ao realizar as “tarefas” sugeridas em cada página. A introspecção é iminente. Ao final é sugerido que o leitor, guarde o livro e o reabra ao cabo de 10 anos, para uma avaliação. Muito legal! Para qualquer idade, profissão e ou inclinação.

musica temproarioMúsica & Boemia: A autobiografia de Catulo da Paixão Cearense

Gonçalo Silva Junior (Org) – Noir –  Num recompensado esforço, o organizador conseguiu agrupar e resgatar as memórias desse poeta; cantador; boêmio, compositor e contador de causos, falecido em 1946. Numa época carente de meios difusivos, reinou absoluto. Algumas de suas letras, até hoje são lembradas: “Luar do Sertão”, “Flor Amorosa”,  dentre tantas outras. Sua verve, permeava o palácio presidencial. A homenagem é justíssima e o trabalho louvável! Deverá ser lido pelo nossos jovens, não só pela riqueza de fatos, como também pelo belo exemplo.

Mais Lidas