Mobile wallets já é usado por 36% dos brasileiros

@ De acordo com a pesquisa “Global Consumer Survey: Consumer Trust and Security Perceptions”, elaborada em abril de 2016 pela americana ACI Worldwide, líder global em pagamentos eletrônicos para instituições financeiras, varejistas e processadores, o conceito de “mobile wallets” (carteira eletrônica) está crescendo rapidamente no Brasil. O estudo apontou que o total de brasileiros que usavam seus celulares para fazer pagamentos chegou a 36% em 2015, praticamente o dobro que um ano antes, quando essa proporção era de 19%. A adoção da mobile wallet é mais forte em regiões onde as opções de pagamentos eletrônicos são menos maduras. Pesquisa completa em (https://www.aciworldwide.com/-/media/files/collateral/trends/2017-global-consumer-survey-consumer-trust-and-security-perceptions.pdf).

Evento de tecnologia e moda para debater sobre “Store of the Future”

@A Farfetch, a plataforma online com a melhor seleção de compras de luxo do mundo, tem o prazer de revelar os palestrantes e parceiros de pesquisa da FarfetchOS; cujo próximo evento acontece no dia 12 de abril no Design Museum, em Londres. José Neves, fundador, co-presidente e CEO da Farfetch, comentou: "Nós acreditamos que o futuro da moda de luxo envolverá a loja física e será ampliado por meio de plataformas digitais, tornando possível uma variedade de experiências exclusivas focadas no consumidor. FarfetchOS será o palco destas discussões que irão se aprofundar neste assunto e estamos muito felizes em anunciar alguns dos palestrantes do evento, juntamente com nosso parceiro de pesquisa Bain & Company, que irá explorar esta união entre varejo físico e digital (http://www.farfetch.com/br/).

Tecnologia cruza dados e ajuda Receita Federal e prefeituras a arrecadarem mais

@Os catarinenses têm até o próximo dia 28 de abril para declararem o que receberam e o que gastaram ao longo do ano de 2016. Consideradas um tormento pra muita gente, a Receita Federal espera receber 1,23 milhão de Declarações Anuais do Imposto de Renda Pessoa Física até o final do prazo. O número representa cerca de 21 mil entregas a mais do que no ano passado pelos contribuintes de Santa Catarina. Para muitos deles, separar os documentos que comprovem os rendimentos tributáveis do ano anterior e inserir as informações no sistema disponibilizado pelo órgão federal pode ser uma tarefa complicada e cansativa, sobretudo se houver muitos valores a restituir ou vários dependentes vinculados a um mesmo CPF. É comum que em casos assim algumas informações sejam enviadas incorreta ou equivocadamente, fazendo com que o contribuinte caia na malha-fina da Receita e tenha que prestar esclarecimentos. No entanto, ser informado de que a declaração será analisada com lupa pelo leão não significa, imediatamente, problemas graves. De todas as que foram entregues em Santa Catarina em 2016, 10% delas exigiram atenção especial dos auditores fiscais à documentação enviada pelos contribuintes. Destas, apenas 3% não foram corrigidas, indicando a possibilidade de que existam irregularidades no acerto tributário.

Mais Lidas