Inteligência Artificial e a aprendizagem de máquina em realidade

@A Dell Technologies apresenta os novos Servidores Dell EMC PowerEdge 14G de quatro processadores e o Dell Precision Optimizer 5.0 para reforçar os recursos de inteligência artificial, machine learning e deep learning com o objetivo de ajudar os clientes a transformar dados em insights de negócios em tempo real. O poder da inteligência artificial e da aprendizagem automática permite às empresas lançar produtos, serviços, soluções e experiências baseadas em decisões orientadas por dados. A Dell EMC oferece desde o PC e a estação de trabalho, até o data center e aplicativos executados na nuvem, com os melhores resultados para o negócio, permitindo soluções completas orientadas por dados (https://www.delltechnologies.com/en-us/index.htm).

Veritas complementa ambientes do Microsoft Office 365

@A Veritas Technologies, líder em gerenciamento de dados multinuvem, anunciou hoje a solução Proteção e Governança de Dados Veritas para Microsoft Office 365, um novo conjunto de ofertas de proteção e governança de dados. Esses aplicativos baseados em software como serviço (SaaS) fáceis de usar podem ser ativados rapidamente e entregar recursos de gerenciamento de dados corporativos para analisar, descobrir e recuperar os dados do Office 365, onde e quando necessário. As organizações estão adotando cada vez mais rápido ambientes de escritório em nuvem como o Office 365 (www.veritas.com).

Cresce uso de Internet e redes sociais por microempresas no Brasil

@O uso da Internet por microempresas (1 a 9 pessoas ocupadas) atingiu o patamar de 88%, de acordo com a pesquisa TIC Empresas 2017, lançada nesta quarta-feira (6) pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) por meio do Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br) do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br). De 2007 até hoje, houve um crescimento de 19 pontos percentuais; por sua vez, a proporção de microempresas com computador avançou em dez anos para 89%, representando um aumento de 10 pontos percentuais. A pesquisa também revela que, em 2017, 29% das microempresas possuíam website e 65% estavam presentes nas redes sociais. "A significativa presença na Internet, por meio das redes sociais em relação a websites próprios provavelmente se dá em função do acesso facilitado e menor custo de manutenção, se comparadas as duas formas de presença on-line das microempresas brasileiras", explica Alexandre Barbosa, gerente do Cetic.br.