ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

Jorge Vercillo show beneficente

Jorge Vercilo


O cantor, compositor e violonista Jorge Vercillo fará show beneficente. A renda do espetáculo será integralmente revertida para o projeto São Damião, do Centro de Estudos da Consciência (CEC), associação sem fins lucrativos que promove o desenvolvimento humano. O artista apresentará os grandes sucessos de sua carreira, ao longo de 20 anos.

Serviço: Espaço Espiritualidade Independente, R. Salvador Simões, 444, Ipiranga, tel. 5063-2150. Domingo (21) às 17h. Ingresso: R$ 50.

REFLEXÃO

SOLIDÃO.
A rigor, apenas o egoísta vive só.
O altruísta jamais se sente abandonado, mesmo quando não tenha encontrado ainda uma companhia.
Quem é solidário desconhece a melancolia, a depressão, a angústia, a falta de alegria de viver.
Muitos se queixam de solidão, apesar de estarem rodeados por dezenas de pessoas; estes são os que ainda não aprenderam a sair de si mesmos.
Os solitários, quase sempre, são os que desejam a felicidade exclusivamente para si.
Aqueles que tomam a iniciativa de amar nunca se sentem desarmados.
A vida é uma permuta constante; quem espere receber algo deve doar aos outros os que deseja ter de volta!
Quem não semeia desconhece as alegrias da colheita.
É claro que a solidão pode ser uma prova para o espírito, mas toda prova existe para ser superada.
Quando a solidão nos martirize, busquemos nos tornar úteis aos nossos semelhantes. E se, porventura, servindo o próximo em alguma tarefa de beneficência, ainda nos sentirmos sós, isto significará, que precisaremos aumentar a nossa cota de tempo no trabalho desinteressado aos que sofrem.
Solidão é sinônimo de mãos desocupadas e alma vazia de ideal.

Livro “Lições da Vida” - Carlos A. Baccelli – Irmão José.

“Mantenha Fora do Alcance do Bebê”

Elenco da peça Débora Falabella e Jorge Emil.

“Mantenha fora do alcance do bebê” apresenta uma mulher que está diante de uma assistente social enfrentando uma entrevista como parte integrante do processo de adoção de um bebê. Porém, durante a entrevista as coisas fogem um pouco de controle e, como medida emergencial, Rubens, o marido da primeira mulher, está a caminho do local da entrevista. Enquanto isso, um lobo selvagem acompanha, em silêncio, o desenrolar da situação. Com Débora Falabella, Anapaula Csernik, Jorge Emil e Diego Dac.

Serviço: Centro Cultural São Paulo, R. Vergueiro, 1000, Paraíso, tel. 3397-4002. Sextas e sábados às 21h e domingos às 20h. Entrada franca. Até 05/07.

Morte

O Narrador criação, Diogo Liberano compartilha vivências próprias relacionadas à morte de parentes e amigos, porém, mais do que se deter sobre a morte, eis uma performance que parte dela para abrir um olhar renovador sobre a vida. De acordo com Benjamin, “a morte é a sanção de tudo o que o narrador pode contar. É da morte que ele deriva sua autoridade.” Assim, a dramaturgia escrita por Liberano nasce de uma mescla de narrativas distintas (cenas dramáticas, poemas, troca de e-mails, lembranças, cartas, contos) e se afeta e reescreve por meio do gesto de contar histórias, que entrelaça performer, o espaço no qual se apresenta e o público para o qual se destina. Dramaturgia e Performance: Diogo Liberano.

Serviço: Sesc Ipiranga, R. Bom Pastor, 822, tel. 2215-8418. Sextas às 21h30 e sábados às 19h30. Ingressos: R$ 20 e R$ 10. Até 01/08.

Exposicão internacional de arte contemporânea

A exposição internacional Imaterialidade de arte contemporânea traz diferentes artistas cujos trabalhos evocam a desmaterialização, a sublimação da matéria, ou, artistas que têm o impalpável como elemento principal do trabalho, som, luz, ar, palavra. Imaterialidade é composta por 22 obras, assinadas por 10 artistas brasileiros - Brígida Baltar, Carlito Carvalhosa, Fabiana de Barros & Michel Favre, José Damasceno, Laura Vinci, Marcius Galan, Marcos Chaves, Paola Junqueira, Paulo Vivacqua e Waltercio Caldas e oito artistas de outras nacionalidades - Anthony McCall (Inglaterra), Ben Vautier (Itália), Bruce Nauman (EUA), Ceal Floyer (Paquistão) François Morellet (França), James Turrell (EUA), Keith Sonnier (EUA) e Ryan Gander (Inglaterra).

Serviço: Sesc Belenzinho, Padre Adelino, 1000, Belenzinho, tel. 2076-9700. De terça a sábado das 10h às 21h e aos domingos das 10h às 19h30. Entrada franca. Até 27/09.

Música raiz

O violeiro João Ormond apresenta o show Quariterê - Pantanais, composto por canções autorais que fazem parte de sua discografia, clássicos da música de raiz de nomes como Almir Sater, Renato Teixeira, Pena Branca e Tião Carreiro, entre outros. Um show que passeia pelo cinturão caipira brasileiro (MG, SP, MT, MS e GO).

Serviço: Sesc Campo Limpo, R. Nossa Senhora do Bom Conselho, 120, tel. 5510-2700. Sábado (27) às 20h. Entrada franca.

COMPORTAMENTO

De forma bem humorada, a peça Congresso Nacional de Sexologia retrata o comportamento sexual e as relações humanas. O formato de um congresso sério e importante é o cenário que convida o público a viajar e refletir se o sexo ainda é tabu. Com Charles Paraventi, Lucas Domso e Daniela Brescianini.

Serviço: Teatro Bibi Ferreira, Av. Brigadeiro Luís Antônio, 931, Bela Vista, tel. 3105-3129. Sábados às 23h59. Ingresso: R$ 60. Até 27/06.


Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171