Meu Favorito - O Musical

malvado abre

Espetáculo infantil de adaptação livre do filme “Meu Malvado Favorito”, conta a história de um vilão secreto muito atrapalhado que rouba uma das pirâmides do Egito. Desejando realizar algo ainda mais impressionante, ele planeja roubar a Lua, e vai contar com a ajuda dos seres amarelados que trabalham como seus ajudantes, e um Doutor cientista nada normal. O espetáculo passa uma mensagem de bondade, gentileza, respeito pelo próximo, esperança, muita fé, e principalmente que o amor tem o poder de transformar as pessoas. Com Aghata Adrielly, Amara Hartmann, Diego Intrieri, Edison Battestin, Kaique Lessa, Larissa Lessa, Luan Gonçalves, Sancler Pantano e Washington Fernandes.

Serviço: Teatro Ressurreição, R. dos Jornalistas, 123, Jabaquara, tel. 5016-1787. Sábados e domingos às 17h. Ingresso: R$ 50. Até 30/08.

REFLEXÃO

OBSTÁCULOS

Na execução das tarefas que o Senhor nos concede na seara espírita, encontramos obstáculos de todo gênero. Aqueles que procedem das circunstâncias, como sejam: * os empecilhos do tempo; * a condução difícil; * as exigências sociais; * as atividades extras da profissão. Aqueles que nascem de casa: * a festa imprevista; * o parente enfermo; * a visita inesperada; * o impedimento doméstico. Muitos que nos chegam dos entes queridos, quais estes: * a oposição dos pontos de vista; * a incompreensão; * o apelo insistente a regozijos menos felizes; * a dificuldade, em comum, que exige apoio. Os que se originam no grupo de trabalho: * o azedume dos companheiros; * a ausência de concurso fraterno; * a crítica destrutiva; * a falta de entendimento. E aqueles outros dos piores, os que nascem de nós mesmos: * o desânimo; * a irritação; * a rebeldia; * a intemperança mental; * a doença de gravidade imaginária; * o cansaço suposto invencível. Toda vez que obstáculos se nos interponham entre o dever da ação e a necessidade da cooperação no serviço do bem aos semelhantes, que redundará sempre em benefício a nós mesmos, peçamos o Auxílio Divino, através da prece silenciosa, e atendamos a todos aqueles que nos digam respeito à tranquilidade da consciência, mas, à frente de quaisquer outros, sem qualquer fundamento sério na vida espiritual, tenhamos suficiente coragem para romper com eles, na certeza de que, com a Bênção de Deus, saberemos atravessar todas as crises e empeços da luta cotidiana, se nos dispusermos a trabalhar.

Texto extraído do Livro Rumo Certo, espírito Emmanuel, psicografia Francisco Cândido Xavier.

Dora, a Aventureira

dora temporario

Baseado no grande sucesso da TV, a peça Dora, a Aventureira conta as aventuras da Dora, uma simpática garotinha que vive muitas aventuras para salvar quem está em perigo. Ao lado do macaquinho Botas, Dora tenta descobrir como ajudar alguém que está com problemas em qualquer lugar do planeta. Para isso, eles contam ainda com o personagem Mapa, que entra em cena para mostrar o caminho a ser seguido, sempre em 3 etapas. No trajeto entre uma etapa e outra, pode ser necessário que Dora utilize os objetos que trás em sua Mochila. Temos também o Raposo, que apesar de não ser exatamente malvado, sempre tenta roubar os objetos que Dora e seus amigos.

Serviço: Teatro UMC, Av. Imperatriz Leopoldina, 550, Vila Leopoldina, tel. 2574-7749. Sábados às 16h. Ingresso: R$ 50. Até 08/08.

Espetáculo “Memórias Impressas”

O espetáculo/intervenção Memórias Impressas, de Claudia Schapira, explora o conceito de memória para além da subjetividade e revela que existem traços e histórias contidas em objetos, panos e espaços. Um dos três ganhadores entre os mais de 200 textos que participaram do edital que deu origem ao evento, o espetáculo/intervenção traz no elenco as atrizes Fernanda D’Umbra, Luaa Gabanini, Luciene Guedes e Sandra Lessa e a presença do DJ Eugênio Lima. Em Memórias Impressas as atrizes percorrem três instalações, cada uma ilustrando um ambiente diferente, composto por luz, objetos, figurino, e uma projeção. A atriz Sandra Lessa atua como uma espécie de mediadora “costurando” as ações das outras três atrizes.

Serviço: Centro Cultural São Paulo, R. Vergueiro, 1000, Vergueiro, tel. 3397-4002. Sextas e sábados às 21h e domingos às 20h. Entrada franca. Até 23/08.

Recortes

A partir da pesquisa de linguagem da Companhia Razões Inversas e da temática sobre o universo feminino, o espetáculo A espera dela expõe recortes poéticos de questões como a violência doméstica, os padrões de beleza, o aborto, a maternidade, os padrões opressores de comportamento, o prazer, o amor e a dor.

Serviço: Funarte, Alameda Nothmann, 1058, Campos Elíseos, tel. 3662-5177. Quartas e quintas às 21h30. Ingresso: R$ 20. Até 13/09.

Matuto

Cena do espetáculo Os Jecas.

O espetáculo Os Jecas poético-musical-caipira convida o espectador a acompanhar as idas-e-vindas de nossos matutos da roça, hoje tão instalados e desidentificados nas nossas cidades. Com suas modas de viola, até o “sertanejo” e suas várias vertentes, a plateia acompanha musicalmente a figura dos Jecas, com sua singelezas nostálgicas aliadas a um jeito próprio de ver a vida, uma ética. E vão eles matutando ironicamente sobre a realidade de ontem e hoje; cantando suas alegrias e tristezas, contando seus causos, miradas, saudades.... Com Daniela Schitini, Elcio Rodrigues, Helder Mariani, Katia Naiane, Laruama Alves e Leandro Goulart. Idealização e Dramaturgia: Helder Mariani. Parcerias artísticas: Adilson Rodrigues (música, vozes), Caio Salay (arranjos musicais, encenação), Dagoberto Feliz (encenação e música) e Humberto Vieira (direção de arte).

Serviço: Casa das Rosas, Av. Paulista, 37, Paraíso, tel. 3285-6986. Sexta (31) às 20h. Entrada Franca.

Musical “Beatles Num Céu de Diamantes”

O musical é dirigido por Charles Möeller e Claudio Botelho, estrelado por Carol Bezerra e Felipe Tavolaro e nove atores-cantores especialmente formados para as apresentações na capital paulista. A montagem passeia pela obra do quarteto de Liverpool com sucessos como “Yesterday”, “Let it Be” e “Strawberry Fields Forever”. O título “Beatles Num Céu de Diamantes” faz referência à famosa canção “Lucy in the Sky with Diamonds”, gravada pelos Beatles na década de 1960. “Diz a lenda que as iniciais dessa música remetem ao LSD. Queríamos um titulo psicodélico para o espetáculo”, explica o diretor Charles Möeller. Ao longo de todas as apresentações do espetáculo, atuaram oito elencos distintos, além de várias mudanças de figurino, cenário e até nos arranjos das composições.

Serviço: Teatro Folha, Sextas, às 21h30, sábados, às 20h e às 22h e aos domingos, às 20h. Ingressos: sextas e domingos, R$ 40 e R$ 60, aos sábados, R$ 50 e R$ 70. Atá 30/08.

SAUDAÇÕES

No show Saudações Egberto de Delia Fischer, a compositora e pianista Delia Fischer vai mostrar o repertório de canções e releituras do compositor e multi instrumentista Egberto Gismonti, que também participa do álbum na faixa-título “Saudacões”. Em formato solo com participações especiais, ela irá apresentar faixas de outros CDs autorais e também releituras de músicas de Beatles e Milton Nascimento.

Serviço: Teatro Livraria da Vila (Shopping JK Iguatemi), Av. Juscelino Kubitschek, 2041, Vila Olímpia, tel. 5180-4790. Sexta (31) às 20h30. Ingresso: R$ 60.

 
Mais Lidas