Exposição O Olhar do Minotauro

Obra da exposição O Olhar do Minotauro.

A mostra O Olhar do Minotauro apresentas uma série de multiplicidade étnica retratada holisticamente em diferentes culturas. O mundo visto pelo fotógrafo compõe um museu imaginário itinerante, em que os indivíduos indivíduos em seu meio. O Olhar do Minotauro revela a sabedoria de povos ancestrais, conta histórias traduzidas em imagens captadas em cerca de 50 países por onde o fotógrafo passou nos últimos 12 anos. No contato com as comunidades que visita, Renan Rosa procura manter o foco nas pessoas, no modo de vida delas e de seus familiares, na sua cultura e nas suas tradições, e dessa forma, ele desvenda-lhes o coração e lhes captura o olhar, que é a alma do retrato

Serviço: Sesi Mauá, Av. Presidente Castelo Branco, 237, Jardim Zaíra, tel. 4542-8950. De segunda a sexta, das 8h às 21h; sábados, domingos e feriados das 10h às 18h. Entrada franca. Até 06/06.

Banda Trela

A banda Trela apresenta repertório com músicas do disco "A Arte de Improvisar", além de alguns covers e músicas novas. Entre elas, estão "Será sempre assim", "O que eu não vejo", "A Arte de Improvisar", "Sem ter pra onde correr", e muito mais. O show conta com a aprewsentação da banda Strike. Com, Max Matta (vocal), Chaverinho (guitarra), Carlinhos (bateria) e Thiago (baixo).

Serviço: Hangar 110, R.rodolfo miranda, 110. Domingo (31) das 19h às 23h. Ingresso: R$ 40.

Andanças

O grupo Dilei faz um passeio pela música disco, eletrônica e pelo rock’n’roll. As letras abordam temas como a nostalgia e experiência de andanças e os timbres são construídos com guitarras, programações eletrônicas, baixo, bateria e, em alguns momentos, até com violoncelo e bandolim. A banda lançou seu primeiro disco em 2007, intitulado "Olhar o mundo com os pés". Em 2009 gravou o DVD "Registro ao vivo" e agora se prepara para lançar seu novo trabalho em 2015. Com Fabio Massa (bateria), Guga Pine (vocal e bandolim), Guilherme Marcello (baixo), João Victor (guitarra) e Raphael Evangelista (programação eletrônica e cello).

Serviço: The Orleans, R. Girassol, 398 , Pinheiros, tel. 3031-1780. Quinta (28) às 21h. Entrada franca.

Exposição Jerusalém

A exposição Jerusalém, Arte e Mistério apresenta o mais recente trabalho de Viviana Tagar. A proposta da exposição é mostrar um lado desconhecido de Jesusalém.

Serviço: MuBE Nova Cultural, R. Alemanha, 221, Pinheiros, tel. 4301-7521. De terça a domingo das 10h às 19h. Entrada franca. Até 21/06.

A temporada de O Beijo da Mulher Aranha traz 30 atores, cantores e bailarinos para contar a história de Molina, um homossexual condenado por “corrupção de menor” que para fugir da triste realidade que o cerca, recorda filmes cheios de mistério e romance protagonizados por Aurora, uma estrela do cinema favorita de Molina que em um de seus filmes, encarna a Mulher Aranha. Encarcerado na mesma cela também está Valentin, um prisioneiro político que tenta se manter o mais politizado possível em relação ao momento em que vive. Apesar das diferenças, esta convivência faz com que os dois homens se compreendam e se respeitem. Com Alessandro Fritzen, Aline Teixeira, Allan Christos, André Lino, Ariani Rocha, Arthur Lemos, Charles Souza, Gabriela Miranda, Giovana Del Gaudio, Giovanni Baroni, Guilherme Bueno,Irwing Leandro, Ismael Resende, João Said, Joaquim Teodoro,Jordania Miranda, Juliana Hack, Julio Cesar Santos, June Musselli,Letícia Mayumi Silva, Lucas Nadin, Natã Queiroz, Natiely Amado,Patrícia dos Santos, Patricia Radesca, Pedro Augusto, Rosi Araújo, Sydney Salvatori, Vivi Nepomuceno e Wilton Leal.

Local: Teatro Ruth Escobar, R. dos Ingleses, 209, Bela Vista, tel. 3289-2358. Segundas, terças e quartas às 18h30 e às 21h. Entrada franca. Até 01/07.

 

"Ascensão e Queda da Cidade de Mahagonny"

Sob direção de John Fulljames, a apresentação para Royal Opera é cantada em inglês e regida por Mark Wigglesworth.

A ópera "Ascensão e Queda da Cidade de Mahagonny" do compositor alemão Kurt Weill é nova montagem da Royal Opera House. A montagem foi apresentada pela primeira vez em Leipzig, em 1930. Sob direção de John Fulljames, a apresentação para Royal Opera é cantada em inglês e regida por Mark Wigglesworth. Mahagonny é uma ópera satírica que retrata o abuso do dinheiro e da busca do prazer em uma cidade fictícia alimentada pelo crime. Um dos números mais conhecidos é "Alabama Song", que já foi interpretada por artistas como The Doors, David Bowie e Marilyn Manson. O elenco conta com Kurt Streit como o selvagem lenhador Jimmy; Christine Rice como seu amor Jenny; Anne Sofie von Otter, como a ardilosa Leokadja Begbick; e Peter Hoare e Willard W. White como seus ajudantes e companheiros fugitivos Fatty e Moses.

Serviço: Shopping Metrô Santa Cruz, R. Domingos de Morais, 2564, Vila Mariana. Quinta (28) às 18h30, sábado (30) ás 12h30, domingo (31) às 15h30, segunda (31) às 15h30 e terça (2/6) às 18h30. Ingressos: R$ 60 e R$ 30 (meia).

Amanhã Sou Outro

Obra do gaúcho José Joaquim de Campos Leão, apresenta uma colagem de textos dirigida por Nina Rosa. O espetáculo é permeado pela dualidade entre moral e liberdade e propõe uma reflexão sobre aspectos socioculturais e políticos bem como sobre questões de gênero, como o feminismo e a homofobia.

Serviço: Itaú Cultural, Av. Paulista, 149, Paraíso, tel. 2168-1777. De quarta (27) a sexta (29) às 20h. Entrada franca.

Alcione

O show “Eterna Alegria”, da cantora e compositora Alcione, a Marrom apresenta seus principais sucessos Em pouco mais de 40 anos de carreira, Alcione acumula diversos prêmios e parcerias.

Serviço: Quintal do Espeto Tatuapé, R. Serra de Botucatu, 1933, Tatuapé, tel. 5095-6565. Domingo (31), a partir das 13h. Ingresso: R4 100.

CONFLITOS

Amor e Restos Humanos apresenta a narrativa não-linear que trata das relações líquidas de nosso tempo, do corpo em trajetória sexual e de gênero, além da angústia na experiência de amor que os personagens vivem. O apartamento de David e Candy está sempre movimentado. O entra e sai de amigos, amores e amantes acaba levando e trazendo conflitos dos mais profundos e gerando episódios que compõem a trama.

Sereviço: Caixa Cultural São Paulo, Praça da Sé, 111, Centro, tel. 3321-4400. De quinta a domingo às 19h20. Entrada franca. Até 07/06.

Concerto

Diego Figueiredo

Após uma turnê de mais de 40 shows pelo Canadá e pelos EUA, Diego Figueiredo, considerado um dos maiores violonistas do mundo, faz um concerto com obras autorais. O músico faz uma apresentação de estilo variado repercutindo todo o virtuosismo que o consagrou.

Serviço: Centro Cultural São Paulo, R. Vergueiro, 1000, Paraíso, tel. 3397-4023. Quinta (28) às 20h30. Entrada franca.