Romance

 Cena da peça Ontem eu te Amo.

Cheia de incertezas e ambiguidades, a história do romance Ontem eu te Amo fala sobre um homem e uma mulher que se encontram em uma pacata estação de trem e, mesmo aparentemente sem se conhecer, beijam-se apaixonadamente. O público tenta entender de onde vem essa atração que eles sentem um pelo outro. Com Denis Antunes e Gabrielle Araújo.

Serviço: Teatro UMC, Av. Imperatriz Leopoldina, 550, Vila Leopoldina, tel. 2574-7749. Sábados às 19h. Ingresso: R$ 40. Até 06/06.

“Práticas e Reflexões com Educadores - Práticas de Mediação em Acessibilidade”

Debater e trocar expe­riências sobre atividades e práticas de acessibilidade nas grandes exposições, sobretudo no acolhimento de visitantes com deficiência. Em síntese, essa é a proposta do encontro “Práticas e Reflexões com Educadores - Práticas de Mediação em Acessibilidade”. Neste encontro, Camila Alves trará sua experiência e pesquisa como educadora ce­ga de exposições de artes visuais do Centro Cultural Banco do Brasil, com ênfase n­a exposição “Picasso e a Modernidade Espanhola”. Em cartaz até 08 de junho, a mostra trouxe a oportunidade de se desenvolver diversas ações educativas acessíveis, como recursos sonoros e táteis que ambientam o público e trazem conceitos explorados na exposição.

Serviço: Centro Cultural Banco do Brasil, R. Álvares Penteado, 112, Centro, tel. 3113-3651. Sábado (30) das 10h às 12h. Entrada franca.

Exposição Amazônia, de Manaus a Belém

A fotógrafa Marcia Foletto apresenta um roteiro de memórias que marcaram uma viagem de cinco dias de navio pelo Rio Amazonas e seus afluentes. Os instantâneos mostram os hábitos dos ribeirinhos na exposição Amazônia, de Manaus a Belém. Os instantâneos mostram os hábitos dos ribeirinhos em pequenas vilas e a grandeza de Belém do Pará, cidade histórica que cada vez mais vem assumindo seu papel como metrópole amazônica.

Serviço: Sesi Cotia, R. Mesopotâmia, 300, Moinho Velho, Cotia, tel. 4612-3323. De segunda a sexta das 10h às 19h; sábados, domingos e feriados das 10h às 17h. Entrada fanca. Até 06/06.

 

Identidade gay

O espetáculo Dizer e Não Pedir Segredo estreia no proximo dia 5 de junho. A montagem faz quatro apresentações. Partindo do livro Devassos no Paraíso – A homossexualidade no Brasil, da Colônia à Atualidade, de João Silvério Trevisan, o espetáculo busca a construção de uma identidade gay em paralelo a uma identidade brasileira.Com Luiz Gustavo Jahjah, Paulo Arcuri e Ronaldo Serruya.

Serviço: Oficina Cultural Oswald de Andrade, R. Três Rios, 363, Bom Retiro, tel. 3222-2662. De sextas (05 e 12) e sábados (06 e 13) às 20h30. Entrada franca.

Tabu

Charles Paraventi, Lucas Domso e Daniela Brescianini.

De forma bem humorada, a peça Congresso Nacional de Sexologia retrata o comportamento sexual e as relações humanas. O formato de um congresso sério e importante é o cenário que convida o público a viajar e refletir se o sexo ainda é tabu. Com Charles Paraventi, Lucas Domso e Daniela Brescianini.

Serviço: Teatro Bibi Ferreira, Av. Brigadeiro Luis Antônio, 931, Bela Vista, tel. 3105-3129. Sábados às 19h. Ingresso: R$ 60. Até 27/06.

Cine estreia

Com produção do paulista Renato Ciasca estreia no próximo dia 4 de junho o longa Sangue Azul, filmado em oito semanas na ilha Fernando de Noronha. Assinam o roteiro do longa o diretor de Casa Grande, Fellipe Barbosa, o corroteirista de Amor, Plástico e Barulho,  Sergio Oliveira e o diretor Lírio Ferreira.  Pupillo, baterista da banda brasileira de mangue beat Nação Zumbi, elaborou a trilha sonora, com algumas composições próprias e outras em parceria com Arto Lindsay, Vítor Araújo, Otto e Carlos Fernando, além de músicas clássicas. Mauro Pinheiro, diretor de fotografia de Cinema, Aspirinas e Urubus, Linha de Passe, Mutum, entre outros, registrou a beleza da ilha em preto branco e em cores, no filme que fala de mar, arte e amor. Com Daniel de Oliveira, Caroline Abras, Sandra Coverloni, Rômulo Braga, Matheus Nachtergaele, Milhem Cortaz, Ruy Guerra e Paulo César Pereio formam o elenco do longa.

Recital

Nesse concerto, o público é convidado a vivenciar uma experiência ímpar, por meio de um mergulho em obras originais e transcrições para contrabaixo registradas no CD do duo Por Toda Minha Vida, um dos mais peculiares da discografia brasileira erudita. O álbum, além de brindar os ouvintes com peças jamais gravadas, fascina pelo virtuosismo de Ana Valéria Poles, que, ao lado da talentosa romena Dana Radu ao piano, forma o duo nascido em 2009. Contrabaixo: Ana Valéria Poles. Piano: Dana Radu.

Serviço: Centro Cultural Fiesp (Ruth Cardoso (SESI)), Av. Paulista, 1313, Cerqueira César, tel. 3146-7405. Domingo (31) às 12h. Entrada franca.

CONFLITOS

Amor e Restos Humanos apresenta a narrativa não-linear que trata das relações líquidas de nosso tempo, do corpo em trajetória sexual e de gênero, além da angústia na experiência de amor que os personagens vivem. O apartamento de David e Candy está sempre movimentado. O entra e sai de amigos, amores e amantes acaba levando e trazendo conflitos dos mais profundos e gerando episódios que compõem a trama.

Sereviço: Caixa Cultural São Paulo, Praça da Sé, 111, Centro, tel. 3321-4400. De quinta a domingo às 19h20. Entrada franca. Até 07/06.

Piadas

A comédia Graças a Deus é um solo de humor de Guilherme Uzeda que mistura stand-up comedy, personagens e piadas! No final ainda tem uma cena hilária! Guilherme fez parte do elenco fixo do espetáculo “terça insana”.

Serviço: Teatro Folha, Av. Higienópolis, 618, Higienópolis, tel. 3823-2323. Sábados às 23h59. Ingresso: R$ 40. Até 27/06.