Feridas antigas

“O Bosque Soturno”, texto do dramaturgo norte-americano Neil LaBute, com Guta Ruiz e Pedro Bosnich, sob a direção de Otávio Martins, reestreia em temporada popular a partir do dia 6 de maio

Cena de “O Bosque Soturno”.

A peça narra os conflitos entre um casal de irmãos que precisa superar as diferenças de personalidades e feridas antigas para resolver uma situação delicada e cheia de mistérios. Presos em um chalé no meio de uma floresta, em uma noite fria e chuvosa, Betty e Bobby se mostram adultos repletos de conflitos e traumas não resolvidos, o que contribui para o clima de tensão da narrativa. Uma história sobre segredos, relação familiar, luto e maturidade, O Bosque Soturno é uma exploração da psique humana do célebre dramaturgo americano Neil LaBute, reconhecido pela profundidade e intensidade de suas peças, além da sua enorme veia de humor negro que contagia todas suas peças. Com Guta Ruiz e Pedro Bosnich.

Serviço: Teatro João Caetano, R. Borges Lagoa 650, Vila Clementino, tel. 5573 3774. Sábados às 21h e domingos às 19h. Ingresso: R$ 20. Até 18/06.

REFLEXÃO

ASSUNTO DE TODOS: Se já reconheces na condição de alma imperecível, compadece-te dos outros e diminui os problemas que lhes possam alcançar o coração. Qual te ocorre, todos eles carregam consigo necessidades e lágrimas. Esse adquiriu débitos de grande porte e despenderá longo tempo para ressarci-los; aquele mora num espinheiro em forma de lar; aquele é portador de enfermidades irreversíveis; aquele outro ainda traz o coração retalhado de angústia por haver perdido um ente amado nos labirintos da morte. Se sabes no caminho onde se oculta alguma pedra, capaz de ferir os pés alheios, procura retirá-la, em silêncio, sem criar complicações. Se conheces algum episódio desagradável, acerca da vida de alguém cala-te e ora pela paz desse alguém, porque não conheces a estrada que trilharás amanhã, em cujos obstáculos poderás perder o próprio equilíbrio. Não faças perguntas que funcionem por lâminas revolvendo o coração dos que te ouvem e evita as questões dolorosas que a tua palavra seja incapaz de resolver. Aprende, em tua convivência, a nutrir a união e a paz, a esperança e o bom ânimo, buscando esquecer indagações suscetíveis de levantar quaisquer comentários maledicentes. Compadece-te de todos, mas especialmente daqueles que vivem junto de ti. Não cortes a mão que te auxilia, nem derrubes o telhado que te protege. Ama somente e acertarás. Meimei (De "Somente Amor", de Francisco Cândido Xavier, pelos espíritos Maria Dolores e Meimei)

Regras de vida

Cia Ato Reverso faz temporada de “Abigail Williams, ou De onde surge o Ódio?”

A Cia Ato Reverso faz temporada de “Abigail Williams, ou De onde surge o Ódio?”. A montagem caminha pela obra As Bruxas de Salém, de Arthur Miller (1915–2005), e pela realidade social incendiária que atravessa o país.A peça, livremente inspirada na obra de Miller, conta a história de Abigail Williams, a adolescente que vive em um pequeno povoado protestante, onde as rígidas regras de convivência a impossibilitam de viver um amor e desenvolver-se plenamente como ser humano. A trama apresenta os caminhos contraditórios e complexos que levam a protagonista ao poder. Oprimida por um fundamentalismo moral e religioso cego, Abigail consegue rachar o sistema e, amparada pelo fanatismo local, lidera um expurgo coletivo de caça às bruxas instaurada na cidade S-S, uma mistura de Salém e São Paulo. Com Bárbara Lins, Daniel Aureliano, Luana Gregory, Lucas Oranmian, Nathália Bonilha e Paulo Salvetti.

Serviço:Oficina Cultural Oswald de Andrade, R. Três Rios, 363, Bom Retiro, tel. 3221-4704. Sextas às 21h e sábados às 19h. Entrada franca. Até 27/05.

Música e bate papo

Jair Oliveira

O cantor Jair Oliveira comanda uma série de apresentações. Quarto de Música tem um convidado a cada quarta-feira, em espetáculos que mesclam interpretações de canções dos convidados e bate papo com Jair. A noite de estreia tem como convidado o cantor Pedro Mariano.

Serviço: Teatro do Morumbi Shopping, Av. Roque Petroni Júnior, 1089, Chácara Santo Antonio, tel. 5183-2800. Quartas às 21h. Ingresso: R$ 60.

Experiência

A Digna segue em cartaz com o espetáculo Entre Vãos. A peça propõe uma experiência teatral que começa antes mesmo da cena. Pelo site (www.adigna.com/entrevaos), o público escolhe o local e a personagem que deseja acompanhar: uma balconista que trabalha numa loja de paletas mexicanas na Santa Cecília; um livreiro de um sebo no Anhangabaú; ou uma mulher, conhecida como Anjo de Corredor (pessoa que guiava os moradores nas dependências do antigo edifício São Vito, normalmente sem luz elétrica, até seus apartamentos), que mora próxima ao metrô Marechal Deodoro. A quarta personagem é Walkyria Ferraz, uma espécie de empreendedora comercial que passa por todas as histórias. A montagem propõe uma experiência cênica pulverizada que transita entre fronteiras de linguagens, oferecendo ao espectador um encontro vivo com histórias reais, ficcionais e paisagens paulistanas. Com Ana Vitória Bella, Helena Cardoso, Laís Marques e Plinio Soares

Serviço: Sábados, domingos, terças e feriados às 15h. Endereço de cada ponto de encontro - A peça acontece nas imediações das estações Marechal Deodoro, Santa Cecília e Anhangabaú. As reservas, assim como as informações de logística de encontros só serão passadas via site da obra (www.adigna.com/entrevaos), tel. 98846-6080. Ingressos: R$ 20. Até 16/05.