Infantil

A peça “No Livro Tudo Tem” traz à cena um país fictício chamado Penúria

Cena da peça “No Livro Tudo Tem”.

Certa vez, a maior biblioteca desse país teve suas portas fechadas, para que os livros fossem investigados pelo Capitão Bigode de Limão e sua tropa. A missão era determinar quais livros poderiam ou não ser lidos pela população. O Sr. Formicarius, o velho bibliotecário apaixonado pelos livros, não admitia que um livro sequer fosse proibido. Na busca por fazer o capitão mudar de ideia, contou com a ajuda de suas velhas companheiras, as Traças. Do lado de fora, as crianças não se conformavam com a interdição da biblioteca. O que será que vai acontecer? Será que os livros serão proibidos? . De forma divertida e lúdica, os artistas incentivam com este espetáculo a leitura e a imaginação. Dos livros saem rainhas e navios, e entre músicas criadas especialmente para a peça, o público pode viajar e curtir esta grande aventura, saindo com a certeza de que, “No livro, tudo tem!”. Com Carlos Escher, Gabriel Stippe, Marilia Scofield, Thales Cristovão.

Serviço: Sesc Consolação (Teatro Anchieta), R. Doutor Vila Nova, 245, tel. 3234-3000. Sábados às 11h. Ingressos: R$ 17 e R$ 8,50 (meia). Até 27/05.

REFLEXÃO

DÁ AS MÃOS AO CRISTO: Homem, se não queres perder o caminho nem te demorares nas estradas por que tu te puseste a viajar, dá as mãos ao Cristo. Ele é o verdadeiro roteiro das nossas vidas. Quem anda com Jesus não erra a direção. Sejamos conscientes dos nossos deveres, compreendendo os valores dos outros e das coisas que nos ajudam a viver. Estamos vivendo uma época de valores pessoais e é neste momento que devemos buscar os tesouros do Espírito, aqueles indicados por Jesus no Seu Evangelho renovador das consciências. Queremos dizer aos leitores desta obra que não se amedrontem com certas rejeições da própria mente ao levá-la ao fogo renovador. Todas as mudanças causam distúrbios e aparentemente destroem. No entanto, quando mudamos com o Cristo no coração, passamos a ser melhores do que antes, nascendo um homem novo dentro do velho. A vida é uma sucessão de vidas, cada vez mais esplendendo para a liberdade e o amor. Se queres melhorar, não deves temer as conseqüências benfeitoras da renovação. São forças opostas que lutam dentro de ti: o Bem e o Mal, as trevas e a luz. Sê forte e dá as mãos a Jesus, que Ele te conduzirá para a plenitude do Bem, que nunca morre. Devemos lembrar que, em todas as nossas dificuldades, procuramos as mãos do Cristo. Ele sabe nos guiar, pelo excesso de amor que Seu coração irradia. Deves dar graças a Deus e cantar hosanas aos anjos pelo aparecimento da Doutrina dos Espíritos. Ela veio rasgar o véu que antes empanava as verdades anunciadas pelo Cristo de Deus e colocá-las nas mãos dos homens. E os homens, com esse tesouro no coração, acertarão os passos rumo à verdadeira fraternidade universal. Para tanto, façamos uma cirurgia moral em cada pensamento que surgir na mente, que Deus e Cristo nos ajudarão a acender o Sol divino na consciência humana. (De "Cirurgia moral", de João Nunes Maia, pelo espírito Lancellin).

Amizade

Myra Ruiz e Fabi Bang.

Depois de um ano em cartaz como protagonistas de um dos maiores hits da história da Broadway, as estrelas de Wicked, Myra Ruiz e Fabi Bang, seguiram para novos desafios em 2017. A primeira abraçou mais um papel importante no teatro, a Maureen do musical Rent, enquanto a segunda migrou para as telinhas como a Nina da novela Rock Story. A dupla agora leva ao palco o show “Desaiando a Amizade”, uma brincadeira com a parceria que começou em Wicked. O espetáculo tem direção e roteiro de Miguel Falabella, que chegou a contracenar com a dupla em uma participação especial que o ator fez em Wicked; além da direção musical do Maestro Paulo Nogueira.

Serviço: Teatro Cetip, R. dos Coropés, 88, Pinheiros. Quinta (4) às 21h. Ingressos: de R$ 30 a R$ 100.

Expo

Resultado da pesquisa do artista sobre este pássaro e a possibilidade de sensibilizar as pessoas sobre a importância de preservar a natureza. Boleta é artista autodidata, tornou-se conhecido por seu estilo próprio em suas pinturas, sempre carregadas de sentimento e cor. É percursor do grafite psicodélico brasileiro e entre suas influências estão a iconografia da tatuagem, a psicodelia dos anos 60 e 70, o misticismo e elementos da natureza.

Serviço: Sesc Interlagos, R. Avenida Manuel Alves Soares, 1100, Parque Colonial. De quarta a domingo, das 9h às 17h. Entrada franca. Até 30/12.

Heavy metal

A banda Alekto, a mais nova potência do heavy metal brasileiro, apresenta show de lançamento do debut álbum “The Unpleasant Reality”. As bandas Furia Inc., Hammurabi, Válvera, Forceps e Rotten Pieces também participarão do evento.

Serviço: Stage Bar, R. Brigadeiro Galvão 871. Sexta (28) às 20h. Ingressos: a partir de R$ 15.



Sociedade marginal

Kayky Brito e Rodrigo Simas.

A renomada peça do autor Plínio Marcos “Dois perdidos numa noite suja” é protagonizada pelos atores Rodrigo Simas e Kayky Brito e encerra suas apresentações no próximo domingo, dia 30 de abril. A trama apresenta as histórias de Paco e Tonho, moradores de uma hospedaria e carregadores de um caminhão do mercado da região. Tonho, personagem vivido por Simas, deseja procurar um emprego melhor, mas vive se lamentado por não possuir um par de sapatos decente e inveja o seu companheiro de quarto, Paco (Kayky), que ostenta belos calçados. Como mote principal, esse par de sapatos torna-se o alvo simbólico desta peça em que, entre trocas de farpas, diálogos ríspidos e um humor sarcástico, os dois personagens trabalham a reflexão de uma sociedade marginalizada.

Serviço: Teatro J. Safra, R. Josef Kryss, 318, Barra Funda, tel. 3611-3042. Sábados às 21h e domingos às 20h. Ingressos: de R$ 30 a R$ 70.

Racismo

Estreia no proximo dia 7 o drama de Alexandre Dal Farra Branco – O Cheiro do Lírio e do Formol. A peça aborda o racismo que acontece numa família de classe média, formada por um menino, seu pai e sua tia, é forçada a lidar com mudanças no cotidiano. Com, André Capuano, Clayton Mariano e Janaina Leite, que também dirige a peça ao lado de Dal Farra.

Centro Cultural São Paulo (CCSP), R. Vergueiro, 1000, tel. 3397-4002. Sextas e sábados, às 21h e domingos, às 20h. Ingressos: De R$ 1 a R$ 5. Até 21/05.

Drama

Cacá Carvalho mergulha novamente no universo subterrâneo de um homem que abandona o convívio social para enfrentar sua própria consciência no drama 2 x 2 = 5 - O Homem do Subsolo. Tanto pelo lado negativo, que cada um traz dentro de si, quanto da piedade do homem quando não encontra outras vias de saída, por pura falta de discernimento em seu próprio pensamento.

Serviço: Teatro FAAP, R. Alagoas, 903, Higienópolis, tel. 3662-7232. Quartas e quintas, às 20h30. Ingresso: R$ 40. Até 04/05.