Reestreia

Sidney Santiago em Madame Satã.

Sozinho em seu quarto, um homem negro corresponde-se com a figura mítica de Madame Satã

Fragmentos de histórias revelam, através das cartas, trajetórias e casos de amor, numa cidade-país carregada de doenças, que mantém sob cárcere privado um jovem apaixonado. O espetáculo “Cartas à Madame Satã ou me desespero sem notícias suas”, da Cia. Os Crespos reestreia hoje (2). A peça conta com interpretação de Sidney Santiago Kuanza, com colaborações em vídeo dos atores Vitor Bassi e Luis Navarro. A personagem, em tom confessional, mescla a força do gesto com a delicadeza do discurso, buscando a cumplicidade do espectador para tornar público uma afetividade cercada de tabus.

Serviço: Sesc Belenzinho, R. Padre Adelino, 1000, tel. 2076-9700. De quinta (2) a sábado (4) às 21h30. Ingressos: R$ 20 e R4$ 10 (meia).

REFLEXÃO

SAÚDE

As tuas mãos em serviço te garantem a saúde.
Não te permitem a ociosidade, porta aberta às enfermidades da alma...
Não te consentem agasalhar idéias pessimistas...
Livram-te da depressão...
Mãos desocupadas - mente receptiva à obsessão.
Mãos vazias - árvore sem frutos.
Mãos inertes - flores emurchecidas.
O trabalho é o tônico da Vida.
Não subtraias as tuas mãos à ação enobrecedora que te preserva o equilíbrio e te sustenta a paz.
Tens, em tuas mãos, a integridade de teu corpo inteiro.

Irmão José (De "Ao alcance das mãos", de Carlos A. Baccelli)

Samba

Batuque das Sinhás

O grupo Batuque das Sinhás apresenta novos arranjos de grandes sucessos da carreira da cantora Beth Carvalho, no show Vou Festejar. Músicas como “As Rosas Não Falam” (Cartola), “Meu Guri” (Chico Buarque), “Andanças” (Marcos Valle e Sérgio Valle), “Coisinha do Pai” (Jorge Aragão) e “Vou Festejar” (Jorge Aragão, Dida e Neoci Dias) destacam-se no repertório do show.

Serviço: Sesc Santo André, R. Tamarutaca, 302, Vila Guiomar, tel. 4469-1200. Hoje (2) às 20h. Entrada franca.

Drama

“Ponto Morto” é uma peça teatral que tenta explorar as possibilidades de um diálogo repleto de fraturas, repetições e nonsense entre um portador de síndrome do espectro autista e seu pai, ambos acima dos 40 anos. Com um texto forte e contundente, nos leva a analisar e discutir um assunto pouco explorado, cercado de medo, discriminação e exclusão social. O tema central é a incapacidade crescente do pai em aceitar as limitações que o transtorno autista impõe ao filho. De alguma forma, as personagens dialogam com antigas fábulas infantis, uma espécie de João e Maria às avessas onde o pai procura não deixar pista para que o filho jamais “retorne” ao ponto de partida. Com Marat Descartes e Luciano Chirolli.

Serviço: Tucarena, R. Monte Alegre, 1024, Perdizes, tel. 3670-8455. Sexta (3) e sábado (4) às 21h e domingo (5) às 18h. Ingressos: R$ 70 e R$ 80.

MPB

Alessandra Leão. Foto: Divulgação

A compositora, cantora e percussionista pernambucana Alessandra Leão sobe ao palco acompanhada pelos músicos Caçapa (guitarra), Ricardo Carneiro (guitarra), Missionário José (baixo), Gustavo Souza (bateria) e Abuhl Júnior (percussão), com o show Língua, que traz no repertório as músicas da trilogia homônima formada pelos EPs Pedra de Sal (2014), Aço (2015) e Língua (2015), além de algumas surpresas. A apresentação tem ainda a participação especial de Tulipa Ruiz. O espetáculo tem interpretação na Língua Brasileira de Sinais (Libras).

Serviço: Auditório Ibirapuera, Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº (Ibirapuera), tel. 3629-1075. Sexta (3) às 21h. Ingresso: R$ 20.

Comédia

A peça “Rose”, a doméstica do Brasil conta a história de Rose, uma mulher batalhadora que ficou famosa por se tornar a doméstica dos gays depois que postou seu vídeo na internet cantando “Grelo”, paródia de “Halo”, da consagrada cantora pop Beyoncé. Ela agora ganha uma versão para o teatro onde relembra toda a sua história antes de ficar famosa, sua vida dura na infância, seus filhos e suas desilusões amorosas. Claro, tudo isso com muita música cantada ao vivo, sotaque nortemineiro, que é a marca registrada da personagem, além de um divertido sonho com seu ídolo Amado Batista. Com Lindsay Paulino.

Teatro Itália, Av.Ipiranga, 344, República, tel. 3255-1979. Sábados às 21h e domingos às 18h. Ingresso: R$ 50. Até 02/04.