Prorrogado

Espetáculo “Bruta Flor” prorroga temporada.

Devido ao sucesso, “Bruta Flor” prorroga temporada até 30 de março

Na peça, os atores mergulharam sem rede de proteção em um texto denso que trata da homofobia internalizada e sua possível consequência trágica. A dramaturgia aborda o relacionamento de dois homens, Lucas e Miguel que se encontram presos em um lugar desconhecido e começam a relembrar a trajetória deles, desde a adolescência. Miguel vai estudar em Londres e eles se afastam. Mais de 10 anos depois, ele volta para o Brasil e reencontra Lucas no metrô. Com Fabio Rhoden, Walquiria Ribeiro, Pedro Lemos, além dos stand-ins: Erika Farias e Adriano Arbol.

Serviço: Teatro Viga Espaço Cênico, R. Capote Valente, 1323, Pinheiros. Quartas e quintas às 21h. Ingressos: R$ 70 e R$ 35 (meia). Até 30/03.

REFLEXÃO

VOLTA AO LAR
A juventude invigilante transformou-lhe a existência.
Entregou-se a toda sorte de prazeres, buscando, na rebeldia, a plenitude.
Sempre insatisfeito, aderiu à filosofia dos "sem destino", passando a detestar a sociedade, na busca da auto-realização.
Cansado, porém, abandonou a cultura ocidental e foi experimentar a meditação no Oriente.
Dedicou-se à reflexão, sob as diretrizes do mestre, e aprendeu a penetrar-se interiormente.
Tudo quanto lhe parecia impossível, tornou-se-lhe uma realidade comprovada.
Passou a experimentar a paz, autodescobriu-se, e começou a ser feliz.
Quanto tudo lhe sorria ventura, o mestre chamou-o e disse-lhe:
- Agora que te realizaste, chegou o momento de partires.
- Para onde? - indagou surpreso.
- De volta ao lar.
- Sinto-me quase iluminado aqui. O retorno significaria o meu desequilíbrio...
- Quem encontrou a luz, jamais volve à treva. Desse modo, leva aos que dormem na ignorância a música do despertar da consciência, a fim de que eles, também, sejam felizes. E não temas. No serviço te plenificarás.
Só então o discípulo entendeu que a plenitude começa quando, realizado, o ser passa a ajudar.
(De "Paz Íntima", de Divaldo Pereira Franco, pelo Espírito Eros).

Esperança

Cena de “Há sempre algo de Ausente que me Atormenta”.

“Há sempre algo de Ausente que me Atormenta” discorre sobre as angústias da escultora francesa Camille Claudel no ano de 1932 num manicômio, na França, onde a artista está internada. A ação se passa a partir da carta que ela recebe do amigo e incentivador Eugene Blot. A personagem começa a questionar sua vida, seu romance com Rodin e sua obra, percebendo quão entrelaçadas todas essas coisas estão. Mas, apesar da mágoa, existe ainda um lado ingênuo e romântico que faz com que ela, antagonicamente, nutra uma certa esperança de ter novamente uma vida normal perto da família. Com Miriam Palma e Paula Ernandes.

Serviço: Livraria Martins Fontes, Av. Paulista, 509, Bela Vista, tel. 2369-2280. Sextas e sábados às 20h30. Ingresso: R$ 50. Até 28/05.

Comédia

Elenco de “Hermes e Renato - Uma Tentativa de Show”.

Um dos grupos cômicos mais ousados já vistos na televisão. As esquetes dessa galera de Petrópolis (RJ) não poupam ninguém. A peça “Hermes e Renato - Uma Tentativa de Show” estreou dentro do festival Risadaria em São Paulo com bilheteria esgotada e fez enorme sucesso, tanto entre os fãs quanto com as pessoas que ainda não conheciam o trabalho do grupo. Com Adriano Silva, Bruno Sutter, Felipe Fagundes, Franco Fanti, Marco Alves e Mario Matias.

Serviço: Teatro Renaissance, Al. Santos, 2233, Cerqueira César, tel. 3069-2286. Domingos às 20h47. Ingresso: R$ 90. Até 30/4.

Cinema Japonês

Mostra de Cinema Japonês: Especial Anime de Makoto Shinkai. sucesso de público no Japão e em diversas partes do mundo, os animes conquistaram o Brasil nos anos 1960 e desde então têm conquistado casa vez mais espaço. Durante a mostra, o público poderá conhecer o trabalho do célebre diretor Makoto Shinkai que, ao contrário da maioria dos diretores clássicos de animes, sempre trabalhou com computador, começando sua carreira desenvolvendo computações gráficas para cenas de videogames japoneses, até chegar à sua primeira grande obra, o curta-metragem Hoshi no Koe (Vozes de uma estrela distante), de 2002. O Lugar Prometido em Nossa Juventude (dia 07/03) (Kumo no Mukou, Yakusoku no Basho), dia 21/03, 5 Centímetros por Segundo (Byôsoku 5 Senchimêtoru). Em Busca das Estrelas (Hoshi wo ou Kodomo), dia 04/04. O Jardim das Palavras (Kotonoha no Niwa), dia 18/04.

Serviço: Casa das Rosas, Av. Paulista, 37, tel. 3288-9447. Terças (07, 21/03 e 04 e 18/04). Entrada franca.

Mais Lidas