História

“A Mão do Povo Brasileiro”, de Lina Bo Bardi, 1969.

A exposição traz objetos de grande riqueza à cultura brasileira. “A Mão do Povo Brasileiro 1969/2016”

A mostra nada mais é do que uma reencenação da mostra histórica de Lina Bo Bardi, que trouxe objetos da cultura material do Brasil para a inauguração do prédio do Masp, em abril de 1969. Na época, ela exibiu aproximadamente 2 mil objetos relacionados à cultura material do Brasil, desde as regiões do sertão do nordeste até o sul do país. Desta vez, com curadoria de Adriano Pedrosa, Julieta González e Tomás Toledo, a exposição não pretende realizar a mesma mostra, mas sim uma nova versão com cerca de mil objetos históricos, datados antes de 1969. Entre eles encontram-se pinturas, esculturas e objetos populares, organizados a partir das mesmas tipologias, com objetos dispostos de forma parecida, em conjuntos análogos.

Serviço: MASP - Museu de Arte de São Paulo, Av. Paulista, 1578, Bela Vista, tel. 3149-5959. De terças, quartas e de sextas a domingo das 10h às 18h. Ingressos: R$ 25 e R$ 12 (meia). Até 29/01.

REFLEXÃO

SIMPLICIDADE:
Quando o Senhor nos exortou à pureza infantil, como sendo a condição de entrada no Plano Superior, não nos convidava à insipiência ou à incultura.
Recomendava-nos a simplicidade do coração, que se revela sempre
disposto a aprender.
A rebeldia e a impermeabilidade são, quase sempre, escuros característicos daqueles que pretendem haver encontrado a última palavra em madureza espiritual.
Nossos excessos de raciocínio, em muitas ocasiões, não passam de desvarios da nossa mente, dominada por incompreensíveis cristalizações de vaidade ou de orgulho.
Criamos, em nossa invigilância, certos padrões convencionais de conduta que nos impedem qualquer acesso à verdadeira luz e, dentro deles, dormitamos à maneira de pássaros cativos que encarcerassem as próprias asas em estreitas limitações.
Contudo, quando entendemos que a vida se renova, todos os dias, e quando percebemos que todos os minutos constituem oportunidades de corrigir e aprender, auxiliar e redimir, entramos na posse da simplicidade real, suscetível de fixar em nosso íntimo, novos painéis de amor e
sabedoria, paz e luz.
Guardemos o espírito de surpresa, diante do mundo e, à frente da estrada que o Alto nos destinou, convertamos a nossa ligação com o Pai Celeste por laço essencial de nosso coração com a vida e, dessa forma, estejamos convictos de que cada instante será para nós glorioso passo no Conhecimento Superior ou na direção do Céu.
(De "Trilha de Luz", de Francisco Cândido Xavier, pelo Espírito Emmanuel)

Samba

O Ministério do Samba faz roda na Vila Madalena.

Desde sua criação em 2010, o Ministério do Samba exalta o samba como expressão da cultura brasileira. No repertório, grandes hinos do samba de diversas épocas e regiões do país. A formação conta com André Luis (voz), Samuel Silva (violão de sete cordas), Rafael Kasteckas (cavaquinho), André Gomes Tinoco (trombone), Marcelo Barro (percussão), Leonardo Escobar (percussão) e Felipe Kasteckas (bateria).

Serviço: Ó do Borogodó, R. Horácio Lane, 21 Pinheiros, tel. 3814-4087. Quarta (4) às 22h. Ingresso: R$ 25.

Exposição

A mostra 48ª Anual de Arte Faap apresenta 33 obras produzidas por alunos nas mais variadas linguagens e selecionadas por uma comissão composta por especialistas da área. Há ainda uma sala especial com a participação de artistas convidados, que estiveram em residência artística na Cité des Arts, em Paris.

Serviço: MAB-FAAP, R. Alagoas, 903, Higienópolis, tel. 3662-7197. De segunda a sexta das 10h às 18h e sábados edomingos das 10h às 17h. Entrada franca. Até 12/02.


Bahia feminina

Obra da mostra Bahia, Brasil Raízes.

A mostra Bahia, Brasil Raízes convida os visitantes para o universo luminoso de colorido vibrante e traços precisos das obras da artista Carmen Freaza sobre a Bahia, a natureza e a estética feminina.

Serviço: Galeria Glen Arte, Av. dos Pinheiros, 820, Aldeia da Serra. De segunda a sábados das 10h às 22h e aos domingos das 11h às 22h. Entrada franca.

Cinema

Se você faz parte do fã clube de apaixonados por ficção científica, fica ligado para a Maratona Star Trek! O evento apresenta uma programação especial para comemorar a chegada do mais recente filme da franquia em blu-ray e DVD: “Star Trek Sem Fronteiras”. Para abrir a programação de cinema do ano com estilo, o museu exibe os três últimos filmes que compõem a franquia: “Star Trek” (2009), “Além da Escuridão Star Trek” (2013) e “Star Trek Sem Fronteiras” (2016). Além disso, o evento oferece painéis de discussão com os fãs entre as exibições dos filmes e, no final de cada sessão, ainda há sorteios de brindes. Para participar dos bate-papos, é necessário retirar os ingressos com uma hora de antecedência de cada um dos três painéis (às 10h às 13h e às 17h).

Serviço: MIS - Museu da Imagem e do Som de São Paulo, Av. Europa, 158 Jardim Europa,tel. 2117-4777. Sábado (7) das 11h às 20h. Entrada franca.

Mais Lidas