Planetários

Planetários do Parque do Carmo e Ibirapuera oferecem programa voltado para os mistérios dos cometas.

Além de apresentar constelações ocidentais e indígenas, e a localização de alguns planetas, como Marte e Vênus, o programa dá a oportunidade aos visitantes de aprender mais sobre as descobertas mais recentes da exploração espacial

Durante o período de recesso escolar, os planetários dos parques mais queridos da cidade, Planetário Professor Aristóteles Orsini, no Parque do Ibirapuera, e o Planetário do Carmo, no Parque do Carmo ficam abertos para toda família se aventurar pelos mistérios da constelação e dos cometas.
Ambos os espaços promovem o projeto Sessão de Verão. E mais! Além de apresentar constelações ocidentais e indígenas, e a localização de alguns planetas, como Marte e Vênus, o programa dá a oportunidade aos visitantes de aprender mais sobre as descobertas mais recentes da exploração espacial.

Serviços: Planetário do Carmo, R. John Speers, 137. Sábados e domingos, às 12h e às 17h. e Planetário Professor Aristóteles Orsini, Av. Pedro Àlvares Cabral, s\n, tel. 5575-5425. Sábados e domingos às 12h e às 15h. Entrada franca.

REFLEXÃO

PERDOAR E ESQUECER: Alguém já disse que a falta de perdão e de esquecimento de injúrias tem sido a causa de muito fracasso na prova de todos nós. Muitos irmãos perdoam, dizem, mas não esquecem as ofensas re­cebidas. Não sabem ou não podem esquecer. Por mais que façam por onde, a ofensa, a ingratidão, a injustiça, que ferem e magoam, não saem de suas mentes e de seus corações. Conversamos assim, em Pedro Leopoldo, com alguns confrades, após havermos participado da Sessão do LUIZ GONZAGA, que fora como sempre tão instrutiva. Nela, diante de uma assistência quantio­sa, caiu, por sorte, a lição evangélica: O PERDÃO E O ESQUECI­MENTO DAS OFENSAS, que foi comentado por parte dos irmãos que tomaram parte na mesa. Em caminho para a casa do caro Irmão André, o Chico, que ou­vira a nossa conversa, contou-nos: há tempos, há uns 20 anos ou me­nos, recebi uma grande ofensa por parte de alguém a quem muito beneficiara. Calei-me, tendo pedido a Jesus para me ajudar a não guar­dar mágoa pelo ofensor, a não lhe querer mal e a esquecer a ofensa recebida. O ofensor mudou-se de Pedro Leopoldo e não lhe soube mais no­tícias. Esqueci-o de fato. Passado muito tempo, observei que um irmão, daqui não me era estranho, e, logo assim me via, escondia-se, fugia de mim. Fiquei preo­cupado: teria eu lhe feito algum mal!... E esperei. Numa tarde, numa esquina de rua, encontramo-nos e fui ao seu encontro e o abra­cei, dizendo-lhe: que é isto, por que foge de mim, será que o molestei alguma vez? O irmão, mostrando nos olhos grande surpresa e comoção, me respondeu:
—Eu é que estou arrependido da ofensa que lhe fiz...
—Ofensa, não me lembro, quando, em que lugar?
—Há uns 20 anos atrás, ali no bar.
Foi, então, que me lembrei da ofensa, que, dentro de mim, esta­va morta, porque Jesus me ajudara a esquecê-la... Abraçamo-nos. E, de novo, caminhamos como bons irmãos. A lição do Caso nos comoveu, perguntou-nos o espírito e valeu pela mais linda das lições e pelo melhor dos remédios à nossa doença de não querermos perdoar ou de não sabermos ou querermos esquecer ofensas recebidas.
Do livro LINDOS CASOS DE CHICO XAVIER, de Ramiro Gama

MPB

Corina Magalhães

A cantora Corina Magalhães, revive vários sucessos desta bela pareceria: Dominguinhos e Anastácia. Músicas que mexem com o coração dos ouvintes e resgatam uma parte importante da história da música.

Serviço: Sesc Santo André, R. Tamarutaca, 302, Centro, Santo André, tel. 4469-1200. Quinta (5) às 20h. Entrada franca.

Réveillon 2017

O tradicionalíssimo Réveillon da Avenida Paulista divulgou a programação completa. Quem quiser começar o ano de 2017 com o pé direito em um evento de graça e na rua, anote na agenda: dia 31 de dezembro, a partir das 18h, começa a festança !. Além de Emicida e Daniela Mercury, que faz a contagem regressiva para a virada do ano, também estão confirmados shows de Edson & Hudson, Elza Soares, com acompanhamento do grupo Bixiga 70, e, por fim, Banda Glória. Nos intervalos, quem comanda o som é o DJ Leandro Pardi.

Serviço: Av. Paulista, 500. Sábado (31) a partir das 18h. Entrada franca.

Stand-up Comedy

O show Clube de Mulheres apresenta quatro mulheres do elenco. Manias, dietas, sexo, comodismo, casamentos, traições, filhos e outros assuntos do cotidiano são abordados pelas humoristas. Um show diferente, onde quem manda, são as mulheres.O Espetáculo compõe o Festival de Comédia e Stand Up que será realizado de de 27 a 30 de Dezembro para todos terminarem 2016 com Muitas Risadas. Com Criss Paiva, Monique Pfaender, Arianna Nutt e Ane Freitas.

Serviço: Teatro Raposo Shopping, Rodovia Raposo Tavares, km 14,5, Jd. Boa Vista, tel. 3732-9006. Quinta (29) às 21h. Ingresso: R$ 30.


“Eles Juram que são Elas”

Cena da comédia “Eles Juram que são Elas”.

A peça “Eles Juram que são Elas” é uma comédia que reúne dois grandes artistas, o público e os atores em cena, que através da graça e ironia satirizam e brincam dizendo suas verdades ou quem sabe meias verdades. Esse é o mote. As pessoas irão não só se divertir como também se solidarizar com as brincadeiras. Com André Rangel, Paulete Perturbada e convidados.

Serviço: Espaço Muss, R. Bento Freitas, 66, República, tel. 3567-8009. Quintas às 21h. Ingresso: R$ 50. Até 23/03.

Jazz

Almanaque Jazz é formado por Marcos Canduta (guitarra), Márcio Rampin (contrabaixo acústico) e Débora Gozzoli (flauta). O trio possui uma grande experiência em música instrumental, tanto no jazz como na música popular brasileira. Os músicos são integrantes da “Jazz Big Band”. Nesse projeto são apresentados repertórios exclusivamente de canções natalinas.

Serviço: Sesc Santana, Av. Luís Dumont Villares, 579, Santana, tel. 2971-8700. Quinta (29) às 19h. Entrada franca.

Novo show

Fenômeno da internet, com mais de 400 milhões de visualizações em seus vídeos, Rogério Vilela, criador do Mundo Canibal, está de volta aos palcos trazendo seu mais novo show de stand-up comedy, “Despedida de Solteiro”. Mais ácido e hilário do que nunca, esta apresentação traz uma uma visão moderna e bem-humorada do casamento, namoro e da “solteirice”. E vai além, ao tratar do avanço tecnológico, do vício nas redes sociais, do relacionamento descartável e da nostalgia de coisas da infância.

Serviço: Banco Honda Hall, R. Júlio Diniz, 176, Vila Olímpia, tel. 3045-4146. Sexta às 21h30. Ingresso: R$ 40.