Espaços

“Beleza Americana” fica em cartaz no MIS até janeiro.

A exposição “Beleza Americana”, uma verdadeira pesquisa fotográfica que procura discutir os padrões de beleza e comportamento na sociedade norte-americana, mas sob um olhar brasileiro

Para dar vida ao projeto, a fotógrafa Paula Clerman escolheu a praia como locação do ensaio fotográfico. Lugar no qual se delimitam espaços temporários de extensão da casa das pessoas e onde parte da intimidade e da cultura de cada um é revelada por meio da construção destes microespaços. Além disso, as imagens captadas por Paula questionam a própria individualidade, em nome de ideais de obsessão pela busca da perfeição e da beleza, além de suas incongruências.

Serviço: MIS - Museu da Imagem e do Som de São Paulo, Av. Europa, 158, Jardim Europa, tel. 2117-4777. De terça a sexta, das 12h às 22h e sábados e domingos das 11h às 21h. Entrada franca. Até 29/01.

REFLEXÃO

NOS CAMINHOS DA FÉ: "Portanto, todo aquele que me confessar diante dos homens, também eu o confessarei diante de meu Pai que está nos Céus". - Jesus (Mateus, 10:32). No mundo, de modo geral, habituamo-nos a julgar que os testemunhos de fé prevalecem tão só nos momentos de angústia superlativa, quando o sofrimento nos transforma em alvo de atenções públicas. Evidentemente, na Terra, as crises de aflição alcançam a todos, cada qual no tempo devido, segundo as lutas regeneradoras que se nos façam necessárias, no curso das quais estamos impelidos a entregar todas as energias de nosso espírito nos atos de fé. Entretanto, é preciso ponderar que somos incessantemente chamados a prestar o depoimento de confiança em Jesus, através de reduzidas parcelas de bondade e tolerância, compreensão e paciência diante das ocorrências desagradáveis do cotidiano, tais quais sejam: a referência desprimorosa; o olhar de suspeição; o pedido justo recusado; o beliscão da crítica; a desatenção e o desrespeito; o desajuste orgânico; o prejuízo inesperado; a transação infeliz; o desafio da discórdia. Impõe-se-nos a obrigação de confessar-nos seguidores do Cristo, por intermédio de definições verbais claras e sinceras, mas somos igualmente convidados a fazê-lo, na superação dos aborrecimentos comuns, porquanto só atravessando as diminutas contrariedades do dia-a-dia, como grandes ocasiões de revelar confiança em Jesus, é que aprenderemos a suportar as grandes provações como se fossem pequenas.  (De Segue-me de Francisco Cândido Xavier, pelo Espírito Emmanuel).

Conexões

A banda GOL NKA estreia fazendo sua releitura do clássico álbum “Transa” de Caetano Veloso. Munida de guitarra, violão, baixo, bateria, percussão e elementos eletrônicos, explora a conexão entre o universo da música do recôncavo baiano e a música pop. Pedro Keiner (violão e voz) e Wagner Barbosa (guitarra, baixo e voz) se uniram para reverenciar o groove que tornou a música brasileira famosa em todo o mundo. Os dois são acompanhados pelo baterista Thiago Gomes.

Serviço: Nossacasa - Confraria das Ideias, R. Mourato Coelho, 1032, Pinheiros. Sexta (23) às 23h. Ingresso: R$ 20.

Ação

A exposição Inventário: Arte Outra apresenta 34 trabalhos recentes e inéditos (telas, objetos e vídeo) do artista visual paulista Gustavo von Ha, remete a uma visualidade inscrita a partir do segundo pós-guerra, entre os anos 1950 e 1960, comumente denominada abstração expressiva ou gestual, pintura de ação, informalismo ou pintura matérica. Quase como um falsificador, von Ha se apropria de procedimentos, modos de fazer e mesmo da imagem de outros artistas, em trabalhos que evocam de Jackson Pollock a Alberto Burri. São citações e comentários de uma imagem genérica que pautou essa pintura de grande repercussão durante o segundo pós-guerra e que é celebrizada mesmo nos dias de hoje.

Serviço: MAC USP Ibirapuera, Av. Pedro Álvares Cabral, 1301, Parque Ibirapuera, tel. 2648-0254. De terças a domingos das 10h às 18h. Entrada franca. Até 15/02.

Rock

Com influências do Rock n’ Roll das décadas de 70, 80 e 90, a banda No Stress apresentará um show repleto de sons clássicos e atuais do cenário nacional e Internacional.

Serviço: Bourbon Street Music Club, R. dos Chanés, 127, Moema, tel. 5095-6100. Quinta (22) às 22h30. Ingresso: R$ 55.


Infantil

Cena do infantil Dudinha e a Galinha Pintadinha.

No musical Dudinha e a Galinha Pintadinha a turma do Dudinha e Mariana sempre traz novos amiguinhos. Além da Galinha Pintadinha, Galo Carijó, Pintinho Amarelinho, Sapo, Dona Baratinha e a Galinha Magricela, nesta temporada todos poderão ver o Boi da Cara Preta, o Carneirinho, a Borboletinha, Dona Aranha, Peixinho e o Caranguejo. São vários personagens do folclore brasileiro, além das mãozinhas mágicas sob efeito especial com luz negra. O musical além de ensinar sobre adivinhas, trava-linguas e parlendas, traz as mais lindas cantigas de roda. No final do show os personagens fazem fotos com as crianças.

Serviço: Teatro Bibi Ferreira, Av. Brigadeiro Luis Antônio, 931, Bela Vista, tel. 3105-3129. Domingos às 15h (exceto 25/12 e 01/01). Ingresso: R$ 60. Até 29/01.

Lasar Segall

A mostra Idas e vindas apresenta um panorama da produção de Lasar Segall, com enfoque especial na “Fase Brasileira” e seus desdobramentos, sem deixar de lado períodos e tendências importantes, como a sua produção inicial, fortemente influenciada pelo impressionismo e pelo período expressionista, até obras dos fins da década de 1950. A exposição conta também com objetos de seu ateliê e residência, bem como textos de autoria do artista, contextualizando cada período abordado.

Serviço: Museu Lasar Segall, R. Berta, 111, Vila Mariana, tel. 2159-0400. De quarta a segunda das11h às 19h.Entrada franca. Até 29/12.