RENT

Divulgação

A história de “Rent” começa na véspera de natal, na cobertura de uma antiga editora musical

Um loft industrial onde moram Mark, cineasta perdido que saiu debaixo das asas de seus pais para tentar a sorte na cidade grande e Roger, músico ex integrante de uma quase bem-sucedida banda de punk rock, que perdeu sua inspiração ao se ver frente a frente com a morte. Em meio ao frio congelante, Mimi, a vizinha do andar de baixo, bate na porta deles em busca de fogo e acaba reacendendo a vida de Roger. Collins, gênio da computação e professor universitário, aparece na cidade para passar a noite de natal com seus amigos. Após um assalto, acaba caído em um beco qualquer onde encontra seu salvador, Angel, percussionista de rua e Drag Queen. Benny, antigo amigo e proprietário do imóvel, aparece para cobrar o aluguel. Com Myra Ruiz, Bruno Narchi, Diego Montez, Thiago Machado, Ingrid Gaigher, Mauro Sousa, Max Grácio e Priscila Borges.

Serviço: Teatro Shopping Frei Caneca, R. Frei Caneca, 569, Bela Vista, tel. 3472-2229. Terças e quartas às 21h. Ingresso: R$ 100. Até 21/12

REFLEXÃO

O VALOR DA ORAÇÃO: A madrinha do Chico, por vezes, passava tempos entregue a obsessão. Assim é que, nessas fases, a exasperação dela era mais forte. Em algumas ocasiões, por isso, condenava o menino a vários dias de fome. Certa feita, já fazia três dias que a criança permanecia em completo jejum. À tarde, na hora da prece, encontrou a mãezinha desencarnada que lhe perguntou o motivo da tristeza com a qual se apresentava. — Então, a senhora não sabe — explicou o Chico — tenho passado muita fome. — Ora, você está reclamando muito, meu filho! — disse Dona Maria João de Deus — menino guloso tem sempre indigestão. — Mas hoje bem que eu queria comer alguma coisa... A mâezinha abraçou-o e recomendou: — Continue na oração e espere um pouco. O   menino ficou repetindo as palavras do Pai Nosso e daí a instantes um grande cão da rua penetrou o quintal. Aproximou-se dele e deixou cair da bocarra um objeto escuro. Era um jatobá saboroso... Chico recolheu, alegre, O pesado fruto, ao mesmo tempo que reviu a mãezinha ao seu lado, acrescentando. —  Misture o jatobá com água e você terá um bom alimento. E, despedindo-se da criança, acentuou: —  Como você observa, meu filho, quando oramos com fé viva até um cão pode nos ajudar, em nome de Jesus. Do livro LINDOS CASOS DE CHICO XAVIER, de Ramiro Gama

Monólogo

monologo temproario

Estreia no proximo dia 13/1 “Uma Shirley Qualquer”. O monólogo conta a história de uma mulher, casada, mãe de dois filhos, Shirley Valentim sofre com o pior tipo de solidão: aquela que se sente mesmo estando acompanhado. E atire a primeira pedra quem nunca conversou com as paredes em uma situação como essas. Elas podem não ser as companheiras mais eloquentes, mas ao menos sabem ouvir, coisa rara hoje em dia. Que o diga Shirley! É com elas que a protagonista divide suas angústias. Shirley busca entender aonde foram parar seus sonhos, o que aconteceu com sua vida. Quando surge uma oportunidade de conhecer a Grécia com sua melhor amiga, sem a família, ela decide embarcar nessa viagem , uma jornada ao encontro do seu verdadeiro eu. Com Susana Vieira.

ServiçoTeatro Renaissance, Al. Santos, 2233, Cerqueira César, tel. 3069-2286. Sextas às 21h20, sábados às 21h e aos domingos, às 18h30. Ingresso: R$ 100. Até 26/03.

Dança

“Primeiras Histórias”.

Trabalho realizado por meio da pesquisa do livro Primeiras Estórias, de Guimarães Rosa, composto por 21 contos, sendo que cada um se transforma em um experimento cênico aberto ao público. O conto “Primeiras Histórias” é usado para criar sensações e imagens que tornam-se combustível para a criação de movimentos de dança e/ou explorações textuais improvisadas, que acontecem primeiro individualmente e depois em grupo. Os experimentos trazem à cena os contos “Nenhum, nenhuma” e “O espelho”.

Serviço: Sesc Pinheiros, R. Pais Leme, 195, Pinheiros, tel. 3095-9400. Terças e quartas às 20h30. Entrada franca. Até 21/12.

Suspense

O mundo da magia está de volta e a todo vapor na peça As Relíquias Mágicas, o Filho do Eleito. A aventura do filho do maior bruxo de todos os tempos, muito mistério e surpresas que irão encantar os fãs que embarcarem nesse expresso.

Serviço: Teatro Brigadeiro, Av. Brigadeiro Luís Antônio, 884, Bela Vista, tel. 3115- 2637. Sábados e domingos às 20h. Ingresso: R$ 60. Até 29/01.

Drama

“Palpitação narra” o longo relacionamento entre uma prostituta e um marinheiro. A partir dessa convivência, o espetáculo mostra a transformação de um vilarejo em uma cidade. A industrialização local leva ao abandono da pesca e ao crescimento da atividade econômica em torno do processamento de arroz. O fato provoca questionamentos sobre a expansão dos territórios e as consequências dos processos de modernização, que acabam por influenciar os recursos naturais, a relação com os lugares e os afetos do homem contemporâneo. Com O Pequeno Teatro de Torneado.

Serviço: Funarte São Paulo, Al. Nothmann, 1058, Campos Elíseos, tel. 3662-5177. De quarta a sexta às 20h. Entrada ranca. Até 23/12.

Mostra

A exposição Cores do Bixiga na Yayá traz desenhos, pinturas e maquetes produzidas durante duas oficinas de arte naïf promovidas pelo CPC-USP em 2015, ministradas pelo artista plástico Arieh. Também integram a exposição vídeos com depoimentos dos participantes e peças gráficas e cenográficas produzidas a partir dos elementos visuais criados pelos participantes. Como atividade complementar, monitores envolverão o visitante em atividades educativas cujos resultados serão incorporados à mostra.

Serviço: CPC-USP/Casa de Dona Yayá, R. Major Diogo, 353, Bela Vista, tel. 2648-1501. De segunda a sexta das 9h às 17h. Até 24/03.