Contato: (11) 3043-4171

A lagarta

Cena do espetáculo “De Íris ao Arco-íris”.

O espetáculo infantil “De Íris ao Arco-íris”, de Recife (PE) é uma adaptação do conto de fadas homônimo escrito por Jorge de Paula, que também assina a direção da encenação, e conta a lúdica estória da lagarta Íris, que faz de tudo para chegar ao reino encantado. Certo dia, ao se transformar em uma borboleta de cores exuberantes, Íris aparece de surpresa na festa de aniversário do rei do Jardim Sereno de Manhãzinha, Muito Calor à Tardinha e, por não se submeter aos caprichos desse truculento soberano, é expulsa do jardim. Mesmo assim, ela não desistirá de chegar ao reino que tanto deseja. Com Andréa Veruska, Iara Campos, Íris Campos, Jorge de Paula e Lucélia Albuquerque.

Serviço: Teatro MuBE Nova Cultural, Av. Europa, 218, Jardim Europa, tel. 43017521. Quarta (25) e quinta (26) às 15h. Entrada franca.

REFLEXÃO

CRIANÇA AO HOMEM.

Súplica da criança ao homem amigo! Auxilia-me agora, para que eu te auxilie depois. Não me relegues ao esquecimento, nem me condenes à ignorância ou à crueldade. Venho ao encontro de tuas nobres aspirações, de teu convívio, de tua obra... Em tua companhia estou na condição da argila nas mãos do oleiro. Hoje sou sementeira, fragilidade, promessa... Amanhã, porém, serei tua própria realização. Corrige-me, com amor, quando a sombra do erro envolver-me o caminho, para que a confiança não me abandone. Protege-me contra o mal!... Ensina-me a descobrir o bem, onde estiver. Não me afastes de Deus e auxilia-me a conservar o amor e o respeito que devo às pessoas, aos animais e às coisas que me cercam. Não me negues tua boa vontade, teu carinho, tua paciência... Tenho tanta necessidade do teu coração, quanto a plantinha tenra precisa da água para prosperar e viver. Dá-me tua bondade e dar-te-ei cooperação. De ti depende que eu seja pior ou melhor, amanhã. (De “Nós”, de Francisco Cândido Xavier, pelo espírito Emmanuel).

Roupa Nova no Tom Brasil

roupa-nova temporario

O grupo Roupa Nova é um forte nome no cenário musical, e conta com uma longa carreira. O repertório do show traz grandes sucessos da banda.

Casa Tom Brasil, R. Bragança Paulista, 1281, Santo Amaro, tel. 4003-1212. Quinta (05) às 22h. Ingressos: de R$150 a R$ 280.

Comédia

A peça “Roteirizados, A Vida por Escrito” é a mais nova produção da dupla de diretores Tiago Pessoa e André di Paulo, que pretendem repetir o sucesso que fizeram em “Abandonados por você” (de Pablo Diego) e “O Buraco é Mais Embaixo” (de Júlio Rocha). Agora com textos do americano Mark Harvey Levine, eles discutem a possibilidade de reescrever a vida a todo momento. O entediado casal Elaine (Renata Maia) e Simon (Tiago Garcia) desperta numa manhã qualquer com um roteiro de cinema em sua mesinha de cabeceira e percebe que as suas próprias vidas estão retratadas no papel. Perplexos com a idéia de terem uma rotina monótona, eles descobrem no texto que uma folha azul (uma folha de reposição) pode ser colocada na história, e que eles podem viver as maiores loucuras que imaginarem a partir destas substituições. A partir desta oportunidade, Elaine e Simon descobrem novas vidas onde são pessoas completamente diferentes, interpretados pelos atores Paulo Tardivo, Luciana Garcia, Tiago Luchi e Gabriela Zenaro.

Serviço: Teatro Augusta, R. Augusta, 943, Cerqueira César, tel. 3151-4141. Quartas e quintas, às 21h. Ingresso: R$ 40. Até 10/12.

“Chico Rei e a Festa da Congada”

A peça “Chico Rei e a Festa da Congada” conta a estória do mitológico personagem da cultura mineira Rei Galanga, rei de uma tribo no Congo que após ser trazido ao Brasil como escravo se tornou o herói Chico Rei. Por meio de narrativa com canções de trabalho, da Congada, uso de adereços e bonecos, a contação acontece com a participação do público, responsável pela construção e manutenção da narrativa.

Serviço: Sesc Campo Limpo, R. Nossa Senhora do Bom Conselho, 120, tel. 5510-2700. Sexta (20) às 14h. Entrada franca.

Fugindo da morte

Em um povoado africano o adivinho Ifá, muito querido por todos, tem que escapar da sua maior inimiga: a Morte, uma senhora muito poderosa que vem trazendo muitos problemas para o povoado na peça “A Batalha dos Encantados”. Para escapar da Morte, ele conta com a ajuda da bela e misteriosa lavadeira Euá. A lavadeira é protegida por Olorum e quando seus filhos, os gêmeos Ibejis, têm sede ela se transforma em fonte para lhes dar de beber. Os meninos são corajosos e também enfrentam e enganam a Morte. Bonecos artesanais, panos, brinquedos populares e objetos são manipulados e animados. A música ao vivo, composta por cantigas de matizes africanas e outras do cancioneiro popular acompanham toda a encenação e a participação das crianças é solicitada em vários momentos do espetáculo. Com a Cia. Caixa de Fuxico.

Serviço: Sesc Campo Limpo, R. Nossa Senhora do Bom Conselho, 120, tel. 5510-2700. Sábado (07) e domingo (08) às 17h. Entrada franca.

Criação

Uma narrativa performática sobre a criação e evolução da vida, do homem e do espírito. Em resumo, este é o mote do espetáculo solo “Eterno Retorno – ERê”, que Fábio Vidal apresenta. Com texto e direção também assinados por Vidal, o espetáculo trata da história da criação do Universo, da vida, do humano e seu processo de ciclos, com início antes do Big-Bang (15 bilhões de anos atrás) até os dias atuais. Para Vidal, o espetáculo utiliza de teorias cientificas/filosóficas e está fundamentado no Teatro Essencial. “A montagem apresenta um ERê (um misto de mensageiro, palhaço, bufão e divindade) que vivência o processo existencial marcado pelas contradições humanas que variam entre a delícia e a desgraça, o monstruoso e o sublime, o trágico e o cômico, o infantil e o velho, o inédito e o padronizado, a morte e a vida”.

Serviço: Teatro de Arena (Eugênio Kusnet), R. Teodoro Baima, 94, tel. 3256-9463. Sexta (06) e sábado (07) às 21h e domingo (08) às 19h. Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia).

Viciado

A comédia “Vida Útil” apresenta 7 cenas, cada uma abordando a relação entre ser humano e tecnologia. O espectador conhece uma mãe que descobre o vício do filho em video-game; um viciado em selfies; a verdade por trás dos bates-papos; e outros personagens que guardam conflitos e dúvidas típicas do momento atual. Com Adriana Alves, Alexandre Menezes, Bruno Lopes, Eduardo Pelizzari, Julia Foti e Louise Schlemm.

Serviço: Teatro UMC, Av. Imperatriz Leopoldina, 550, Vila Leopoldina, tel. 2574-7749. Sextas e sábados às 21h e aos domingos às 20h30. Ingresso: R$ 50. Até 29/11.


Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171