Contato: (11) 3043-4171

Forró

Com mais de 40 anos de carreira, 400 músicas gravadas por artistas e bandas do cenário nacional e seis discos no mercado fonográfico, o renomado músico regional decide, oito anos após a gravação, trazer a público o CD Catharina

Foto: Wilson Militão

forro temproario

Val Macambira revela que foi ‘parto’ dolorido a produção do álbum, gravado em homenagem à sua filha Catharina, que faleceu de dengue hemorrágica, aos 17 anos. O show Catharina constrói um curioso contraste ao transpor o sertão e seu universo peculiar, rural, árido e silencioso, para um espaço urbano. São 10 músicas, compostas exclusivamente para o álbum, cujos arranjos trazem traços do lírico e do barroco compondo com as raízes do rock rural, sem perder o foco no sertão. A cultura popular e o erudito se entrelaçam em harmonia nesse trabalho fazendo uma união ímpar do violino e violoncelo com a estética musical de gêneros como maracatu, repente, embolada, xote, xaxado e baião, que resulta em um ritmo cheio de originalidade.Val macambira canta acompanhado por uma banda de peso, formada por Zito Moura (piano), Thiago Ribeiro (guitarra e violão), Alexandre Souza (baixo), Jorginho Brasil (bateria), Vitor Oliveira (percussão), Altair Leonardo (violas) e Marcelo Fonseca (violino).

Serviço: Itaú Cultural, Av. Paulista, 149, Bela Vista, tel. 2168-1777. Sexta (14) às 20h. Entrada franca. Brazileria, R. Clélia, 285, Perdizes, tel. 2628-4211. Quinta (20) às 21h. Couvert: R$ 20. E, Tendal da Lapa, R. Guaicurus, 1100, Lapa, tel. 3862-1837. Sexta (21) às 19h. Entrada franca.

REFLEXÃO

DEUS SABE
O mundo talvez ignore as dificuldades que enfrentas.
Mesmo assim, não te revoltes contra o mundo.
Deus sabe das lutas que travas na Terra.
É provável que os familiares te cerquem de incompreensão.
Mesmo assim, não te revoltes com os parentes difíceis.
Deus sabe das provas que enfrentas no lar.
É possível que a enfermidade te visite o corpo.
Mesmo assim, não te revoltes contra a doença.
Deus sabe das dores que carregas no veículo físico.
Diante das lutas, incompreensões e dores que a vida na Terra possa te apresentar, não te revoltes, nem desanimes.
Confia em Deus e age no Bem, porque Deus sabe o que se passa contigo e a ação no Bem será sempre a garantia da conquista da paz imperecível.
Livro “A Mensagem do Dia” – de Scheilla por Clayton Levy.

Lançamento

Foto: Pedro Ladeira

ultrasson temproario

No início de 2018, Edgar ganhou destaque por sua participação no disco de Elza Soares, “Deus É Mulher” (Deck), cantando com ela a música “Exú nas Escolas”, composta por ele e Kiko Dinucci. Chegou a hora de Edgar finalmente apresentar seu novo trabalho, “Ultrassom”, produzido por Pupillo (Nação Zumbi) com 10 faixas inéditas.
O inquieto cantor e compositor de 25 anos tem como principais referências o rap, a música eletrônica, ritmos nordestinos e o rock. Suas letras, sempre cantadas em rimas rápidas e precisas, criam paisagens sonoras que retratam um futuro ácido dominado por plásticos, com críticas afiadas à sociedade e, principalmente, à relação do mundo com a tecnologia. Edgar também é conhecido por suas performances ao vivo e seus figurinos produzidos a partir de lixo eletrônico e materiais descartáveis, proporcionando ao público uma experiência única. Para ouvir “Ultrassom”:( https://Edgar.lnk.to/UltrassomPR).

Serviço: Sesc Pompeia, R. Clélia, 93. Sábado (15) às 21h30. Ingresso: R$ Ingressos: R$ 20.

Ópera

A história de dois rapazes instigados a descobrir se suas noivas continuariam-lhes fieis caso eles partissem para a guerra é o mote de Così Fan Tutte, ópera de Wolfgang Amadeus Mozart escolhida para a apresentação. Na ópera dois jovens oficiais são desafiados por um aristocrata a testar a fidelidade de suas respectivas noivas. Para tanto, dizem ter de partir, mas voltam disfarçados de estrangeiros para cortejar cada um a noiva do outro. Os rapazes, sempre instigados pelo aristocrata, que tem na criada das moças uma aliada que as incita a aproveitar a vida, já que seus pretendentes partiram, não desistem até serem traídos.

Serviço: Espaço de Convivência, Av. São João, 281, Centro. Sábado (15) às 17h. Entrada franca.

Colonizadores

Espetáculo que relaciona Shakespeare com a exploração na América Latina com um dos grupos teatrais mais representativos do país. A montagem analisa criticamente a “Tempestade” conservadora que hoje sofre a América Latina, e especialmente o grande retrocesso nos direitos sociais e na luta pela autonomia econômica, política e cultural que vivemos no Brasil. A peça Caliban de Boal é uma resposta ao clássico “A Tempestade” de William Shakespeare. A história é vista pela perspectiva de Caliban, metáfora dos seres humanos originários da América que foram dizimados e escravizados pelos invasores colonizadores representados pelo personagem Próspero.

Serviço: Sesc Parque Dom Pedro II, Praça São Vito, s/n, Brás, tel. 3111-7400. Quarta (12) às 15h.Entrada franca.

Tango

O cantor argentino, ator e ilusionista Juan Duran retorna ao Brasil para apresentar o seu novo show Juan Duran – O Romance dos Tangos e Boleros. Show conta com a interação do público e o mantém atento durante todo o espetáculo. A dramaticidade dos tangos e boleros interpretados pelo artista ganha forma nos passos precisos dos bailarinos e nas surpresas causadas pelo impactante ilusionismo. No repertório, canções como: Sabor a Mi, Contigo Aprendi, Perfídia, El Dia Que Me Quieras e Solamente Una Vez. Mostrando técnicas avançadas de mágicas com “prestidigitación”, utilizando-se de agilidade de mãos em executar os números close-up (a magia próxima), somando ao show grandes ilusões, traz ao palco uma equipe de 38 integrantes, entre músicos e dançarinos, incluindo os mais tradicionais tangueiros.

Serviço: Theatro NET São Paulo (Shopping Vila Olímpia), R. Olimpíadas), 360, Itaim Bibi, tel. 3448-5061. Quarta (12) às 21h. Ingresso: R$ 230.


Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171