Contato: (11) 3043-4171

“Nem Todo Ladrão vem para Roubar”

O Coletivo Teatral COMMUNE volta com a temporada do espetáculo “Nem Todo Ladrão vem para Roubar” de Dario Fo

Foto: Jamil Kubrul

nem todo temproario

A comédia escrita em 1959, é uma farsa ágil e agradável, repleta de intrigas e disfarces. Criada a partir dos roteiros de comédias e tragédias da família de Franca Rame, mistura o humor ingênuo das farsas e vaudevilles franceses do século XVIII de Feydeau e Labiche, com elementos do surrealismo e do teatro do absurdo. Dario Fo cria uma farsa abstrata, paradoxal e sofisticada, que mistura o clima gélido, atroz e paranoico de Ionesco, Beckett e Adamov com a linguagem popular e os mecanismos da farsa italiana, invertendo a lógica realista e os lugares-comuns da comédia de costumes. A peça conta a história de um ladrão que entra numa casa para roubar, mas vira refém do Marido e sua Amante que acham que ele é um espião à serviço da Esposa. Primeiro ameaçam matar o Ladrão, depois deixá-lo paraplégico para que não consiga falar. A partir daí, a peça segue num quiproquó de situações absurdas, no qual um tenta esconder a verdade do outro, com a chegada da Esposa, a Mulher do Ladrão, o Amante da Esposa e até de um Segundo Ladrão. Com Henrique Taubaté Lisboa, Wilma de Souza, Augusto Marin, Samara Montalvão, Rose Araujo, Rodrigo Franco Veloso e Paulo Dantas.

Serviço: Teatro Commune, R. da Consolação, 1218 (ao lado da estação de metrô Higienópolis-Mackenzie), tel. 3476 - 0792. Sábados (25/08 e 01 e 08/09). às 21he domingos (26/08 e 02 e 09/09), às 19h30. Ingressos: R$ 30 e R$ 15 (meia).

REFLEXÃO

Possibilidades
“Para aqueles que tem fé em si e nas coisas, só existe positividade. Em todas as circunstâncias, há apenas oportunidades e tesouros. A cada momento, há uma necessidade interior em descobrir estes tesouros e fazer melhor uso deles. Quando somos capazes de avançar com fé, somos incentivados a dar o nosso melhor em todas as situações. Somos capazes de usufruir os melhores frutos do esforço que fizemos. Fé nos dá coragem para prosseguir em tempos difíceis. Fé nos dá poder para trazer constante mudança e progresso em nossa vida.”
Brahma Kumaris

Fotografia

Foto: Bob Wolfenson

Foto-Fernanda-Young-crédito- temproario

Uma das referências nacionais como retratista, fotógrafo de nus e de moda, Bob Wolfenson transita com a mesma destreza entre a publicidade e a arte. Ao longo de seus quase 50 anos de carreira, é responsável por alguns dos retratos mais marcantes da iconografia brasileira recente. Aquele que se define como especialista em breves encontros, comemora sua trajetória em Bob Wolfenson: Retratos. A exposição estreia no pr[óximo dia 24 e apresenta ao público diferentes aspectos de uma atividade profissional intensa e convida a um singular passeio pelos costumes e protagonistas das últimas décadas de nossa história. A mostra abarca e funde diferentes núcleos: há espaço, por exemplo, para personalidades da cultura, do esporte, da política e da moda, com fotos produzidas para editoriais ou por iniciativa do fotógrafo. Entre os retratados, nomes como Hélio Oiticica, Fernanda Montenegro, Caetano Veloso, Tais Araújo, Marília Gabriela, Lázaro Ramos, Camila Pitanga, Anitta, Ludmila, Laerte, Zé Celso, Lula, Fernando Henrique Cardoso, Paulo Maluf, Luiza Erundina, Eduardo Suplicy, Pelé, Ronaldo e muitos outros. A exposição traz mais de 200 retratos, vários deles ainda inéditos, realizados pelo fotógrafo ao longo de 45 anos

Serviço: Espaço Cultural Porto Seguro Al. Barão de Piracicaba, 610, Campos Elíseos. De terça a sábado das 10h às 19h e aos domingos das 10h às 17h. Entrada franca. Até 09/12.

NOTA

Quatro anos após o disco “Setevidas” (Deck/ 2014), Pitty começou 2018 anunciando que está em fase de produção de seu novo álbum. Enquanto os fãs aguardam esse lançamento, a cantora e compositora apresenta hoje em todas as plataformas digitais a canção “Te Conecta”, primeiro single do novo disco, em breve também nas principais rádios do Brasil. Com produção de Rafael Ramos, composta e cantada por Pitty, a música traz uma sonoridade diferente. Nela a cantora usou influências de vários gêneros que fazem parte da sua bagagem. Assim, “Te Conecta” traz um ritmo mais próximo ao reggae e ao dub. O novo álbum de Pitty ainda não tem data prevista de lançamento. Enquanto finaliza esse trabalho, ela está rodando o país com sua nova turnê, “Matriz”. Para ouvir, acesse: (https://Pitty.lnk.to/TeConectaSinglePR).


Nota

Foto: 

Hamilton de Holanda lança esse mês nas plataformas digitais a série de discos em homenagem ao centenário do mestre Jacob do Bandolim. Em cada álbum, o bandolinista imprimiu características de diferentes estilos musicais em clássicos do cancioneiro de Jacob. O primeiro dos quatro foi lançado em abril, no Dia Nacional do Choro, “Jacob 10ZZ”. Nessa sexta-feira (10), ele apresenta “Jacob Bossa”. Ainda em agosto, um por semana, serão lançados os títulos “Jacob Black” e “Jacob Baby”. Eles chegam às lojas juntos em um box de luxo em setembro, pela Deck. Ouça “Jacob 10ZZ”: ( https://HamiltonDeHolandaTrio.lnk.to/Jacob10zzAlbumPR).

Entre pessoas

Com direção de Eduardo Martini e dramaturgia de Carlos Fernando Barros, Depois Daquela Noite, a comedia traz no elenco Carol Hubner, Renato Scarpin, Theo Hoffmann, além do próprio Eduardo Martini. O espetáculo fala de quatro pessoas com histórias que se entrelaçaram em algum momento da vida e que depois de um acontecimento climático obriga que dois deles fiquem presos em um hotel, e descubram que ambos já estiveram com o par do outro. A confusão se completa com a chegada de seus respectivos pares no hotel. A trama fala de amor entre pessoas, de laços e decisões que envolvem a vida desses queridos personagens.

Serviço: Teatro Viradalata. R. Apinajés, 1387, tel. 3868-2535. Sextas às 21h. Ingressos: R$ 50 inteira/R$ 25 meia. Até 28/09.

Pop rock

Finalista do SuperStar da Rede Globo, a banda potiguar de indie e pop rock Plutão Já Foi Planeta é formada por Natália Noronha (voz, violão, baixo e synth), Sapulha Campos (voz, guitarra e ukulele), Gustavo Arruda (voz, guitarra e baixo), Vitória de Santi (baixo e synth) e Renato Léllis (bateria) - apresenta o repertório de seus dois CDs lançados, Daqui Pra Láe A Última Palavra Feche a Porta. O álbum Daqui pra Lá é formado pelas faixas: Suma Daqui, Daqui Pra Lá, Haverá de Se, Viagem Perdida, Sonho de Palmer, A Hora eVocê Não É Mais Planeta. E as composições de A Última Palavra Feche a Porta são: Alto Mar, O Ficar e o Ir da Gente, Daqui Pra Lá,Mesa 16, Me Leve, Anna, Insone, Duas, Post-It e Quem Sou?.

Serviço: Sesc Belenzinho. R. Padre Adelino, 1000, tel. 2076-9700. Sexta (17) às 21h. Ingresso: R$ 20.

 
 

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171