Contato: (11) 3043-4171

“É Tudo Família!”

Do mesmo núcleo artístico de Scaratuja, peça voltada à primeira infância, Marcelo Peroni e Aline Volpi, atores, produtores e sócios da Catarsis, apresentam a nova criação do grupo, desta vez, para um público a partir de 8 anos, que teve como mote o desejo da construção de uma encenação sobre família

Foto: Giovana Del Masso

familia temporario

“É tudo família”, livro da autora alemã Alexandra Maxeiner (publicado pela KlettKinderbuch, Leipzig/Alemanha) serviu de inspiração para a criação dramatúrgica da peça. Dá para responder rápida e objetivamente “o que é família”? Davi, Lucas, Lucinha e Júlia têm 9 anos e 1 hora para dar esta resposta em forma de seminário, na frente da classe inteira e do professor bem bravo.Só que Davi tem uma irmã, um meio-irmão e duas meias-meias-irmãs; tem uma mãe e um meio-pai, um pai e uma meia-mãe, um meio-meio-pai e uma meia-meia-mãe. Lucas tem uma irmã, um pai e uma mãe; quando briga com a irmã, ele vai pra casa dos avós. Lucinha tem pais que nem se falam; mora só com a mãe; e queria ter um irmão pra brincar. Júlia não tem irmãos, mas tem tudo em dobro; mora metade da semana com o pai e metade da semana com a mãe. Então, eles não sabem o que dizer: família é um grupo de pessoas com laços de sangue? Ou um grupo de pessoas que moram na mesma casa? Ou um grupo de pessoas que se gostam? Ou um grupo em que há pai-mãe-filhos? Ou é tudo família?. Com, Aline Volpi, Ana Paula Castro, Marcelo Peroni e Vladimir Camargo.

Serviço: Teatro Alfa, R. Bento Branco de Andrade Filho, 722, tel.5693-4000. Sábados e domingos às 16h. Ingressos: R$ 40 e R$ 20 (meia). Até 23/09.

REFLEXÃO

Apegos
Apegos. O mundo é o seu playground.
Há muitas coisas maravilhosas para experienciar no plano da Terra, e é isso que você veio fazer aqui. Uma vida humana é para ser saboreada e desfrutada, simplesmente não se deixe envolver pelo drama e pelo mundo material, pois são apenas distrações que o impedem de toda a experiência. Torne-se consciente de qualquer comportamento viciado ou foco que seja estritamente no mundo material. Certifique-se de ter uma visão holística de todos os aspectos da sua vida. Olhe para a grande cena de tudo e veja as coisas a partir da perspectiva dos quatro corpos, e você encontrará a liberdade que procura. Não precisa haver nenhuma área de falta em seu mundo, então deixe de lado os apegos, pessoas, lugares e coisas. Você é livre para voar em qualquer direção que escolher. Pensamento para hoje: Libere apegos a pessoas, lugares e coisas. Você está pronto para voar e seguir sua paixão. E assim é. Você é muito amado e apoiado, sempre. Os Anjos e Guias.

MPB

Foto: Alexandre Moreiraques

MPB temporario

Romântica, inspirada, vigorosa e sempre irreverente. A cantora e compositora carioca Angela RoRo apresenta o show do disco “Selvagem” no dia 10 de agosto, sexta, às 21 horas no Teatro Paulo Autran no SESC PINHEIROS. No repertório estão os clássicos da compositora (Só Nos resta Viver e Amor Meu Grande Amor, entre outros), as músicas novas: Selvagem, O que me resta, Portal do Amor e Caminho do Bem, além de músicas de Caetano Veloso e Cazuza, como Escândalo e Malandragem, respectivamente, feitas para a artista. Em seu segundo trabalho com a Biscoito Fino, Angela faz um passeio pelo blues, pop , rock e samba, entre outros estilos, mostrando sua característica versatilidade. Depois do lançamento de “Escândalo”, seu último álbum de inéditas, a artista está de volta com novas canções e sua incomparável voz grave e rouca, poderosa.Das 11 faixas do álbum, quatro são feitas em parceria com o amigo de longa data Ricardo Mac Cord. As outras sete, ela assina sozinha. Os arranjos também são de Ricardo, mas Angela se classifica como uma “assistente” que também dá as suas opiniões.

Serviço: Sesc Pinheiros, R. Paes Leme, 195. Sexta (10) às 21h. Ingressos: R$ 40 e R$ 20 (meia).

Condição feminina

Foto: 

Com influência surrealista e reflexão sobre a condição feminina, Intensa Paisagem Vermelha Como Tomate estreia no dia 4 de agosto. O texto é de Luciano Ferrari, que assina a direção e desenhou figurino e cenário. A trama fala da condição humana, precisamente da feminina, e os conflitos que as mulheres enfrentam na sua conquista por igualdade. Em cena, as nossas heroínas encontram vários personagens masculinos que na peça representam símbolos de opressão contra as mulheres. De forma divertida, mas contundente, as dificuldades enfrentadas pela mulher na sociedade são inseridas como elementos de reflexão. A encenação foi construída seguindo a dialética da comédia Dell’arte mesclada a uma linguagem mais contemporânea com toques surrealistas. A montagem traz momentos de dança, e canto para remeter o espectador ao clima de fantasia, emoção e mistério. Com, Alex Slama (Dr. Lobo Raposão, Emissário e Carrasco); Celso Melez (Mamado, Emissário, Juiz); Isabela Prado (Jocosa). eNatália Albuk (Aldreda).Locuções: Eucir de Souza.

Serviço: Teatro Viradalata, R. Apinajés, 1387. Sábados às 19h. Ingresso: R$ 50. Até 24/11.

Shiró

O premiado pintor nipo-brasileiro Flavio-Shiró comemora seus 90 anos com uma exposição panorâmica de sua carreira. Com curadoria de Max Perlingeiro e do próprio artista, a mostra exibe 26 pinturas, 12 obras sobre papel, fotografias, objetos pessoais e cinco curta-metragens dirigidos por Adam Tanaka (neto do pintor) e Margaux Fitoussi. A ideia é criar um panorama da obra de Shiró, dos anos de 1940 aos dias atuais, passando pelos principais momentos de sua carreira – o figurativismo de caráter expressionista nos anos iniciais, o abstracionismo informal a partir dos anos de 1950 e a retomada da figuração. Alguns destaques da mostra são as telas “Voo Noturno”, “Matéria III” e “Camargue”, todas pintadas ao longo dos anos de 1950, que estiveram expostas no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro em 1959, quando o artista ainda assinava como Flavio S. Tanaka.

Serviço: Pinakotheke São Paulo, R. Ministro Nelson Hungria, 200, Morumbi, tel. 3758-0546.De segunda a sexta. Das 10h às 18h e aos sábados das 10h às 16h. Entrada franca. Até 11/08.

Samba

Baluarte do samba carioca, Ivo Meirelles apresenta uma mistura de canções autorais e clássicos do samba. Ao som do repique e com sua baqueta, Meirelles comanda a noite no Salão Principal, e faz da noite um Carnaval! Ivo Meirelles é um sambista antenado com a World Music. Conhecido pelas fusões rítmicas do samba com o pop, funk e o soul, o artista lançou 5 álbuns-solo e 3 discos com o Funk’n”Lata.

Serviço: Bar Brahma, Av. São João, 677, Centro, tel. 2039 1250, tel. 2039-1250. Sextas às 21h. Ingressos: de R$ 40 a R$ 149. Até 31/08.

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171