Cultura popular

Reconhecido por seu trabalho na divulgação da cultura popular brasileira, o grupo A Barca comemora 20 anos de carreira em dois shows complementares, Tempo de Reza (dia 03) e Tempo de Festa (dia 04)

Foto: Thais Taverna

cultura temporario

Na sexta, a noite tem a participação da banda paulistana Metá Metá e das Caixeiras do Divino, do Maranhão. No repertório, rezas musicadas das tradições populares brasileiras em que o sagrado e profano se misturam. Já no sábado, o show traz como convidados a cirandeira de Pernambuco Lia de Itamaracá e o Reisado dos Irmãos, de Juazeiro do Norte, Ceará. O programa percorre as festas populares brasileiras, com ritmos como coco, carimbó, samba e toadas de boi. O grupo é formado atualmente por Andre Magalhães (percussão), Ari Colares (percussão), Chico Saraiva (violão), Laeticia Madsen (voz), Lincoln Antonio (piano e pífano), Marcelo Pretto (voz) e Renata Amaral (baixo). Tempo de Reza mostra a religiosidade popular brasileira, a reza é feita com música, cantos, ladainhas, tambores, cortejos e danças. No espetáculo Tempo de Reza, Tempo de Festa, nas culturas populares brasileiras a festa e a reza se alternam como partes de um mesmo evento, já que a religiosidade popular também se manifesta no corpo que canta e dança. Por isso, complementar ao espetáculo Tempo de Reza, A Barca apresenta o show Tempo de Festa. Fazendo um recorrido musical pelas festas populares brasileiras, o grupo apresenta um repertório repleto de cocos, carimbós, sambas, toadas de boi e pontos de jongo.

Serviço: Sesc Pinheiros, R. Paes Leme, 195. Sexta (03) e sábado (04) às 21h. Ingressos: R$ 40 e R$ 20 (meia).

REFLEXÃO

Apegos
Apegos. O mundo é o seu playground.
Há muitas coisas maravilhosas para experienciar no plano da Terra, e é isso que você veio fazer aqui. Uma vida humana é para ser saboreada e desfrutada, simplesmente não se deixe envolver pelo drama e pelo mundo material, pois são apenas distrações que o impedem de toda a experiência. Torne-se consciente de qualquer comportamento viciado ou foco que seja estritamente no mundo material. Certifique-se de ter uma visão holística de todos os aspectos da sua vida. Olhe para a grande cena de tudo e veja as coisas a partir da perspectiva dos quatro corpos, e você encontrará a liberdade que procura. Não precisa haver nenhuma área de falta em seu mundo, então deixe de lado os apegos, pessoas, lugares e coisas. Você é livre para voar em qualquer direção que escolher. Pensamento para hoje: Libere apegos a pessoas, lugares e coisas. Você está pronto para voar e seguir sua paixão. E assim é. Você é muito amado e apoiado, sempre. Os Anjos e Guias.

Antes de Hoje

Foto: Edson Lopes Jr. – Blog do Arcanjo/UOL

vania abreu-3481 temporario

A cantora Vania Abreu visita três importantes momentos de sua carreira no show Antes de Hoje. Com repertório novo, o espetáculo mistura canções de vários álbuns da artista e sucessos repaginados de grandes cancioneiros da música brasileira que a influenciaram. O show atravessa três principais momentos na trajetória de Vania: o começo da carreira ao cantar em barzinhos, as apresentações nos trios elétricos no Carnaval de Salvador e a carreira solo ao chegar a São Paulo. Embora tenha o mesmo nome do oitavo disco de Abreu, lançado em 2017, Antes de Hoje traz apenas três canções desse álbum: Bem ou Mal, de Maurício Gaetani; As Quatro Estações, de Maurício Gaetani, Ary Sperling e Cláudio Rabello; e Pra Falar de Amor, de Tenison Del Rey e Paulo Vascon. Outro destaque é o novo single Meu Sotaque, lançado em 2018, sobre um episódio de intolerância vivenciado pela própria cantora e transformado em música por Marcelo Quintanilha. Vania sobe ao palco ao lado de João Cristal (piano), Xinho Rodrigues (baixo), Thiago Coiote (bateria) e Chrys Galante (percussão).

Serviço: Sesc Bom Retiro, Al. Northmann, 185, Bom Retiro, tel. 3332-3600. Sexta (10) às 21h. Ingresso: R$ 30.

Nota

A cidade é um ambiente em que, ao longo da história, o ser humano encontrou o conforto para viver em sociedade. Mas há um outro lado mais sombrio e hostil para muita gente, ainda mais se for preta e periférica. Ainda assim, a possibilidade de prosperar é possível, entre barreiras invisíveis, sirenes, violência e inúmeras portas fechadas. Muitas vezes, responder a isso tudo só é possível mesmo na selvageria, nesse caso, sonora. Reunindo Emicida, seu irmão, o empresário e cantor, Fióti, o DJ e beatmaker Duh, e as MCs Stefanie, Drik Barbosa, Dory de Oliveira e Souto MC, o single “Selvagem” traz essa atmosfera opressora e agressiva, traduzida no peso do instrumental e no refrão, gritado por todos os participantes, traduzindo um pouco da atmosfera em que todos os artistas precisaram superar seus limites para encontrar o progresso. A música marca o retorno dos irmãos às passarelas, mostrando a importância que a moda sempre teve e continuará tendo em suas trajetórias. Ouça “Selvagem”: (https://onerpm.com/al/6518279947)

Arte com esporte

Foto: 

Através do trabalho de 24 renomados artistas, as obras irão enfatizar a diversidade da criação com temas ligados a vários tipos de modalidades esportivas. Entre os artistas que irão expor suas criações estão o alagoano Everson Fonseca, artista plástico figurativista, que se destaca pelas cores que dão vida aos seres que desenha;Claudio Takita, que se destaca como artista plástico e designer gráfico e suas obras ganham vida graças à sobreposição de personagens, objetos, palavras, texturas e cores;Fatima Marques, que busca o caminho da pintura figurativa realista contemporânea, como a expressão maior de sua personalidade e inspiração; e Panachão, artista plástico e engenheiro civil, executa obras em acrílica sobre tela e técnicas variadas, demonstrando um estilo completamente novo, moderno contemporâneo.

Serviço: Shopping JK Iguatemi, Av. Pres. Juscelino Kubitschek, 2041. De segunda a sábado das 10h às 22h, aos domingos e feriados das 14h às 20h. Entrada franca. Até 05/08.

Estreia

Com direção de Eduardo Martini e dramaturgia de Carlos Fernando Barros, Depois Daquela Noite estreia na sexta-feira, 10 de agosto. A comedia traz no elenco Carol Hubner, Renato Scarpin, Theo Hoffmann, além do próprio Eduardo Martini. Na trama, Ana e Rafael, dois amigos que trabalhavam na mesma empresa, ao saírem do trabalho, deparam-se com a cidade transformada em um verdadeiro caos por uma chuva torrencial. Após tentarem em vão, voltar para suas casas, resolvem passar a noite em um hotel. No lugar, Ana telefona e conta a situação ao seu marido Maurício, que não entende e acha tudo muito estranho. Já André, namorado do Rafael, ao saber do que está acontecendo, pensa que está sendo traído. Enquanto Ana e Rafael se preparam para dormir, Maurício e André vão até o hotel para cobrar satisfação. O encontro serve de pano de fundo para que todos mostrem o seu verdadeiro “eu”.

Serviço: Teatro Viradalata, R. Apinajés, 1387. Sextas às 21h. Ingressos: R$ 50 e R$ 25 (meia). Até 28/09.

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP