ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

Diálogo de violões

O grupo Coladera apresenta o show de lançamento de seu segundo disco La Dôtu Lado (selo Scubidu) com participações especiais do percussionista Marcos Suzano e da cantora angolana Aline Frazão

Foto: Beth Freitas

dialogo temproario

Projeto encabeçado pelo brasileiro Vitor Santana e pelo português João Pires, o Coladera celebra a ponte cultural entre Brasil, Portugal e Cabo Verde num diálogo baseado em violões, percussões e vozes. O nome do projeto faz referência ao ritmo popular cabo-verdiano coladeira, nascido da morna, por sua vez originada de ritmos como o fado português e o lundum angolano, e influenciado pelo samba, pela rumba e pela cumbia. Com exceção da música La Dôtu Lado, todas as outras canções: A Luz de Yayá, Nada Além de Você, Céu, Vermelho, Navega, Mandinga, D’orixá, Algum Lugar em Nós, Primer Letra, entre outras, são interpretadas em português (do Brasil).

Serviço: Teatro Paulo Autran (Sesc Pinheiros), R. Paes Leme, 195. Quarta (08) às 20h30. Ingressos: R$ 25 e R$ 12,50 (meia).

REFLEXÃO

Deus te ama
Neste dia de sua vida, querido(a) amigo(a), acredito que Deus quer que você saiba... ... Que se colocar pra baixo não é a resposta. Por que você faria com você o que Deus jamais faria com você? As poucas coisas que você não “faz certo” (o que quer que isso seja) não podem se comparar com as coisas em que você se sobressai. Você sabe disso? Você é bom, você é cuidadoso, você é generoso, você é sensível, você é misericordioso, você é clemente, você é mais aceito do que imagina, e mais amoroso do que acredita ser. Agora... o que mais? Tente compreender isto: Você está indo muito bem. Mais do que “muito bem”. Você é excelente. Você é magnífico, você é maravilhoso! E Deus o ama muitíssimo!
Amor, Seu Amigo ,
Neale Donald Walsch

Claudio Lins

Foto: Alexandre Moreira

claudio temproario

Com arranjos novos e contemporâneos, show de Claudio Lins apresenta repertório que inclui Expresso 2222, Canto de Ossanha, Lembra de Mim, Tropicana, Corsário, Oceano, Fora da Ordem, Ponteio, Volte para o seu lar, Lotação Esgotada, DDD, Impaciência (gravada por Luciana Mello), Por toda vida, gravada também pela cantora Maria Rita e trilha sonora da novela Avenida Brasil, entre outras.

Serviço: Theatro NET São Paulo (Shop. Vila Olímpia), R. Olimpíadas, 360. Quarta (15) às 21h. Ingressos: De R$ 50 a R$ 120.

Jazz

A banda Grooveria apresenta o repertório de seu novo CD Moto Contínuo e outras composições com participação especial dos cantores Toni Garrido e Jesuton.Tendo como ponto de partida as músicas do novo disco, lançado em 2017, o show do coletivo liderado pelo baterista e produtor Tuto Ferraz revela o seu lado autoral. Além de composições de Tuto e parcerias com outros compositores feitas em diversos trabalhos musicais, entre eles Jessé Santo, Jota Erre e Leonardo Mendes, o disco traz duas canções em parceria com Fernanda Abreu. Fernanda participa também de uma das poucas versões do disco, “Berimbau” (Baden & Vinicius) onde a carioca mostra sua forte ligação com o samba nesta faixa que tem ainda solo de piano Rhodes de Marcelo Maita, primeiro tecladista a tocar no coletivo. A Grooveria é formada por: Tuto Ferraz (voz e bateria), Edson Menezes (baixo), DJ Tubarão (percussão), François de Lima (trombone), Paulo Jordão (trompete), Rodrigo Bento (sax tenor), Alvaro “guitarreiro” Alves (guitarra), Léo Caranga (guitarra e vocal) e Agenor “dino” de Lorenzi (teclados).

Sesc Belenzinho, R. Padre Adelino, 1000, tel.2076-9700. Sexta (3) às 21h30. Ingresso: R$ 20.

Samba e boleros

Foto: Thamires Santiago

samba temproario

A cantora e violonista baiana Rosa Passos apresenta o show Brasileira. No espetáculo, a artista passeia por sambas-canções e boleros de diversos compositores, incluindo composições de sua autoria.A artista se apresenta acompanhada pelos músicos Ivan Sacerdote (clarinete), Paulo Paulelli (baixo acústico), Fabio Torres (piano) e Celso de Almeida (bateria). No repertório, canções como “Juras” e “Amorosa” (de Rosa Passos), “Verbos do Amor” (Abel Silva, Gal Costa e João Donato), “Desenho de Giz” (Abel Silva e João Bosco), “Abajur Lilás” (Fernando de Oliveira, Ivan Lins e Rosa Passos) e outras.

Sesc Belenzinho, R. Padre Adelino, 1000, tel.2076-9700. Sexta (03) e sábado (04) às 21h e domingo (05) às 18h. Ingresso: R$ 30.

Reestreia

Um dos textos mais importantes da dramaturgia nacional volta aos palcos no dia. Comemorando seus 60 anos, “Eles não usam Black-Tie”, de Gianfrancesco Guarnieri, foi montado pela primeira vez no Teatro de Arena, no mesmo ano de sua publicação, 1958. Nesta obra, Gianfrancesco Guarnieri transcreve de maneira cotidiana questões sócio-políticas vividas por Tião, personagem que o próprio autor viveu na montagem do Arena. A história revela, como primeira instância, a organização de uma greve com suas posições ideológicas, morais e divergentes para cada personagem, o que faz com que as discussões entre pai e filho sejam frequentes. Num plano abrangente estão apoiadas relações familiares como: gravidez, casamento, educação e religião. A plateia poderá vivenciar no palco uma família comovente que sobrevive de maneira humilde, mas não menos digna, refletindo o espelho de uma camada social que abrange milhões de brasileiros. Além disso, a peça tem como pano de fundo reflexões sobre a frágil condição humana, sobre os homens e seus conflitos, trazendo um verdadeiro um debate entre a coletividade e o individualismo, simultaneamente cru e sensível. Com, Adilson Azevedo, Camila Brandão, Carolina Stofella, Kiko Pissolato, Pablo Diego Garcia, Paloma Bernardi, Paulo Gabriel, Samuel Carrasco, Teca Pereira e Tiago Real, com direção de Dan Rosseto.

Serviço: Teatro Aliança Francesa, R. General Jardim, 182, Vila Buarque, tel. 3572- 2379. Sextas e sábados às 20h30 e domingos às 19h. Ingressos: R$ 60 e R$ 30 (meia). Até 16/09.

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171