“Vitória Régia”

Com o intuito de resgatar a cultura milenar de se contar uma bela história de diversas maneiras, a Cia K traz uma lenda brasileira indígena de origem tupi-guarani para os dias de hoje com a junção de diferentes linguagens artísticas como, teatro físico, dança, circo, música e multimídia

Foto: Paulo Barbuto

vitoria temporario

O espetáculo inspira-se na lenda da Vitória Régia , que conta a história de Naiá, uma índia, uma deusa, que se apaixona por Jaci, a lua. Um amor impossível que faz com que ela se transforme e mergulhe em águas profundas. Esse mito traz à tona, de maneira poética, um momento muito importante no universo feminino quando, para se tornar mulher, ela precisa fazer uma travessia, precisa entregar a sua juventude, como se deixasse o reino do submundo, para alcançar um novo universo. Uma maturidade, um processo que se constrói e reconstrói ao longo da vida, no qual ela pode morrer para alcançar o seu amor e quem sabe, se tornar estrela. O espetáculo apropria-se do mito para representar situações vividas por diversas gerações e sentimentos como paixão, ilusão, autoconhecimento, busca de um sentido para a existência, conectando-se com as pessoas da plateia em torno dessa bela história de amor.Com Kiko Caldas, Ieda Cruz, Kiki Milani, Natalia Furlan, MargreetNuijten e Iara Gueller.

Serviço: Sesc Pinheiros (Teatro Paulo Autran), R. Pais Leme, 195, tel. 3095-9400. Sábado (21) às 21h e domingo (22) às 18h. Ingressos: R$ 40 e R$ 20 (meia).

REFLEXÃO

Alma feliz
Quando a alma está feliz, a prosperidade cresce, a saúde melhora, as amizades aumentam, enfim, o mundo fica de bem com você...! O mundo exterior reflete o universo interior .
Mahatma Gandhi

“Forever Young”

Foto: Jonatas Marques

musical temporario

A comédia musical “Forever Young” retrata de forma bonita, poética e bem-humorada, a terceira idade e reestreia no próximo dia 20. O musical aborda seis grandes atores que representam a si mesmos no futuro, quase centenários. Apesar das dificuldades eles continuam cantando, se divertindo e amando. Tudo acontece no palco de um teatro, que foi transformado em retiro para artistas, sempre sob a supervisão de uma enfermeira. Quando ela se ausenta, os simpáticos senhores se transformam e revelam suas verdadeiras personalidades através do bom e velho rock’n’roll e mostram que o sonho ainda não acabou e que eles são eternamente jovens. A comédia musical consegue relatar não apenas o problema da exclusão social na “melhor idade”, mas também aborda questões sobre a velhice com muito humor e músicas que marcaram várias gerações. Os hits são sucessos do rock/pop mundial de diversos anos, passando pelas décadas de 50, 60, 70, 80 até chegar aos anos 90. Músicas que são verdadeiros hinos como “I Love Rock and Roll”, “Smells Like a Teen Spirit”, “I Wil Survive”, “I Got You Babe”, “Roxanne”, “Rehab”, “Satisfaction”, “Sweet Dreams”, “Music”, “San Francisco”, “California Dreamin”, “Let It Be”, “Imagine”, e a emblemática “Forever Young”. Já o repertório nacional conta com canções como “Eu nasci há 10 mil anos atrás” de Raul Seixas, “Do Leme ao Pontal” de Tim Maia e “Valsinha” de Chico Buarque.

Serviço: Teatro Municipal Paulo Eiró, Av. Adolfo Pinheiro, 765, Santo Amaro, tel. 5686-8440. Sextas e sábados às 21h e aos domingos às 19h, dia 21/07 não haverá espetáculo. Ingressos: R$ 40 e R$ 20 (meia). Até 26/08.

“O Mágico de Oz”

Foto: Bianca Tatamiya

o magico temporario

O musical “O Mágico de Oz” consegue surpreender nesta super produção ao acrescentar novidades ao espetáculo, reunindo recursos multimídia e uma orquestra, ao vivo, com nove músicos, sob a regência do maestro Rafel Righini. Com diálogos e músicas cantadas em português, criadas especialmente para esta versão, o espetáculo traz 22 canções, com destaque para Quero Ver o Arco-Íris, versão para Somewhere Over the Rainbow (E.Y. Harburg e Harold Arlen), em que a atriz Bia Jordão canta acompanhada pelo som do instrumento ukelelê. Um time de atores mirins integra o elenco da produção: Dando vida à Dorothy está a atriz Bia Jordão. A história, consagrada no filme estrelado por Judy Garland, conta o sonho de Dorothy que, acompanhada do cachorro Totó, deixa o sítio onde mora com os tios e viaja até o mundo de Oz. Uma terra mágica e distante, além do arco-íris. Lá, conhece personagens que exaltam qualidades como coragem (Leão), inteligência (Espantalho) e amor (Homem de Lata). Conhece também a Bruxa Má, que tenta impedir a volta para casa. O espetáculo é inspirado livremente na obra de Lyman Frank Baum, de 1900, criador de um dos mais populares livros escritos na literatura americana infantil. Com Felipe Tavolaro, Ítalo Rodrigues, Alvinho de Pádua, Márcio Yáccof, Nicole Rosemberg, Titzi Marques,Paula Canterini, Marcos Antonelli , entre outros.

Serviço: Teatro Bradesco (Bourbon Shopping São Paulo), R. Palestra Italia, 500. Sábados (14, 21 e 28) às 15h e domingos (22 e 29) às 11h30 e 15h. Ingressos: de R$ 50 a R$ 150.


Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP