Contato: (11) 3043-4171

Cine

Cine Sônico - Uma Abordagem do Início do Cinema.

Uma performance audiovisual que retoma a ideia das salas de cinema com música ao vivo, contextualizando-as na arte contemporânea

Em síntese, esta é a proposta do projeto Cine Sônico - Uma Abordagem do Início do Cinema, com a participação do grupo O Grivo e do artista plástico mineiro Roberto Freitas. As exibições com filmes franceses, alemães e norte-americanos do período silencioso como Emak bakia (Man Ray, 1926, 16’’), Anemic Cinema (Marcel Duchamp, 1926, 6”), Entr’act (René Clair, 1924, 20’’19’), Rhythmus 21 (Hans Richter, 1921, 3”) e The Hearts of Age (Orson Welles, 1934, 8”). Todas as trilhas sonoras serão construídas e executadas ao vivo, com instrumentos musicais tradicionais e objetos sonoros.
Serviço: Sesc Avenida Paulista, Av. Paulista, 119, Bela Vista, tel. 3170-0800. Terça (29) e quarta (30), às 21h. Entrada franca.

REFLEXÃO

MENSAGEM DOS ANJOS canalizada por Ann Albers.
Respire… Deixe a vida correr.
Respire. Imagine que o ar ao seu redor é como um oceano. Quando você inspira, uma onda de ar limpo e puro chega aos seus pulmões. Ele faz uma pausa e depois se afasta à medida que você se entrega à expiração, da mesma maneira que uma onda se afasta da costa, de volta ao oceano eterno.
Respire novamente. Permita que uma onda passe por você e encha seus pulmões. Imagine esse ar preenchendo-o, energizando-o e o purificando. Ela alcança suas próprias células, faz uma pausa e depois recua. Respire novamente. Permita que ondas do oceano do amor o limpem e o estimulem.
Imagine que você queira construir uma fogueira na praia. Você teria que esperar o oceano trazer a madeira que você queimaria. Você iria alimentar essas oferendas ao fogo para atiçar as suas chamas. As energias mais densas se voltariam para a luz!
Da mesma forma dentro de você existe uma chama da Divindade. Você a abastece com amor. É o seu amor e a sua luz que irão queimar as trevas deste mundo e transmutar estas energias mais densas em algo muito mais brilhante.
Você pode fazer isso de uma maneira muito humana, enviando amor e orando por aqueles que estão na escuridão. No entanto, para aqueles que são sensíveis e precisam se ajustar às freqüências caóticas do mundo, você também pode queimar as trevas simplesmente como energia.
Você não precisa temer a ira do mundo. Você não precisa temer a tristeza, a apatia, a resignação, a amargura, a falta de perdão e a hostilidade que muitos de vocês sentem. Você não precisa bloqueá-los, mais do que você tentaria bloquear uma onda do mar..
Em vez disso, respire. Inspire a partir desse oceano de amor e, enquanto inspira, imagine que quaisquer energias mais densas ou desagradáveis que entram, são atraídas para a chama do amor Divino em seu coração. Imagine esse fogo de luz invisível queimando intensamente. Ao inspirar os males do mundo, essas energias mais densas são atraídas para esse fogo em seu coração. Este fogo de luz queima mais intensamente, animando-o, enchendo-o mais profundamente com amor.
Você é a luz do mundo. A luz da Fonte vive dentro de você como uma bela fogueira do amor Divino! Ao inspirar as energias “negativas” deste mundo, lance-as ao fogo desse amor. Simplesmente imagine que elas estão se queimando nesse amor. Então permita que o ar se afaste de você, afundando em um oceano de amor, purificado, e mais amoroso do que nunca.
Deus o abençoe! Nós o amamos muito. -- Os Anjos
Regina Drumond

Estreia

Foto do ensaio de Otelo.

A Commune de São Paulo monta Otelo, com direção de John Mowat, baseado na peça de peça de William Shakespeare, com pré-estreia no dia 1 de junho. A inversão da etnicidade de Desdêmona e Otelo oferece uma nova visão sobre a relação deste casal. Desdêmona, uma garota negra, está apaixonada e casa-se secretamente com um jovem general branco do exército veneziano, contra a vontade da mãe dela, Dona Brabancia. Cinco atores interpretam todos os personagens sendo que um deles não apenas representa um juiz e um cão, mas 52.724 soldados do exército veneziano. Com, Miriamm Lima, Alan Benatti, Silvia Nicollatto, Paulo Dantas e Augusto Marin.

Serviço: Teatro Commune, R. da Consolação, 1218, Consolação, tel. 3476-0792. Sábados, às 21h e aos domingos, âs 19h30. Ingresso: R$ 30. Até 24/6.

NOTA

Um dos grandes sucessos de Emicida, “Mandume” é uma homenagem a  um rei angolano, símbolo de resistência às invasões portuguesas e alemãs no século passado. A letra cita vários heróis negros e Emicida chamou alguns MCs, que são referências no rap nacional, para cantar com ele. No show da gravação do DVD, não por acaso dia 20 de novembro, participaram dessa música: Drik Barbosa, Amiri, Coruja BC1, Rico Dalasam, Muzzike, Raphão Alaafin e Rashid  (https://www.youtube.com/watch?v=OBSSGs4a0a0).

 

Mulheres

O violonista, compositor e arranjador Marco Pereira convida a cantora e intérprete Mônica Salmaso para apresentarem, juntos, em um show inédito, releituras personalíssimas de canções que trazem, no título, nomes dessas mulheres tão inspiradoras ou que, na letra, sugerem figuras femininas mais ou menos abstratas. O espetáculo “ELAS” traz composições de Pixinguinha (Rosa), Chico Buarque (A Rita, Angélica), Dorival Caymmi (Doralice, Dora), Adoniran Barbosa (Iracema), Gilberto Gil (Drão), Ary Barroso (Maria) e outros grandes compositores da música brasileira, como o nosso “maestro soberano”, Antônio Carlos Jobim, autor de pérolas como Gabriela e Luíza. E ainda Beatriz, parceria de Edu Lobo com Chico Buarque.

Serviço: Tupi or Not Tupi, R. Fidalga 360, Vila Madalena, tel. 3813-7404. Sábado (9), às 21h30. Ingresso: R$ 120.

Estreia

O show do vibrafonista Beto Montag, acompanhado do seu grupo Psycoletivo contará com a participação especial do guitarrista André Sampaio, representando a guitarra afro-rock. Montag apresentará as músicas de seu disco de estreia, acompanhado por Guilherme Nakata (bateria), Eder “O” Rocha (percussão), Mestre Nico (percussão), Fabio Prior (percussão), Duda Francisquini (percussão), Gabriel Catanzaro (baixo) e Lello Bezerra (guitarra). Influenciado por diversas correntes artísticas, ele extrai do seu vibrafone eletrificado sons que vão além do som original, com timbres e distorções inusitados.

Serviço: Sesc Avenida Pauçista, 119, Bela Vista Quinta (31), às 18h30. Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia).


Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171