Concerto

A Osesp apresenta obras de Beethoven sob o comando de sua Regente Titular Marin Alsop, com a participação do pianista russo Nikolai Lugansky

Camila Titinger e Nikolay Lugansky se apresentam com a Osesp.

O concerto do dia 22 terá transmissão ao vivo em 360º (e em Realidade Virtual para quem dispuser do equipamento adequado) através da página da Osesp no Facebook e do site oficial da Orquestra. O repertório será composto por três obras do compositor alemão: a Abertura Leonora nº 3, Op.72b; o Concerto nº 4 Para Piano em Sol Maior, Op.58, com solos de Lugansky; e a Sinfonia nº 3 em Mi Bemol Maior, Op.55 – Eroica. Esta última faz parte da série As Nove Sinfonias, que trará a integral das sinfonias de Beethoven ao longo da Temporada 2018, sob o comando de diversos regentes. O pianista Nikolai Luganski é considerado pela crítica um dos mais importantes pianistas da atualidade, tendo já se apresentado com orquestras como a Sinfônica de Baltimore e a Filarmônica de Hong Kong, e sob o comando de nomes como Osmo Vänskä, Yuri Temirkanov e Charles Dutoit. Quando não está se apresentando, Luganski dá aulas no Conservatório de Moscou. Em 2004, ganhou o título de “Honored Citizen of Ivanokva” por sua contribuição ao desenvolvimento do Rachmaninov Museum.

Serviço: Sala São Paulo, Praça Júlio Prestes, 16, Centro, tel. 3223-3966. Quinta (22) e sexta (23) às 20h30 e sábado (24) às 16h30. Ingressos: R$ 50 e R$ 222.

REFLEXÃO

Ser poderoso
Resgate o seu poder. Aborde a sua vida com os seus olhos bem abertos, de modo que seja capaz de ver com mais clareza as áreas que precisam ser mudadas, ajustadas ou apoiadas. É importante agir para fazer as mudanças para você. Resgate o seu poder, mas não tire o poder dos outros, enquanto faz isto. Um ciclo bem sucedido no equilíbrio do poder é importante no crescimento e no avanço. Novas parcerias ou contratos estão agora se tornando possíveis. Interiorize-se e decida quais os que você deseja cultivar e desenvolver. Estes podem estar em seu mundo exterior, bem como em seu mundo pessoal. Lembre-se de que você não tem que ter o que teve no passado e que algo inteiramente novo pode ser criado… se você escolher que assim seja. O Mantra para hoje é: “Eu sei o que é certo e melhor para mim. Eu sou poderoso.” E assim é. Você é muito amado e apoiado, sempre. Os Anjos e Guias - Sharon Taphorn .

“Bem Sertanejo – O Musical”

Michel Teló

O espetáculo “Bem Sertanejo – O Musical” de Michel Teló, conta a história da música sertaneja, desde a sua origem caipira, no século 17, até os dias mais recentes e traz no repertório cerca de 56 sucessos de nomes consagrados, como Tonico e Tinoco, Sérgio Reis, Almir Sater, Renato Teixeira, Chitãozinho e Xororó, Leandro e Leonardo, Zezé Di Camargo e Luciano, Gustavo Lima, Henrique e Juliano, Jorge e Mateus, entre outros.O elenco trará ainda nomes de destaque no cenário do teatro musical brasileiro, como Lilian Menezes, que recentemente chamou a atenção ao protagonizar o sucesso “Elis, A Musical”, Sergio Dalcin, cantor sertanejo e ator, com experiência em musicais, e o premiadíssimo elenco de “Samba Futebol Clube” e “Aquele Abraço” que trabalha com o autor e diretor Gustavo Gasparani há cinco anos. São eles: Alan Rocha, Cristiano Gualda, Daniel Carneiro, Gabriel Manita, Jonas Hammar, Luiz Nicolau, Pedro Lima e Rodrigo Lima. A peça propõe uma viagem pelos nossos interiores, memórias, infância, descobertas, resgatando, assim, o sertão que há em cada um de nós, e ao mesmo tempo, um contato direto com as nossas raízes culturais.

Serviço: Teatro Bradesco (Bourbon Shopping), R. Palestra Itália, 500. Sextas (16 e 23) e sábados (17 e 24) às 17h e 21h30 e domingos (18 e 25) às 16h e 20h30. Ingressos: de R$ 50 a R$ 220.

Serviço: Sesc Santo Amaro, R. Amador Bueno, 505, Santo Amaro. Sábado (17 e 24) e domingo (18 e 25) às 17h. Entrada franca.
Internacional

A guitarrista estadunidense Kaki King apresenta seu mais recente álbum,“The NeckIsa Bridge totheBody” (2015). O trabalho é marcado pelo estilo pessoal de tocar violão, utilizando técnicas percussivas e afinações diferentes. “The NeckIs a Bridge To The Body” é um show multimídia ao vivo, no qual Kaki toca violão sob os efeitos com dois canais de projeções sincronizados em tempo real com o instrumento e o telão no fundo do palco.Kaki King tem oito álbuns lançados e participou, com Michael Brook e Eddie Vedder, da trilha sonora do filme “Na Natureza Selvagem”, de Sean Penn, que foi indicado ao Globo de Ouro como Melhor Trilha Original. Em 2006, ela foi a primeira mulher e a pessoa mais jovem a entrar na lista de “Deuses da Guitarra”, da revista “Rolling Stone”.  Serviço: Sesc 24 de maio, R. 24 de maio, 109, Centro, tel. 3350-6300. Sábado (17) às 21h e domingo (18) às 18h. Ingressos: R$ 40 e R$ 20 (meia).

A guitarrista estadunidense Kaki King apresenta seu mais recente álbum,“The NeckIsa Bridge totheBody” (2015). O trabalho é marcado pelo estilo pessoal de tocar violão, utilizando técnicas percussivas e afinações diferentes. “The NeckIs a Bridge To The Body” é um show multimídia ao vivo, no qual Kaki toca violão sob os efeitos com dois canais de projeções sincronizados em tempo real com o instrumento e o telão no fundo do palco.Kaki King tem oito álbuns lançados e participou, com Michael Brook e Eddie Vedder, da trilha sonora do filme “Na Natureza Selvagem”, de Sean Penn, que foi indicado ao Globo de Ouro como Melhor Trilha Original. Em 2006, ela foi a primeira mulher e a pessoa mais jovem a entrar na lista de “Deuses da Guitarra”, da revista “Rolling Stone”.

Serviço: Sesc 24 de maio, R. 24 de maio, 109, Centro, tel. 3350-6300. Sábado (17) às 21h e domingo (18) às 18h. Ingressos: R$ 40 e R$ 20 (meia).

BRASILIDADE

O grupo teatral “Os Ciclomáticos Companhia de Teatro “ apresentará dois espetáculos: “A Farra do Boi Bumbá”, nos dias 17 e 24 de março e “Casa Grande e Senzala – Manifesto Musical Brasileiro”, nos dias 18 e 25 de março. O grupo possui uma linguagem própria e aposta na contemporaneidade da encenação e da escrita. “A Farra do Boi Bumbá”, acontece em volta do lindo boi que vive nas terras de um rico fazendeiro. Catirina está grávida e seu desejo é comer a língua desse boi. Pai Chico trabalha na fazenda e, querendo agradar sua esposa, vai atrás do animal. É a partir desse momento que começa a confusão e a história se desenvolve. Nessa peça, o diretor vasculhou o universo do teatro para abordar as farsas medievais e as festas brasileiras. A “Casa Grande e Senzala – Manifesto Cultural Brasileiro”, se inspira na obra de Gilberto Freyre para contar o que é o povo brasileiro hoje. Para isso, o grupo usa a obra do autor como texto e pretexto, junto às lendas e músicas. A peça faz uma trajetória do Brasil por meio dos índios, negros e portugueses, além de abordar o canto das lavadeiras, dos sertanejos e a poesia popular dos sambas-enredo.