“Solos de Rua - Atamento 2: Anunciação”

“Solos de Rua - Atamento 2: Anunciação” é uma ação artística e urbana do ...AVOA! Núcleo Artístico, dirigida por Luciana Bortoletto

AVOA! Núcleo Artístico.

A montagem não está nos palcos italianos, em teatros, em salas de espetáculos. Está nas ruas do centro de São Paulo. Mais precisamente na confluência das ruas XV de Novembro e Rua do Tesouro. O público que passa e os muitos que param assistem a uma intervenção cênica, urbana, artística e... Inquietadora. É característica do grupo, que completou dez anos de estrada em 2016, estar nas ruas, dançar nas ruas, se misturar às pessoas e coisas da rua. Aos que passam e aos que assistem, fica a incerteza e a dúvida do que estão presenciando. Com Edi Cardoso, Luciana Bortoletto, Izabel Martinelli, Mônica Caldeira, Rodrigo Rodrigues
Provocadores convidados: Érika Moura, Fabrice Ramalingom, Luis Louis, Robson Lourenço, Rogério Tarifa e Valéria Cano Bravi. Músicos convidados: Daniel Arruda Van Ham (Percussão), Fernando Ruggiero Goldenberg (Trompete), João Batista di Brito (Sax) e Luciana Bortoletto (Zabumba).


Serviço: Início na Rua XV de Novembro, esquina com a Rua do Tesouro, centro de São Paulo – Referências de localização: próximo à Estação de Metrô Sé e Pátio do Colégio. De quarta (6) a sexta (8) às 15h30. Entrada franca.

REFLEXÃO

Libere o Passado
É o momento de terminar com ele e liberá-lo. Não continue olhando para trás, pois, então, você não vê as oportunidades que estão em seu agora. Não há nada a corrigir, nada a reviver e não há necessidade de continuar com isto. É quando você começa a ver as coisas de forma diferente que a sua vida começa a mudar, e está na hora...
Cada parte de sua vida se revelou de forma adequada. Sabemos que nem sempre é fácil de entender, então, não tente. Você terá o seu momento de “Ah” quando for a hora certa e até, então, apenas, deixe-o ir. Mantenha as lembranças felizes para aqueles momentos de lembranças, mas libere o resto. Tenha a sensação de paz que entra em seu ser, enquanto você simplesmente libera tudo e apenas seja. Está feito… deixe-o ir.
O pensamento para hoje é: Assim que você se perceber olhando para o passado com menos amor, deixe-o ir. É o momento de acabar com isto, para que você possa continuar a viver a sua vida.
E assim é.
Você é muito amado e apoiado, sempre.
Os Anjos e Guias - Sharon Taphorn.

Comédia

“Vozes”

“Vozes” é um espetáculo teatral inédito, de suspense a comédia, aonde reúne o gênero de filme noir e o quadrinho. A peça conta a história de Alberto, um detetive policial, que está ganhando destaque na mídia por ter muitos casos resolvidos. O que ninguém imagina é que o segredo do seu sucesso é que ele vê e ouve espíritos. Até que um dia ele se depara com um crime num famoso show de variedades. A cantora principal do show é encontrada morta no seu camarim. Quando o detetive Alberto começa a investigar este assassinato ele nem imagina que este pode ser o caso mais importante da sua carreira.Com Diego Becker, André Pateta, Clara Lyrio e Wagner Galvão.

Serviço: Teatro Augusta, R. Augusta, 943, Cerqueira César, tel. 3151-4141.Quartas e quintas às 21h.Ingresso: R$ 50. Até 14/12.

Natal

Um coral de Natal com cantos de diferentes credos, religiões e filosofias espiritualistas, interpretados com diversos instrumentos musicais. Em síntese esta é a proposta do evento “Festa do Sol”, que o grupo Coro Cântaro, sob regência de Elisabet Just realiza. Neste concerto, as vozes femininas do Coro Cântaro, acompanhadas por violoncelo, piano elétrico, flauta transversal e instrumentos de percussão, trazem cantos pagãos, cristãos, judaicos, islâmicos, budistas, hinduístas, indígenas e de divindades africanas, abraçando diversas linhas espiritualistas e propondo um Natal para todos. Coro Cântaro é um coro de vozes femininas nascido em 2015, constituído de cantoras amadoras.

Serviço: Livraria NoveSete, R. França Pinto, 97, Vila Mariana. Tel. 5573-7889. Sábado (9), às16h. Ingressos: R$ 35, para crianças de até 10 anos, entrada franca.

Guerra e mulheres

guerra temproario

A narrativa oficial das guerras é masculina. Na imensa maioria dos casos, conhecemos a história através de depoimentos de homens, sejam eles soldados, comandantes, capitães, presidentes ou historiadores. Recém-premiada com o Nobel de Literatura, a escritora bielorrussa Svetlana Alexievich entrevistou centenas de mulheres que sobreviveram à Segunda Guerra e transformou os relatos no premiado livro ‘A Guerra Não Tem Rosto de Mulher’.Com Carolyna Aguiar, Luisa Thiré e Priscilla Rozenbaum.

Serviço: Teatro FAAP, R. Alagoas, 903, Higienópolis, tel. 3662-7232. Sextas e sábados às 21h, domingos às18h. Ingressos: de R$50 a R$ 60. Até 17/12.

 
 
 
Mais Lidas