Show-visual

O espetáculo “Cinema na Música”, show-visual que comemora os 85 anos do cantor, compositor, pintor e cineasta Sérgio Ricardo foi produzido e dirigido pela designer e cantora Marina Lutfi

No ano em que completa meio século da famosa quebra do violão num Festival da Canção, Sérgio Ricardo mostra que ainda tem fôlego pra compor, cantar, dirigir filmes, escrever e pintar.

O show apresenta as principais criações de Sérgio para o cinema, campo em que recebeu inúmeras premiações por trilhas sonoras inesquecíveis, como a de “Deus e o Diabo na Terra do Sol”, de Glauber Rocha, e de filmes próprios, entre eles “A Noite do Espantalho”. Sérgio divide o palco com os filhos Marina Lutfi (voz) e João Gurgel (voz e violão), acompanhados por Lui Coimbra (violoncelo), Marcelo Caldi (piano e acordeon), Alexandre Caldi (sopros) e Carlos Cesar (percussão). No repertório, canções que fazem o público reviver e cantar narrativas que marcaram a história do cinema brasileiro, como “Barravento”, inspirada no filme de Glauber; “Esse mundo é Meu”, com letra de Ruy Guerra; “Cantador de Cajazeiro” (abertura de “A Noite do Espantalho”); e, claro, “Deus e o Diabo na Terra do Sol”. Músicas clássicas de Sérgio Ricardo também terão espaço, como “Zelão” e “Calabouço”. A apresentação é acompanhada por projeções de trechos dos filmes.

Serviço: Sesc 24 de Maio, R. 24 de Maio, 109, República. Quarta (29) às 14h e às 21h. Ingressos: R$ 30 e R$ 15 (meia).

REFLEXÃO

Entusiasmo
Neste dia de sua vida,querido(a) amigo(a), creio que Deus quer que você saiba... . QUE ENTUSIASMO É TUDO. NÃO É UM POUCO. É TUDO....que se você estiver envolvido em algum tipo de projeto, agora, ou lançando algum esforço pessoal, o seu entusiasmo (ou falta dele) irá determinar diretamente o sucesso que esta empreitada irá ter. Se você não está animado com toda a essência do seu ser por ele, largue-o agora. Se você está animado com o todo o seu ser, demonstre isso em tudo o que você pensa, diz e faz. Você não terá que pensar, mais que um segundo para saber exatamente por que você recebeu esta mensagem hoje.
Amor, Seu Amigo.
Neale Donald Walsch

Novidades

Lia Sophia

Prestes a lançar o álbum Não Me Provoca, a cantora e compositora Lia Sophia sobe ao para apresentar as novidades do quinto disco da carreira, além de passear por sucessos do seu repertório, como “Ai Menina”, “Um Beijo”, “Lero Lero” e “Quando Eu Te Conheci”. Dentre as onze músicas do disco, dez foram compostas por mulheres, Lia Sophia assina oito delas. Os versos de “Eu me Chamo Amazônia“, cujo teaser foi lançado esse ano pelas redes sociais da cantora, sugerem a força feminina do álbum: “Não me provoca / Eu sou filha da floresta / E se o vento me sopra / Eu faço pororoca”. No palco, a banda que acompanha Lia Sophia é formada por Gileno Fanquinos na guitarra, Peter Mesquita no contrabaixo, Bolão na percussão, Tércio Guimarães no saxofone, Diogo Duarte no trompete e Paulinho Giraya na bateria, além da participação especial do cantor, compositor e músico Pedro Luís.

Serviço: Sesc Pompeia, R. Clélia, 93. Sábado (25) às 21h. Ingressos: R$ 30 e R$ 15.

“A Cigarra e a Formiga - Um Espetáculo Para Adulto”

Cena da comédia “A Cigarra e a Formiga - Um Espetáculo Para Adulto”.

Nessa versão “A Cigarra e a Formiga - Um Espetáculo Para Adulto”, a Cigarra passa todo o verão cantando fútil pelas árvores da vila dos insetos, irritando profundamente a trabalhadeira e sistemática Formiga. Quando tudo parece caminhar para o final já esperado, chega o inverno, e com ele o Pernilongo. Uma divertida rivalidade acontece então, onde as duas amigas fazem de tudo para conquistar o coração do rapagão, entre músicas e confusão. Um ceanário simples que representa a sala de estar do formigueiro abriga toda a ação... neva lá fora e aqui dentro muitas intrigas e confusões, com figurinos coloridíssimos que farão a felicidade de todos os pequenos, ou melhor, dos adultos que quiserem saber o lado secreto dos personagens infantis. Com Alexia Twister, Ricardo Leitte e Valenttine.

Serviço: Teatro do Ator, Praça Roosevelt, 172, Consolação, tel. 3257-3207. Terças às 21h. Ingresso: R$ 40. Até 12/12.

Estreia

A adolescência é um período turbulento para quase todo mundo. Os sentimentos de solidão e inadequação são muito mais comuns do que pensa o inseguro Caio, um jovem deprimido de 14 anos que teve seu espaço invadido quando os três filhos adolescentes de seu padrasto se mudaram para a sua casa. Para aliviar o sofrimento, ele decide transformar a experiência na HQ Space Invaders, que, não por acaso, dá nome ao espetáculo jovem que estreia no próximo dia 4. A peça reproduz a graphic novel, ou romance em quadrinhos, escrita pelo protagonista , tudo o que vemos é sob o ponto de vista dele. Como os alienígenas do jogo “Space Invaders”, que tentam invadir a tela do Atari (o videogame popular nos anos de 1980) e precisam ser combatidos por uma espaçonave, os irmãos Pedro de 17 anos, Luca de 11 anos e Vanessa de 14 anos ocupam o antigo quarto de Caio. Os três se mudaram para o apartamento do pai porque sua mãe está com uma depressão profunda e já não tem mais forças para cuidar dos filhos. Eles também sofrem com a saudade dos amigos, da antiga escola e de casa. À medida em que Caio passa a conviver mais com os meios-irmãos, descobre que eles não são esses monstros que ele retratou. Com Bruno Gavranic, Leonardo Devitto, Mateus Monteiro e Paula Bega.

Serviço: Espaço Elevador, R. Treze de Maio, 222, Bela Vista, tel. 3477-7732. Sábados e domingos às 19h. Ingressos: R$ 30 e R$ 15 (meia). Até 10/12.

Mais Lidas