Leitura

O texto, inédito em São Paulo, da dramaturga irlandesa Marina Carr, é inspirado na tragédia “Medeia”, de Eurípides

A escritora irlandesa Marina Carr.

A Cia Ludens realiza leitura dramática da peça “No Pântano dos Gatos....” O texto da dramaturga irlandesa Marina Carr, é inspirado na tragédia “Medeia”, de Eurípides. O evento contará com a presença da autora e o lançamento do livro com a tradução da peça, de Alinne Fernandes. A leitura conta a história de Hester Swane, uma mulher cigana irlandesa que se recusa a viver conforme normas e papéis sociais femininos tradicionais. Hester vive em um trailer no “pântano dos gatos”, à espera da volta de sua mãe, que a abandonou na infância, em constante tentativa de encontrar um sentido para o abandono pessoal e social que enfrenta. O pântano, como um espaço proteico e liminar de acomodação entre a vida e a morte, entre este e outro mundo, entre realidades sociais distintas e conflitantes, abriga seres humanos e fantasmas e se torna um espaço de liberdade e ação para Hester Swane. Com Lígia Cortez, Marco Furlan, Ângela Barros, Amazyles de Almeida, Anna Toledo, João Bourbonnais, Walter Granieri, Luiza Porto, Órion Lalli, Chico Cardoso, Julio Pompeo, Nathalie Machado, o músico Vinícius Davidovitch e a cantora Fabiana Portas.

Serviço: Sala Cultura Inglesa do Centro Cultura Inglesa do Centro Brasileiro Britânico, R. Ferreira de Araújo, 741, Pinheiros, tel. 3819-4120. Quarta (8) às 19h30. Entrada franca.

REFLEXÃO

Manifestação
Ouça atentamente as suas palavras
Espere um momento antes de falar e escolha as suas palavras com sabedoria. Não coloque palavras em coisas que você não deseja incentivar em sua vida. Quando você coloca palavras em algo, isto aumenta ainda mais. Quando você coloca palavras no que não quer, como um passado triste ou a carência em sua vida, você o estimula com mais energia e não cura. Quando você coloca as suas palavras, e, portanto, os seus pensamentos e sentimentos, no que quer e onde deseja ir, isto é ampliado e você, então, cria uma onda para o que realmente deseja.
Ouça com cuidado a si mesmo e as histórias que você conta. Se não se trata da vida de seus sonhos, é o momento de mudar a sua história e entoar uma nova melodia.
O Mantra para hoje é: “A cada dia eu estou me tornando mais consciente das minhas palavras e do poder que elas têm no processo de criação.”
E assim é.
Você é muito amado e apoiado, sempre
Os Anjos e Guias - Sharon Taphorn.

Al Capone

vida temsproario

A exposição Al Capone apresenta 23 imagens do lendário gângster que contam a história dele por meio de fotos com a família e com membros de sua gangue vindas diretamente de Angri, uma comuna da Itália. Nascido em 1899 no bairro do Brooklyn, em Nova Iorque, Estados Unidos, Alphonse Gabriel Capone viveu sua infância e adolescência participando de quadrilhas juvenis e trabalhando para famosos gângsters italianos como Frank Yale. Reconhecido por chefiar um grupo de criminosos que agiam com contrabando e venda de bebidas durante a Lei Seca entre as décadas de 1920 e 1930, além de controlar informantes, casas de jogos, bordéis, bancas de apostas e clubes noturnos, Al Capone foi nomeado o homem mais importante do ano de 1929 ao lado de Albert Einstein e Mahatma Gandhi. Oito anos após ser condenado em 1931 pela justiça americana a 11 anos de prisão, em Alcatraz, sem condicional por sonegação de impostos, teve a pena revisada por apresentar graves distúrbios mentais ocasionados pela sífilis, que o caracterizavam como incapaz de articular novos crimes. Ele morreu em 1947, vítima de um acidente vascular cerebral hemorrágico.

Serviço: APM, Av. Brigadeiro Luís Antônio, 278, Bela Vista, tel. 3188-4304. De segunda a sexta das 10h às 20h. Entrada franca. Até 24/11.

Vida de nordestino

Cena de “A Invenção do Nordeste”.

Motivada por uma série de reações xenófobas contra os nordestinos, durante as eleições presidenciais de 2014, Quitéria Kelly, atriz do Grupo Carmin, entrou em contato com a obra do Professor Dr. Durval Muniz de Albuquerque Jr, que escreveu o livro: “A Invenção do Nordeste e Outras Artes” e montou a peça levou sete semanas de preparação, os atores refletem sobre sua identidade, cultura, história pessoal e descobrem que ser e viver um personagem nordestino não é tarefa simples. Com Henrique Fontes, Mateus Cardoso e Robson Medeiros.

Serviço: Sesc Belenzinho, R. Padre Adelino, 1000, Belenzinho, tel. 2076-9700. Quinta a sábado às 21h30, e domingos às 18h30. Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia). Até 26/11.

Sarau com Lobão

Leda Nagle faz parte do rol dos mais importantes e conhecidos nomes do jornalismo brasileiro. Sua simpatia e credibilidade, em especial com a classe artística, resultam agora no seu mais novo projeto: Sarau da Leda, um bate papo musical, que foi apresentado com grande sucesso. No Sarau do dia 6, Leda bate um papo descontraído com Lobão e pede palhinha de seus grandes sucessos, tudo com a participação do público.

Serviço: Teatro Itália, Av. Ipiranga, 344, República, tel. 3255-1979. Segunda (6) às 21h. Ingresso: R$ 60.

MPB, 12 anos.

Com novo show e novas canções autorais, a cantora Bruna Moraes apresenta seu segundo disco, “Nua”, com lançamento previsto para 2018. Com leituras densas e arranjos minimalistas, Bruna canta os compositores da cena paulistana, como Lencker e Camila, “Tirano”, e outros consagrados por sua longa estrada. Bruna Moraes se destaca por sua genuína musicalidade e maturidade poética. Interpreta canções com veracidade, força e sofisticação, recebendo elogios de grandes artistas da MPB como Tetê Espíndola e Guinga, que a comparou com a cantora Leila Pinheiro.

Serviço: Teatro Itália, Av. Ipiranga, 344, República, tel. 3255-1979. Terça (7) às 21h. Ingresso: R$ 30.