Peças para crianças

Caravana Tapioca apresenta o divertido “O circo de Lampezão e Maria Botina”, dia 14

Espetáculo “O circo de Lampezão e Maria Botina”.

Nessa peça, os palhaços Cavaco e Nina contam a história de um casal que vive no sertão: Maria Botina, que sonha em ser levada por um cangaceiro, e Lampezão, que finge ser valente para impressioná-la. Dia 21 quem toma a frente é a Trupe Irmãos Atada com o espetáculo “Bang Bang à Pastelana”. Recheado de números circenses e palhaçadas clássicas, o espetáculo circense traz à cena os embates clássicos dos filmes de bang-bang italiano e do faroeste americano. No dia 28 entra em cena a Cia Suno, apresentando o espetáculo “Na Roda com Sanduba”. A companhia traz à cena o personagem Sanduba como um palhaço viajante, mambembe, cigano, que utiliza técnicas de faquirismo para atrair a atenção do público. Malabarismos com facas, cama de prego, rola-rola e monociclo girafa são os materiais utilizados nos números deste divertido show. Encerrando a mostra Circo, apresenta-se no dia 04 de novembro a ABBACIRCUS, com o espetáculo “Ah! Com que será?”. O espetáculo traz à cena o cotidiano solitário de uma bruxa muito engraçada, que é tirada do sério por personagens para lá de esquisitos que vêm ao seu castelo para pedir-lhe em casamento.

Serviço: Tendal da Lapa, R. Guaicurus, 1.100, Água Branca, tel. 3862-1837. Sábados às 12h. Entrada franca.

REFLEXÃO

A grande invocação
do ponto de Luz na mente de Deus,
que flua Luz à mente dos homens,
e que a Luz desça à Terra.
Do ponto de Amor no coração de Deus
que flua amor ao coração dos homens,
que Cristo retorne à Terra.
Do centro onde a vontade de Deus é conhecida,
que o propósito guie as pequenas vontades dos homens,
propósito que os mestres conhecem e servem.
Do centro a que chamamos a raça dos homens
que se realize o plano de Amor e de Luz
e feche a porta onde se encontra o mal.
Que a Luz, o Amor e o Poder
restabeleçam o Plano Divino sobre a Terra hoje
e por toda a eternidade.
Amém.

MPB

Elba Ramalho

Show do mais significativo álbum da carreira da cantora Elba Ramalho (1996) no qual ela mergulha na obra de personagens de épocas diversas, responsáveis pela grandeza da música nordestina. São compositores ouvidos há anos nas rádios do Maranhão, Paraíba, Ceará, Pernambuco, Bahia, nas rádios cariocas, nos discos de 79 das eletrolas, nos LPs dos toca-discos e, mais recentemente, nos CDs players dos anos 1990, nas FMs e MTVs. Foram eles o ponto de partida do projeto. Suas obras foram esmiuçadas até se chegar a um conjunto representativo para o perfil de Elba Ramalho.

Serviço: Sesc Belenzinho, R. Padre Adelino, 1000, Belém, tel. 2076-9700. Hoje (5) à sábado (7) ás 21h30. Ingresso: R$ 60.

Nota

“Baba no Quiabo” é o segundo single de “Treta”, novo disco de Marcia Castro, e que marca a estreia do DJ Zé Pedro como diretor de videoclipe. Filmado num plano sequência em preto e branco por Bruno Marques, o clipe traz a performer Aretha Sadick, escolhida por Zé Pedro para traduzir o funk de letra provocativa que fala sobre ritos místicos de candomblé e sobre a entidade Exu. “Treta” será lançado dia 20 de outubro pelo selo Joia Moderna. (You need to a flashplayer enabled browser to view this YouTube video)

Reggae

Fulanos e Ciclanos

Com composições autorais que sustentam o discurso original do reggae, Fulanos e Ciclanos ainda revive com arranjos únicos, os sucessos de Charlie Brown Jr., O Rappa, Natiruts, Tim Maia, etc. Com Ana Terra, Gabriel Chadan e Alan Alves.

Serviço: Teatro Itália, Av. Ipiranga, 344, República, tel. 3255-1979. Terça (10) às 21h. Ingresso: R$ 40.

Orquestra e aprendizagem

A Orquestra Instituto GPA, formada por 40 jovens músicos talentosos e regência do maestro Daniel Misiuk e direção artística da professora Renata Jaffé, apresentam no repertório, canções como “O Que É, o Que É?” (Gonzaguinha), “Águas de Março” (Tom Jobim) e “Happy Day” (Brooke Candy) prometem emocionar o público. A Orquestra Instituto GPA existe há 18 anos e é resultado de um dos programas oferecidos pela organização, braço social do GPA. A iniciativa tem como objetivo estimular a aprendizagem musical como ferramenta de transformação e desenvolvimento social. Um dos diferenciais da orquestra é sua metodologia de aprendizagem. O Método Jaffé, criado pelo violinista e professor Alberto Jaffé, trabalha o ensino de violino, viola, violoncelo e contrabaixo de forma conjunta, desde a primeira nota, sem estudo individual.

Serviço: Teatro Glória Giglio, Av. dos Autonomistas, 1.533, Vila Campesina. Sexta (6) às 20h. Entrada franca.


embed video powered by Union Development
Mais Lidas