Suspense, amor e ódio

Elenco de “Lili Carabina”.

Uma superprodução com 10 atores e uma equipe de técnicos premiados que transfere para o palco o clima de ação e violência dos filmes de Quentin Tarantino

“Lili Carabina” conta a história de Elisa, uma típica dona de casa da baixada fluminense que, após o assassinato do marido inocente, se junta ao bando do assaltante Cigano e em pouco tempo se torna a líder da quadrilha que aterroriza o Rio de Janeiro. Sempre armada com uma escopeta calibre 12, escondida atrás de uma peruca loira, Elisa adota a identidade de Lili Carabina, bandida sensual, cruel e vingativa, que sem medo de nada nem ninguém, assalta motéis, churrascaria, bancos e joalheiras e transforma suas ações criminosas em shows. Movida pelo desejo de vingança e dividida entre o amor de Morgadão, um bandido cruel e violento e Cigano, o chefe da quadrilha, que ela planeja resgatar de uma prisão de segurança máxima, Lili Carabina, após desafiar a cúpula da polícia civil e militar carioca, se torna a obsessão de Renato Delgado, delegado fracassado que vê na prisão de Lili um caminho para recuperar o respeito e o status perdido após a descoberta da sua ligação com o esquadrão da Morte. Uma história de suspense, amor e ódio com um final surpreendente. Com Viviane Araujo, Mateus Carrieri, Alex Gruli, Higor Vasconcelos, Cleber Colombo, Arnaldo D´Ávila, Fernando Neves, Leoncio Moura, Maciel Silva e Yuri Martins.

Serviço: Teatro Jaraguá (Novotel Jaraguá), R. Martins Fontes, 71, Centro, tel. 3255-4380. Sextas às 21h30, sábados às 21h e aos domingos às 19h. Ingressos: R$ 70 e R$ 80. Até 26/11.

REFLEXÃO

Tolerância
Neste dia de sua vida, querido(a) amigo(a), acredito que Deus quer que você saiba… QUE O AMOR TOLERA AS FRAQUEZAS HUMANAS, DEFEITOS E FALHAS...Quando alguém faz algo que você não gosta, tente ser tolerante. Diga-lhes da maneira mais agradável que você puder que você não se sentiu bem com o que aconteceu ou com o que foi dito, mas se esforce ao máximo para não ser frio com eles e bloqueá-los de sua conexão. Tudo o que você ensina a eles com isso é a ter medo de você – por fazer com que eles sintam medo de perder você ou no mínimo que a conexão entre vocês esfrie – Isto, é claro, é o que algumas pessoas dizem que Deus faz com a gente. Dê as pessoas o mesmo tratamento que você gostaria que Deus (e outras pessoas) desse a você. Amor, Seu Amigo.
Neale Donald Walsch

Encontro musical

Yamandu Costa e Renato Borghetti.  Foto: Divulgação

Violão sete cordas e a gaita ponto, empunhados porYamandu CostaeRenatoBorghetti, no show“A Música que Veio do Frio”. Acompanhados por Daniel Sá no violão e Guto Wirtti no baixolão, os gaúchos apresentam nesse show o tipo de programa que, na sua maioria, é definido em rodas de mate ou fruto de noitadas musicais, incluindo temas clássicos, música gaúcha e de fronteira, costuradas com levadas de choro, releituras inéditas e improvisos.

Serviço: Sesc 24 de maio, R. 24 de Maio, 109, tel. 3350-6300. Terça (19) às 18h e quarta (20) às 21h. Ingressos:R$ 40 e R$ 20 (meia).

Nota

O programa sociocultural “Arte em todo Canto”, idealizado e produzido pela ONG Canto Cidadão, chega à sua quarta temporada tendo já beneficiado mais de 50 mil pessoas. Até novembro, a iniciativa levará teatro gratuito a milhares de pacientes, acompanhantes e profissionais da saúde de cinco hospitais públicos e filantrópicos da Grande São Paulo, entre eles o Hospital das Clínicas e a Santa Casa de Misericórdia. O tema deste ano é “Entre palavras e atitudes, vontade”, e busca estimular, a vontade de protagonizar bons encontros, dentro e fora dos hospitais. As seis cenas do repertório apresentam momentos alegres e afetivos, com artistas que se revezam, que acontecem desde a recepção até a UTI. Em uma delas, por exemplo, “A menina e o pássaro encantado”, é inspirado em um conto de Rubem Alves, que fala sobre a liberdade e a própria necessidade de amar as coisas e as pessoas. Mais informações (www.cantocidadao.org.br).

MPB

Tiago Iorc e Milton Nascimento.

Considerado um dos principais nomes da nova geração da MPB, Tiago Iorc se juntará a Milton Nascimento, um dos grandes nomes do genêro, para realizar uma mini turnê pelo Brasil. Ao todo serão seis shows que passarão por São Paulo (25/11), Salvador (01/12), Belo Horizonte (03/12), Porto Alegre (08/12), Curitiba (10/12) e Rio de Janeiro (16/12). A ideia da turnê partiu após os cantores gravarem a inédita “Mais bonito não há”, que tem previsão de lançamento para outubro. A música é uma composição dos dois artistas e contará com a participação da Orquestra Filarmônica da Cidade de Praga. O registro ocorreu este mês no estúdio Toca do Bandido, no Rio de Janeiro, e terá produção do próprio Tiago Iorc.

Reestreia

O espetáculo “11 Selvagem” volta em cartaz dia 22 de setembro. A peça reúne onze atores em situações onde as pessoas perdem o controle.O público acompanha tudo de perto, em arena, próximo. Em algumas cenas, é como se a plateia estivesse na mesma situação dos atores. Em outras é cúmplice e voyer, já que as cenas passeiam pelos diferentes lados da arena colocando atores e público lado-a-lado. Cada cena é levada ao paroxismo e quando parece não haver mais para onde ir, a música toma o ambiente e os atores extravasam em coreografias. É um trabalho visceral, que busca intensificar o conflito de cada cena. Histórias em que a plateia se identifica, músicas contemporâneas, tudo está equalizado para dialogar profundamente com a geração atual.”. Com Anna Galli, Bianca Lopresti, Gabriel Gualtieri, Isabella Melo, Jonatan Justolin, Gustavo Bricks, Mariana Marinho, Mariana Beda, Rafael Carvalho, Renan Botelho e Vítor diCastro.

Serviço: Pequeno Ato, R. Doutor Teodoro Baima, 78, Vila Buarque, tel. 99642-8350. Sextas-feiras e sábado às 21h. Em novembro, sábados, às 19h. Ingressos: R$ 40 e R$ 20 (meia). Até 11/11.