Infantil

Novo espetáculo da Cia. de Feitos “Inimigos” estreiou no dia 24 de junho

Espetáculo da Cia. de Feitos “Inimigos”.

O espetáculo, uma livre adaptação do livro O Inimigo, de Davide Cali, com direção e dramaturgia de Carlos Canhameiro, propõe uma reflexão sobre a incoerência das guerras. A história se passa em algum lugar que poderia ser uma cidade, uma floresta ou um deserto onde existem dois buracos. Neles, dois soldados. Eles são inimigos. A guerra os colocou em lados opostos. E assim brincam de inimigos conforme ensinou o manual (que diz tudo sobre o inimigo). Encenada sobre rolos de papeis, atores, atrizes e músicos desdobram as muitas formas do inimigo, com quase tudo parecendo ser criado na hora. Tinta, papelão, papel, escadas dão o tom da cena, recheada de cantos e reflexões sobre a guerra de cada dia, que se passa não só no campo de batalha. Com Artur Kon, Carla Massa, Giscard Luccas, Paula Mirhan, Paula Serra e Rui Barossi. Dias 22 e 23/7, haverá descrição em linguagem de sinais (Libras).

Serviço: Sesc Belenzinho, R. Padre Adelino, 1000, tel. 2076-9700. Sábados e domingos às 12h. Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia), crianças até 12 anos entrada ranca. Até 23/07.

REFLEXÃO

Agradeça com antencedência
Neste dia de sua vida, querido(a) amigo(a), acredito que Deus quer que você saiba...... QUE AGRADECER COM ANTECEDÊNCIA...é a força criativa mais poderosa do universo. A maioria das pessoas não sabe disso, mas é verdade. Expressar gratidão com antecedência é o caminho de todos os Mestres. Portanto, não espere que uma coisa aconteça para então dar graças. Dê graças antes que aconteça, e veja redemoinho de energia! Agradecer a Deus antes que algo ocorra é um ato de fé extraordinária. E que, naturalmente, é onde o poder está. Amor, Seu Amigo.
Neale Donald Walsch

Ousadia

Maria Alcina.

Assim que foi revelada no Festival Internacional da Canção com a emblemática “Fio Maravilha”, em 1972, Maria Alcina foi contratada para gravar seu primeiro disco e uma das músicas escolhidas foi “Mamãe Coragem”, de Caetano Veloso e Torquato Neto. Desde então o compositor baiano passou a fazer parte do repertório da cantora que lança agora “Espírito de Tudo”, mais um trabalho ousado da sua discografia.

Serviço: Sesc Pompeia, R. Clélia, 93, Pompeia. Quarta (28) às 21h30. Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia).

Tati Quebra Barraco reúne seus principais hits e se apresenta acompanhada pelo DJ Bel. O repertório traz “Boladona”, “Chamas sem Fim”, “Direitos Iguais”, “Dako é Bom”, “Sou Feia, mas Tô na Moda”, “Atoladinha” e “Vou Botar Você na Pista”, entre outras.Tati Quebra Barraco é reconhecida pelas letras divertidas, ousadas e debochadas e pela contagiante presença de palco. Tati começou no funk aos sete anos, sendo respeitada por nunca abandonar suas raízes: ela é uma apaixonada pela favela Cidade de Deus, periferia do Rio de Janeiro, onde foi criada.

Serviço: Sesc Belenzinho, R. Padre Adelino, 1000, tel. 2076-9700. Sábado (24) às 21h30. Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia).

Lançamento

O show “O Problema é a Velocidade”, primeiro álbum solo da cantora Emanuelle Araújo traduz exatamente o caminho percorrido pela artista. Com arranjos minimalistas inspirados no som dos discos franceses da década de 60, o show terá única apresentação.

Serviço: Teatro J. Safra, R. Josef Kryss, 318, Barra Funda, tel. 3611-3042. Sexta (07) às 21h30. Ingressos: de R$ 25 a R$ 70.

Standy up

Despedida de Solteiro com Rogério Vilela traz uma uma visão moderna e bem-humorada do casamento, namoro e solteirice. E vai além, ao tratar do avanço tecnológico, do nosso vício nas redes sociais, do relacionamento descartável e de nossa nostalgia de coisas de nossa infância.

Serviço: Teatro Bibi Ferreira, Av. Brigadeiro Luis Antonio, 931, Bela Vista. Sábados às 19h. Ingressos: R$ 60 e R$ 30 (meia).


“Construindo Solo Acompanhado”

Cena de “Construindo Solo Acompanhado”.

Na ocupação “Construindo Solo Acompanhado” que o performer Alexandre D’Angeli realiza, seis artistas de diferentes áreas propõem uma ação inédita para ser performada em conjunto. A cada dia, o performer ao lado dos convidados fará uma apresentação diferente, onde fica a disposição dos artistas para um intercâmbio de linguagens, que poderão ocupar além do palco todos os ambientes do edifício, inclusive as escadas e o café-bar. O ator Flavio Barollo dá início a ocupação no dia 30 de junho, passando pelo performer Renan Marcondes (01/07), o artista argentino Silvio de Gracia (02/07), a bailarina Eliana de Santana (07/07) e os performers Rodrigo Munhoz (08/07) e Estela Lapponi (09/07).

Serviço: Teatro do Centro da Terra, R. Piracuama, 19, Sumaré, tel. 3675-1595. Sábados (01 e 08/07), domingo (02/07) e sexta (07/07) às 21h. Ingressos: Pague quanto puder.

Pai e filho

O espetáculo “Ponto Morto” conta a história da relação de amor e repulsa entre pai e filho. Um recorte na vida de um pai atormentado pelo fardo de ter um filho limítrofe, eternamente dependente dele. A peça fala de um assunto complexo, que é o autismo, mas de uma maneira lúdica e amorosa e mostra a retomada de um relacionamento na busca de um reencontro ou renascimento. Em cena os atores Marat Descartes e Luciano Chirolli dão vida aos personagens criados pelo autor Helio Sussekind, que com um texto forte e contundente, leva o público a analisar e discutir um assunto pouco explorado, cercado de medo, discriminação e exclusão social.

Serviço: Teatro Sérgio Cardoso, R. Rui Barbosa, 153, Bela Vista, tel. 3288-0136. De terça a quinta às 20h (não haverá apresentações dias 06, 25, 26 e 27 de julho e 22, 23, 30 e 31 de agosto). Ingressos: R$ 60 e R$ 30 (meia). Até 29/08.