Experiência Paulistana

Há poucos anos, em uma enquete televisiva, ao perguntarem aos paulistanos qual imagem de São Paulo melhor representaria a cidade, eles escolheram a Avenida Paulista

Obra de Evandro Carlos Jardim

A exposição Metrópole: Experiência Paulistana, reuni trabalhos (recentes ou não) de artistas cujas obras manifestam peculiaridades do viver nesta cidade. Fazem parte da mostra Sidney Amaral, Dora Longo Bahia, Victor Brecheret, Peter de Brito, Rafael Carneiro, Leda Catunda, Flávio Cerqueira, Lia Chaia, Raphael Escobar, Renata Felinto, Luiz Gê, Carmela Gross, Evandro Carlos Jardim, Jaime Lauriano, Marcelo Moscheta, entre outros artistas paulistanos, que vivem ou viveram na cidade e que colocam em pauta a “experiência paulistana”. A fim de apresentar a singularidade dessa experiência, a exposição reunirá cerca de 80 obras de 33 artistas, entre instalações, pinturas, fotografias, vídeos e obras em outros meios, trabalhos contemporâneos em sua maioria. Metrópole: Experiência Paulistana permanece em cartaz até 18 de setembro de 2017, no segundo andar da

Serviço: Pina Estação, Largo General Osório, 66, Centro. De quarta a segunda, das 10h às 17h30. Ingressos: R$ 6 e R$ 3 (meia).

REFLEXÃO

AÇÃO DE GRAÇAS: “Tomou o cálice e, tendo dado graças, o deu aos discípulos, dizendo: Bebei dele todos”.(Mateus, 26:27.) No mundo, as festividades gratulatórias registram invariavelmente os triunfos passageiros da experiência física. Lautos banquetes comemoram reuniões da família consangüínea, músicas alegres assinalam o término de contendas na justiça dos homens, nas quais, muitas vezes, há vítimas ignoradas, soluçando na sombra. Com Jesus, no entanto, vemos um ato de ação de graças que parece estranho à primeira vista. O Mestre Divino ergue hosanas ao Pai, justamente na hora em que vai partir ao encontro do sacrifício supremo. Conhecerá injuriosa prisão... Meditará na incompreensão de Judas... Ver-se-á negado por Simão Pedro... Experimentará o escárnio público... Será preterido por Barrabás, o delinqüente infeliz... Sorverá fel, sob a coroa de espinhos... Recolherá o abandono e o insulto... Sofrerá injustificável condenação... E receberá a morte na cruz entre dois malfeitores... Entretanto, agradece... É que na lógica do Senhor, acima de tudo, brilham os valores eternos do espírito. O Cristo louva o Todo Misericordioso pela oportunidade de completar com segurança o seu divino apostolado na Terra, rendendo graças pela confiança com que o Pai o transforma em exemplo vivo para a redenção das criaturas humanas, embora essa redenção lhe custe martírio e flagelação, suor e lágrimas. Não te percas, desse modo, em lances festivos sobre pretensas conquistas na carne que a morte confundirá hoje ou amanhã, mas, no turbilhão da luta que santifica e aperfeiçoa, saibamos agradecer os recursos com que Deus nos aprimora para a beleza da Luz e para a glória da Vida. Livro Palavras de Vida Eterna – F.C. Xavier

“Amor, Humor, o Resto é Bobagem”

A peça conta sobre o cotidiano de quatro amigos solteiros que moram no mesmo apartamento

 

O espetáculo de situações e relacionamentos “Amor, Humor, o Resto é Bobagem” conta sobre o cotidiano de quatro amigos solteiros que vivem de maneira independente e que moram no mesmo apartamento: Laura Leslie (Renata Brás), cansada de seus fracassos profissionais, tem que decidir entre duas possibilidades para mudar sua vida: o suicídio ou o ingresso no reality show “Casa dos Famosos”. Dois artistas plásticos, Mariana Martins e Tadeu, às vésperas de um grande vernissage internacional e a socialite Nicole, falida em virtude de seu recente divórcio com o milionário Antônio Augusto. Todos estão tentando encontrar o real sentido da vida. Os jovens passarão por diversas situações ao longo da peça em busca de um único objetivo: encontrar o verdadeiro amor. Com Flavia Viana, Mônica Carvalho, Renata Brás e Sandro Pedroso.

Serviço: Teatro União Cultural, R. Mario Amaral, 209, Paraíso, tel. 2148-2923. Sextas, sábados e domingos às 21h30. Ingressos: R$ 70, sextas e domingos e R$ 80, aos sábados. Até 30/07.

Suspense

A peça “Entre Alice” é baseada no conto de Lewis Carroll. Quando se dá conta, Alice está em uma clínica psiquiátrica, cercada de pessoas misteriosas que a envolvem em situações cada vez mais perturbadoras. Confusa e sem noção de tempo, ela tenta dintinguir o real do imaginário. Com André Collin, Bruna Izar, Gabriela Mendes, Gustavo Zanetti, Sabrina Estefam e Vinicius Candoti.

Serviço:Teatro Augusta, R. Augusta, 943, Cerqueira César, tel. 3151-4141. Quartas e quintas às 21h. Ingresso: R$ 40. Até 27/07.

Aviação

A mostra Design Na Aviação Brasileira é apresentada, em parceria com o Instituto Embraer, o universo de criação do design nacional para artefatos concebidos para voar.

Serviço: Museu da Casa Brasileira, Av. Brigadeiro Faria Lima, 2705, Jardins, tel. 3032-3727. De terça a domingo das 10h às 18h. Entrada franca. Até 20/08.