“O Dragão de Fogo”

Como Shun Li, um menino de sete anos, pode salvar sua aldeia de um terrível dragão que desperta de um sono de séculos?

Cena do infantil “O Dragão de Fogo”.

A resposta para essa grande aventura está no espetáculo “O Dragão de Fogo”, que estreia dia 3 de junho. A peça conta a história do menino Shun Li, lançado ao desafio de salvar sua aldeia, surpreendida por um grande incêndio provocado por um dragão. Tão logo o vilarejo é reduzido a cinzas, os seus lideres reúnem-se para discutir uma forma de enfrentar o dragão. Muitos guerreiros se dispõem a combatê-lo, mas um velho sábio lembra aos homens que os costumes locais ditavam a necessidade da realização de um sorteio, em que apenas um dentre todos os habitantes deveria ser escolhido para enfrentar o grande perigo. Com Eduardo Okamoto, Esio Magalhães e Luciana Mizutani.

Serviço: Sesc Consolação, R. Dr. Vila Nova, 245, Vila Buarque, tel. 3234-3000. Sábados, às 11h. Ingressos: R$ 17 e R$ 8,50 (meia). Grátis para crianças até 12 anos. Até 01/07.

REFLEXÃO

DE ALMA DESPERTA: É indispensável muito esforço de vontade para não nos perdermos indefinidamente na sombra dos impulsos primitivistas. À frente dos milênios passados, em nosso campo evolutivo, somos suscetíveis de longa permanência nos resvaladouros do erro, cristalizando atitudes em desacordo com as Leis Eternas. Para que não nos demoremos no fundo dos precipícios, temos ao nosso dispor a luz da Revelação Divina, dádiva do Alto, que, em hipótese alguma, devemos permitir se extinga em nós. Em face da extensa e pesada bagagem de nossas necessidades de regeneração e aperfeiçoamento, as tentações para o desvio surgem com esmagadora percentagem sobre as sugestões de prosseguimento no caminho reto, dentro da ascensão espiritual. Nas menores atividades da luta humana, o aprendiz é influenciado a permanecer às escuras. Nas palestras comuns, cercam-no insinuações caluniosas e descabidas. Nos pensamentos habituais, recebe mil e um convites desordenados das zonas inferiores. Nas aplicações da justiça, é compelido a difíceis recapitulações, em virtude do demasiado individualismo do pretérito que procura perpetuar-se. Nas ações de trabalho, em obediência às determinações da vida, é, muita vez, levado a buscar descanso indevido. Até mesmo na alimentação do corpo é conduzido a perigosas convocações ao desequilíbrio. Por essa razão, Paulo aconselhava ao companheiro não olvidasse a necessidade de acordar o “dom de Deus”, no altar do coração. Que o homem sofrerá tentações, que cairá muitas vezes, que se afligirá com decepções e desânimos, na estrada iluminativa, não padece dúvida para nenhum de nós, irmãos mais velhos em experiência maior; entretanto, é imprescindível marcharmos de alma desperta, na posição de reerguimento e reedificação, sempre que necessário. Que as sombras do passado nos fustiguem, mas jamais nos esqueçamos de reacender a própria luz. (De “Vinha de luz”, de Chico  Xavier, pelo espírito Emmanuel)

Blues

Divulgação
O projeto Lest Blues do Sesc Belenzinho apresenta Tatiana Pará em show de lançamento de seu primeiro álbum solo, My Moods. Acompanhada de sua banda, a artista traduz seu requinte musical em oito temas instrumentais autorais do CD, que têm o blues como fio condutor. A guitarrista apresenta também releituras de clássicos do blues com muita energia. De shuffles animados até músicas mais intimistas como “Sunset”, Tatiana une sentimento e técnica levando emoção ao público. No palco, além de Tatiana Pará na guitarra, estão os músicos: Claudio Morgado (baixo), Fabio Augusto (teclados), Nina Pará (bateria), Richard Fermino (sax, trombone) e Sintia Piccin (sax).

Serviço: Sesc Belenzinho, R. Padre Adelino, 1000, Belenzinho, tel. 2076-9700. Sexta (2) às 21h30. Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia).

Relações humanas

Tratando mais uma vez das relações humanas, a dupla Alto*Contraste apresenta ‘A Corrida’, um trabalho que discute a competitividade na sociedade contemporânea, mais especificamente o ato de competir como forma de validar um lugar no mundo.

Serviço: Sesc Bom Retiro, Al. Nothmann, 185, Bom Retiro, tel. 3332-3600. De terça a sexta das 9h às 21h e aos sábados e domingos das 10h às 18h. Entrada franca. Até 28/06.

Ambiental

A mostra Territórios em Transformação apresenta iniciativas socioambientais do Estado de São Paulo. O evento é um espaço de encontro e apresentação de experiências de referência na área socioambiental, que se destacam por seu potencial educativo, pelos impactos positivos no território e de mobilização e envolvimento comunitário. Das 66 iniciativas mapeadas, 36 foram escolhidas para a mostra que contará com a apresentação das iniciativas, oficinas, vivências e rodas de conversa.

Serviço: Sesc Vila Marianan, R. Pelotas, 141, Vila Mariana, tel. 5080-3000.De sexta (2) das 12h às 20h, e sábado (3) e domingo (4) das 10h às 18h. Entrada franca.


 Comemorando
Claudya - 50 anos de carreira.

Para comemorar seus 50 anos de carreira, a intérprete Claudya realiza show inédito ao lado do cantor, arranjador e instrumentista Marcos Valle. Nesta apresentação, ela conta sobre sua trajetória musical e traz como convidada especial sua filha, a cantora Graziela Medori. Esse é o primeiro de uma série de shows que Claudya levará para todo Brasil celebrando sua trajetória musical que começou no programa “O Fino da Bossa”, nos anos 60, com Elis Regina, Jair Rodrigues, Zimbo Trio e outros grandes expoentes da música brasileira, passando pelos grandes festivais até a Ópera Evita. Neste show, Claudya relembrará músicas de suas grandes vitórias em festivais nacionais e internacionais, passando pelos grandes sucessos em disco com as músicas “Com mais de 30” (Marcos e Paulo Sergio Valle) Jesus Cristo (Roberto e Erasmo Carlos) Como Dois e Dois São 5 (Caetano Veloso), entre outros.

Serviço: Teatro J. Safra, R. Josef Kryss, 318, Barra Funda, tel. 3611-3042. Sábado (3) às 21h30. Ingressos: De R$ 80 a R$ 120.

Mais Lidas