Salvação

Na peça “Senhor das Moscas”, crianças inglesas de um colégio interno ficam presas em uma ilha deserta, sem a supervisão de adultos, após a queda do avião que as transportava para longe da guerra

Cena de “Senhor das Moscas”.

Os meninos se vêm sob duas lideranças naturais: Jack está sempre preocupado em caçar, matar os porcos selvagens que existem na ilha, organizando sua equipe de caçadores; enquanto Ralph ocupa-se em deixar uma fogueira sempre acesa, para que possam ser, um dia, salvos. Ralph deseja voltar para o mundo moderno, para a civilização, enquanto Jack cada vez mais rompe seus laços com ela. A situação se torna mais complexa quando aparece um “bicho” para aterrorizá-los. Então as crianças escolhem um símbolo sobrenatural: uma cabeça de porco espetada numa estaca, que eles batizaram como Senhor das Moscas e para quem pedem proteção contra os perigos da ilha.

Serviço: Teatro do SESI, Av. Paulista, 1313, Cerqueira César, tel. 3146-7405. Quintas, sextas e sábados às 15h e aos domingos às 14h30. Entrada franca. Até 26/11.

REFLEXÃO

EXAMINADORES: Questão 258 de "O Livro dos Espíritos". Observando a Terra, do ponto de vista espiritual, podemos compará-la a imensa escola, com vários cursos educativos. O aluno inicia o aprendizado pelo número de matrícula. O Espírito começa o grande estágio carnal pela certidão do berço. O primeiro ingressa na classe que lhe compete. O segundo é conduzido ao ambiente a que mais se ajusta. Pequeninos, sorriem no jardim da infância, ensaiando idéias da vida. Almas primitivas, na verdura da selva, adquirem noções de comportamento. Há crianças, nas letras primárias, dominando o alfabeto. Há irmãos, em lutas menores, penetrando os domínios da experiência. Existem jovens, nos bancos da instrução intermediária, disputando conquistas mais altas. Possuímos inúmeros companheiros em tarefa importante, marchando para mais elevados conhecimentos. Contam-se, ainda, aqueles que se ergueram às instituições de ensino superior, buscando a especialização profissional ou científica, de modo a participarem da elite cultural, no progresso da Humanidade. Vemos, igualmente, corações amadurecidos, a transitarem na universidade do sofrimento, procurando as aquisições de amor e sabedoria que lhes confiram acesso ao escol da sublimação, na Espiritualidade Vitoriosa. Assim, pois, se te vês no círculo das grandes aflições ou dos grandes problemas, é que já ascendeste aos centros de adestramento maior para a assimilação de virtudes excelsas. Recebe, desse modo, os parentes difíceis e os amigos complexos, os adversários gratuitos e os irmãos desafortunados, tanto quanto aqueles que te apedrejam e ferem, perseguem e caluniam, por examinadores constantes de teu aproveitamento nas ciências da alma, por instrutores na luta cotidiana... Cada um deles, hora a hora, te examina o grau de paciência e serviço, caridade e benevolência, perdão e fé viva, bom ânimo e entendimento. E, lembrando-te de que o próprio Cristo sofreu ironia e espancamento entre eles, no dia da cruz, asserena-te na banca de provas em que te encontras, aprendendo a valorizar, em teu próprio favor, o poder da humildade e a força da compaixão. (De "Religião dos Espíritos", de Francisco Cândido Xavier, pelo espírito Emmanuel)

Musical

Elenco do musical “Na Laje”.

A peça “Na Laje” conta a história de um grupo de pessoas que vive na Cohab. Pimpolho é um cara bem legal que quer levar sua vida simples, administrando seu boteco, tocando seu pagode com os amigos e casando com sua namorada, Tânia. Contudo, o concurso de televisão nacionalmente conhecido como “A Garota da Laje” vai fazer uma seleção no bairro, algo que mudará a vida dos dois e da produtora do concurso Inara.

Serviço: Teatro Viradalata, R. Apinajés, 1387, Perdizes, tel. 3868-2535. Sábados às 22h. Ingresso: R$ 60. Até 24/06.

Espírita

A morte é o ponto de partida para a comédia Morrendo e Aprendendo que aborda a Doutrina Espírita, como a lei de causa e efeito, a reencarnação e a evolução do indivíduo, tendo como pano-de-fundo a vida e a morte de Dona Lourdes Thereza. Esse espírito, que reencarna como uma mulher muito rica mas sem qualquer preocupação com a caridade ou com seu próprio aperfeiçoamento, depara-se com as dificuldades por ela mesma cultivadas em uma vida farta materialmente, mas sem riqueza espiritual. Indignada com o tratamento recebido após sua morte, onde julgava nada haver senão o sono eterno, reencontra um desafeto de suas vidas passadas que a persegue por muitos anos em busca de vingança. Com Alex Moczydlower, Fábio de Luca, Jean Rizo e Sidney Grillo.

Serviço: Teatro Ressurreição, R. dos Jornalistas, 123, Jabaquara, tel. 5016-1787. Sábados às 19h e domingos às 17h. Ingresso: R$ 60. Até 25/06.


eu nunca

nunca temsproario

O espetáculo “Eu Nunca” conta a história de 3 jovens de vidas extremamente opostas, convivendo e dividindo suas intimidades até o limite do suportável. A peça traz à tona as questões mais urgentes da juventude moderna, desconstruindo “contos de fadas” de modo que o jovem possa repensar o lugar em que se encontra nos dias de hoje. Com Gabriela Gama, Júlio Oliveira e Nicholas Torres.

Serviço: Teatro Jardim Sul (Shopping Jardim Sul), Av. Giovanni Gronchi, 5.819, Vila Andrade, tel.2122-4087. Sábados às 18h e domingos às 17h. Ingresso: R$ 40. Até 24/06.

Stand Up

Sta temsproario

Apelidado pelos colegas como o “Fenômeno do Stand Up Comedy”, Mallandro vem lotando teatros em todo o país e agora traz de volta a clássica Porta dos Desesperados, sucesso do seu programa nos anos 80 e 90 e um marco na infância de toda uma geração. Contando com a participação intensa da platéia, o humorista abre sua intimidade e não economiza na autocrítica.

Serviço: Teatro Renaissance, Al. Santos, 2233, Cerqueira César, tel. 3069-2286. Sábados às 23h59. Ingresso: R$ 100. Até 29/07.