“O Nascimento do Patinho Feio”

“O Nascimento do Patinho Feio”, peça escrita e dirigida pela premiada atriz Pitty Webo, estreia curta temporada inédita

“O Nascimento do Patinho Feio”, dirigido por Pitty Webo, estreia curta temporada inédita em São Paulo.

O nascimento e a maternidade são os temas centrais da peça e, cenas como a primeira mamadeira e os primeiros passos do “Patinho” prometem encantar as mães na plateia. Além disso, a montagem desse clássico literário faz uma reflexão sobre o racismo e o bullying. A história conta que o “patinho” é excluído do convívio social por ser branco e não amarelo como os outros. O texto mantém a versão original a partir de uma linguagem contemporânea e a performance é embalada por sucessos do Legião Urbana, como “Pais e Filhos” e “Será”. Com Pitty Webo, Victor Di Lourenço, Giovana Possenti, Lucas Matos, Patricia Barbosa e Alexandre Moraes.

Serviço: Teatro J. Safra, R. Josef Kryss, 318, Barra Funda, tel. 3611-3042. Sábados e domingos às 16h. Ingressos: de R$ 5 a R$ 40. Até 25/06.

REFLEXÃO

CAMINHOS ERRADOS

A calúnia é isolada no algodão do silêncio.
(Reformador - julho/1952)
Não será lícito perdermos tempo em contendas inúteis, quando o trabalho do Cristo reclama o nosso esforço.
(Paulo e Estêvão)
Cérebros e corações, mãos e pés, em disponibilidade, palavras ocas e pensamentos estanques constituem congelamento deplorável do serviço da evolução.
(Roteiro)
A intolerância jamais compareceu, ao lado de Jesus, na propagação da Boa Nova.
(Roteiro)
É imprescindível vigiar a boca, porque o verbo cria, insinua, inclina, modifica, renova ou destrói, por dilatação viva de nossa personalidade.
(Vinha de Luz)
Certo, o caminho humano oferece, diariamente, variados motivos à ação enérgica; entretanto, sempre que possível, é útil adiar a expressão colérica para o dia seguinte, porquanto, por vezes, surge a ocasião de exame mais sensato e a razão da ira desaparece.
(Caminho, Verdade e Vida).

Homenagem

cantora Claudya

A cantora Claudya apresenta o show Claudya Sings Barbra Streisand. Ela preparou um show em homenagem à singular cantora americana. No programa estarão as mais comoventes e conhecidas canções interpretadas por Barbra em suas diferentes fases da carreira, como: Memory; Somewhere; Papa can you hear me; People; Promisses; Cry me a River, entre outras. A cantora se apresenta acompanhada por um trio formado por músicos de sua banda.

Serviço: Bar Brahma, Av. São João, 677, Centro, tel. 2039.1250. Quinta (11) às 22h. Ingresso: R$ 45.

Cordas

Show inédito Maogani Quarteto de Violões com participação especial de Mônica Salmaso. O rico repertório traz canções de Chico Buarque, Radamés Gnattali, Ernesto Nazareth, Tom Jobim, Vinícius de Moraes, Augustin Barrios, Adolfo Mejia, Milton Nascimento, Ronaldo Bastos, Maurício Marques, João Donato, Gilberto Gil, Baden Powell, entre outros grande artistas da música popular brasileira. Os arranjos trazem canções acompanhadas ora por um único violão e ora pelos quatro violões (requinto, 6 cordas, 7 cordas e 8 cordas), em muitas combinações e texturas diferentes.

Serviço: Tupi or not Tupi, R. Fidalga 360, Vila Madalena. Sexta (12) às 21h. Ingresso: R$ 55.

Lançamento

Ana Cañas

Ana Cañas lança a música e clipe “Respeita”. O CD foi gravado com 86 mulheres que estão na linha de frente da resistência e militância feministas. Maria da Penha, Elza Soares, Eliane Dias, Mariana Lima, Carmen Silva, Cacique Márcia da Aldeia Jaraguá, Paula Saccheta, Jackie Brown, Preta Rara, Marlena Bergamo, Karina Buhr, Sophie Charlotte, Maureen Bisilliat, Vera Egito e muitas outras participaram. O repertório do show é baseado no tema e traz músicas com conteúdo feminista, entre elas “Mulher”, “Urubu Rei”, “Super Mulher” (Jorge Mautner) e a própria “Respeita”, escrita por Ana. Além disso, as mulheres que participaram do clipe estarão no show.

Serviço: Centro Cultural São Paulo, R. Vergueiro, 100. Sábado (13) às 19h. Ingressos:: R$ 20 e R$ 10 (meia).

MPB

Arnaldo Antunes faz o show do seu 16º disco Já É. No repertório, as inéditas Põe Fé Que Já É (Arnaldo Antunes/André Lima/Betão Aguiar), Se Você Nadar (Arnaldo Antunes/Márcia Xavier) e Naturalmente, Naturalmente (Arnaldo Antunes/Dadi Carvalho/Marisa Monte), além de seus grandes sucessos. Com cenário de Márcia Xavier e Anna Turra, Arnaldo sobe ao palco acompanhado por André Lima, Betão Aguiar, Chico Salem e Curumin. Neste show Arnaldo explora com liberdade diferentes sonoridades, revelando cada canção de modo particular, evidenciando mais as letras, do que em sua formação com banda.

Serviço: Teatro Porto Seguro, Al. Barão de Piracicaba, 740, Campos Elíseos, tel. 3226-7300. Terça (9) às 21h. Ingressos: de R$ 100 a R$ 150.