Imprensa internacional repercute prisões de Delcídio e Esteves

As prisões do líder do governo no Senado, Delcídio do Amaral, e do banqueiro André Esteves, repercutiram na imprensa internacional.

As prisões do líder do governo no Senado, Delcídio do Amaral (PT-MS), e do banqueiro André Esteves, do BTG Pactual, repercutiram ontem (26) na imprensa internacional

O site do jornal inglês Financial Times afirma que a prisão do “banqueiro bilionário” foi inesperada e inédita, pois extrapola o âmbito das investigações a ex-diretores da Petrobras, lobistas e políticos e chega, pela primeira vez, ao “sofisticado mundo dos negócios na Avenida Faria Lima, em São Paulo”.
Para o jornal americano The New York Times, a prisão de Delcídio pode dificultar os planos do governo de aprovar, no Congresso, as medidas do ajuste fiscal importantes para a retomada do crescimento econômico, além de “aprofundar a crise política” que a presidenta Dilma enfrenta desde que foi reeleita. A matéria do espanhol El País explica os motivos que justificaram a prisão do “13° homem mais rico do país”, André Esteves, e do líder do governo no Senado e algumas consequências das prisões: o dólar voltou a subir e o Ibovespa, da bolsa de valores de São Paulo, caiu ontem.
Com a manchete “As sombras de uma crise que não para de crescer”, o argentino Clarín discorre sobre a atuação dos poderes Legislativo, Judiciário e Executivo no episódio, ao lembrar que, por se tratar de um parlamentar no exercício de seu mandato, a prisão teve de ser referendada pelo STF e aprovada pelo plenário do Senado. Em votação aberta e por 59 votos, os senadores decidiram pela permanência de Delcídio na prisão.
A prisão do banqueiro André Esteves também foi noticiada no site da BBC de Londres que destaca que, apesar da presidenta Dilma Rousseff não estar diretamente implicada no escândalo da Lava Jato, ela – que já presidiu a Petrobras –, enfrenta forte pressão política. A matéria traz também a nota do partido de Delcídio do Amaral, o PT, na qual o presidente da sigla, Ruy Falcão, se diz “perplexo com os fatos”, mas que nenhum dos atos atribuídos ao senador estão conectados com suas atividades para o partido (ABr).

Moscou estuda medidas restritivas contra Turquia

Premier russo, Dmitri Medvedev.

O premier russo, Dmitri Medvedev, disse que Moscou está preparando medidas restritivas contra a Turquia, após um caça ter sido abatido pelas forças de segurança de Ancara há dois dias na fronteira do país com a Síria. De acordo ele, o governo apresentará propostas restritivas e as medidas não têm prazo determinado para terminar.
Medvedev também propôs a interrupção das negociações com Ancara sobre um tratamento econômico preferencial. As restrições, explicou o premier, afetariam programas de cooperação econômica, operações financeiras, acordos sobre comércio exterior, taxas alfandegárias a exportações e importações, o setor turístico, o transporte, a navegação aérea e marítima, assim como contatos humanitários.
A relação entre os países, que era bem amistosas, ficaram tensas após o início de incursões militares russas na Síria, onde combatem rebeldes contrários ao regime de Bashar al-Assad. Em diversas ocasiões, forças de segurança de Ancara relataram e advertiram os russos por invasões a seu espaço aéreo, o que culminou no abatimento do caça.
Moscou nega ter ferido a soberania turca. O presidente Vladimir Putin reclamou que as autoridades turcas não se desculparam pelo incidente, que deixou um piloto morto, ou deram garantias de que os responsáveis serão punidos. Putin voltou a falar em “punhaladas nas costas” e disse que não esperava uma traição “daqueles que considerávamos parceiros e aliados na luta contra o terrorismo” (ANSA).

No Quênia, Papa condena o extremismo religioso

O papa Francisco voltou a condenar o extremismo religioso.

Durante sua primeira celebração na África, em um encontro inter-religioso em Nairóbi, no Quênia, o papa Francisco voltou a condenar o extremismo religioso e a participação de jovens em atentados terroristas. “O nosso Deus é um Deus da paz e seu santo nome não deve jamais ser usado para justificar o ódio e a violência. Sei que é vivo em nós a lembrança dos ataques bárbaros no Westgate Mall, na Universidade de Garissa e em Mandera”, disse o Pontífice lembrando de alguns ataques ocorridos no país nos últimos anos.
Segundo o líder católico, “há jovens demais que se tornam extremistas em nome da religião para semear a discórdia e medo e para lacerar o tecido das nossas sociedades”. A homilia de Jorge Mario Bergoglio era acompanhada por diversos líderes de várias religiões que atuam no Quênia e, para eles, o argentino destacou que “nós devemos ser reconhecidos como profetas da paz, trabalhadores da paz, pessoas que convidam os outros a viver em paz, harmonia e respeito recíproco” (ANSA).

CERVERÓ FOI TRANSFERIDO PARA SUPERINTENDÊNCIA DA PF EM CURITIBA

O ex-diretor da Área Internacional da Petrobras, Nestor Cerveró, foi transferido do Complexo Médico-Penal, localizado na região metropolitana da Curitiba, onde estava preso, para a Superintendência da PF na capital paranaense. A transferência de Cerveró foi por motivo de segurança e atendeu a um pedido encaminhado pela Procuradoria-Geral da República (PGR).
Nestor Cerveró foi preso na Operação Lava Jato e, condenado, fez acordo de colaboração com a Justiça. O depoimento da delação premiada de Cerveró foi um dos elementos usados pela PGR para pedir a prisão do líder do governo no Senado, Delcídio do Amaral (PT-MS); do banqueiro André Esteves, dono do BTG Pactual; do ex-advogado de Cerveró, Edson Ribeiro; e do chefe de gabinete do senador, Diogo Ferreira. 
Segundo documento enviado pela PGR ao STF, no qual foi feito o pedido de prisão dos investigados, Delcídio tentou dissuadir Nestor Cerveró de aceitar a colaboração com o MPF, ou que evitasse delatar o senador e o banqueiro, se fosse firmado o acordo. Em um trecho do documento, a PGR afirma que Delcídio ofereceu dinheiro para evitar a citação de seu nome nas investigações (ABr).

Navio da Marinha começa a levantar dados sobre rejeitos no ES

Navio de pesquisa Vital de Oliveira na rota dos rejeitos.

O navio de pesquisa Vital de Oliveira partiu na manhã de ontem (26) do Porto de Vitória para a região afetada pela lama de rejeitos da Mineradora Samarco, em Mariana, que chegou ao mar do Espírito Santo. O navio, comprado este ano pela Marinha, tem equipamentos de alta tecnologia e três laboratórios de análise que auxiliarão os 130 profissionais embarcados no diagnóstico dos impactos dos rejeitos na fauna, flora e na comunidade da região.
O navio atuará 24 horas por dia na região de Linhares, área mais atingida até o momento, até o dia 30 de novembro. Pesquisadores de universidades federais, militares e técnicos de órgãos ambientais estadual e federal farão coletas de água e solo para análise laboratorial. O objetivo é verificar se houve contaminação pelos minérios presentes na lama que escoou pelo Rio Doce, após o rompimento da barragem de rejeitos da Samarco, no dia 5 de novembro, considerado o maior desastre ambiental da história do Brasil.
A Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Seama) informou que somente a partir dos resultados desses levantamentos será possível ao Estado exigir da Mineradora Samarco, controlada pela Vale e BHP, o pagamento pelos danos ambientais e sociais causados pela lama (ABr).

Segunda parcela do 13º salário vai pagar R$ 15,9 bilhões

O pagamento da segunda parcela do décimo terceiro salário vai custar mais de R$ 15,9 bilhões à Previdência Social. No total, 28 milhões de beneficiários têm direito à gratificação natalina, informou o Ministério do Trabalho. No estado de São Paulo, que tem o maior número de benefícios por unidade da Federação, 90% têm direito ao abono. São R$ 4,4 bilhões para 6,4 milhões de beneficiários.
Os depósitos da segunda parcela começaram na terça-feira (24) juntamente com o pagamento da folha de novembro. Recebem primeiro os segurados cujo benefício é de até um salário mínimo. Quem ganha acima do salário mínimo começa a receber a partir do dia 1º de dezembro. Os depósitos seguem até 7 dezembro.
O valor desta segunda parcela do décimo terceiro vem com o desconto do Imposto de Renda. De acordo com a lei, têm direito à gratificação aposentados, pensionistas e segurados da Previdência que estão recebendo auxílio-doença. Quem recebe benefícios assistenciais não tem direito ao décimo terceiro salário - cerca de 4,5 milhões de beneficiários.

Mais artigos...

  1. Geral 26/11/2015
  2. Geral 25/11/2015
  3. Geral 24/11/2015
  4. Geral 20 a 23/11/2015
  5. Geral 19/11/2015
  6. Geral 18/11/2015
  7. Geral 17/11/2015
  8. Geral 14 a 16/11/2015
  9. Geral 13/11/2015
  10. Geral 12/11/2015
  11. Geral 11/11/2015
  12. Geral 10/11/2015
  13. Geral 07 a 09/11/2015
  14. Geral 06/11/2015
  15. Geral 05/11/2015
  16. Geral 04/11/2015
  17. Geral 30/10 a 03/11/2015
  18. Geral 29/10/2015
  19. Geral 28/10/2015
  20. Geral 27/10/2015
  21. Geral 24 a 26/10/2015
  22. Geral 23/10/2015
  23. Geral 22/10/2015
  24. Geral 21/10/2015
  25. Geral 20/10/2015
  26. Geral 17 a 19/10/2015
  27. Geral 16/10/2015
  28. Geral 15/10/2015
  29. Geral 14/10/2015
  30. Geral 10 a 13/10/2015
  31. Geral 10/10/2015
  32. Geral 08/10/2015
  33. Geral 07/10/2015
  34. Geral 06/10/2015
  35. Geral 03 a 05/10/2015
  36. Geral 02/10/2015
  37. Geral 01/10/2015
  38. Geral 30/09/2015
  39. Geral 29/09/2015
  40. Geral 26 a 28/09/2015
  41. Geral 25/09/2015
  42. Geral 24/09/2015
  43. Geral 23/09/2015
  44. Geral 22/09/2015
  45. Geral 19 a 21/09/2015
  46. Geral 18/09/2015
  47. Geral 17/09/2015
  48. Geral 16/09/2015
  49. Geral 15/09/2015
  50. Geral 12 a 14/09/2015
  51. Geral 11/09/2015
  52. Geral 10/09/2015
  53. Geral 09/09/2015
  54. Geral 05 a 08/09/2015
  55. Geral 04/09/2015
  56. Geral 03/09/2015
  57. Geral 02/09/2015
  58. Geral 01/09/2015
  59. Geral 29 a 31/08/2015
  60. Geral 28/08/2015
  61. Geral 27/08/2015
  62. Geral 26/08/2015
  63. Geral 25/08/2015
  64. Geral 22 a 24/08/2015
  65. Geral 21/08/2015
  66. Geral 20/08/2015
  67. Geral 19/08/2015
  68. Geral 18/08/2015
  69. Geral 15 a 17/08/2015
  70. Geral 14/08/2015
  71. Geral 13/08/2015
  72. Geral 12/08/2015
  73. Geral 11/08/2015
  74. Geral 08 a 10/08/2015
  75. Geral 07/08/2015
  76. Geral 06/08/2015
  77. Geral 05/08/2015
  78. Geral 04/08/2015
  79. Geral 01 a 03/08/2015
  80. Geral 31/07/2015
  81. Geral 30/07/2015
  82. Geral 29/07/2015
  83. Geral 28/07/2015
  84. Geral 25 a 27/07/20157
  85. Geral 24/07/2015
  86. Geral 23/07/2015
  87. Geral 22/07/2015
  88. Geral 21/07/2015
  89. Geral 18 a 20/07/2015
  90. Geral 17/07/2015
  91. Geral 16/07/2015
  92. Geral 15/07/2015
  93. Geral 14/07/2015
  94. Geral 09 a 13/07/2015
  95. Geral 08/07/2015
  96. Geral 07/07/2015
  97. Geral 04 a 06/07/2015
  98. Geral 03/07/2015
  99. Geral 02/07/2015
  100. Geral 01/07/2015

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP